Voltar
Rally Dos Sertões

Bissinho Zavatti começa bem e é líder do Rally dos Sertões nas motos

Depois do primeiro dia de disputas, equipes fizeram deslocamento até Brasília (DF); etapa maratona de dois dias começa nesta segunda, 2 de novembro

Fausto Macieira

02/11/2020 - 2 minutos, 44 segundos


Piloto-acelera-moto-honda-no-rali-dos-sertoes
Bissinho Zavatti, da Honda Racing, estreou com a CRF 450 RX e já venceu sua primeira especial no Sertões 2020. Crédito: Victor Eleutério/Mundo Press

O sábado foi de pouca poeira e muita aceleração na 28ª edição do Rally dos Sertões. O piso escorregadio pela chuva que caiu na noite anterior foi a oportunidade perfeita para que o experiente Júlio ‘Bissinho’ Zavatti, da equipe oficial Honda Racing Brasil, mostrasse sua habilidade no comando da Honda CRF450RX, número 11.

Bissinho, tetracampeão na classe Brasil e estreante na Moto2 – antiga Super Production, onde as modificações nas motos originais de fábrica são limitadas – completou o trecho especial cronometrado em 3h49m18s e assumiu uma dupla liderança, na categoria Moto2  – com 1m 53s de vantagem sobre Túlio Malta (Yamaha) e na classificação geral das motos, 24s à frente de Ricardo Martins (Yamaha).

Na chegada, o vencedor da etapa recebeu o cordão de líder geral da modalidade motos e comentou como foi o primeiro dia de jornada. “A especial  foi bem técnica e muito rápida. O chão estava maravilhoso devido à chuva da madrugada. Com isso o grip ficou demais. Andei bem, não errei e isso me dá mais confiança para a próxima etapa. Estou muito feliz com a moto e tenho conseguido andar muito fácil. Foi muito bom começar um Sertões com esse resultado.”

O experiente Jean Azevedo (Honda), sete vezes campeão do Sertões, colado nele, chegou em 3º, apenas 1s de diferença para Martins.

O tricampeão Tunico Maciel (Honda), um dos favoritos na Moto1 (motos com preparação livre), foi o 4º, 40s atrás de Bissinho, com Malta, fechando os top 5 a 1m10s da liderança. 

Experiente Jean Azevedo, também da equipe Honda, foi o terceiro mais rápido na 1ª etapa. Foto: Ricardo Leizer/Mundo Press

O estreante Thiago Veloso (Honda), que compete na categoria Brasil, para motos nacionais, está entre os dez mais rápidos com sua Honda CRF250F, a 6m14s do líder e companheiro de equipe Bissinho. “Foi bom demais, muito bacana, uma experiência incrível. Cometi pequenos erros de navegação em alguns pontos. Não tive quedas e estou feliz com meu desempenho”.

Dois dias de etapa maratona

O domingo,1º de novembro, foi de manutenção intensa para encarar dois dias de etapa maratona, que começa neste Feriado de Finados e na qual apenas os pilotos podem fazer a manutenção das motos.

“A etapa promete ser bem complicada, passará por uma serra bem dura no estado de Goiás. E, no final do dia, não teremos acesso aos mecânicos e às peças de reposições. Então, será necessária muita cautela para poupar o equipamento e estar pronto para a segunda parte da maratona”, comentou o experiente Jean Azevedo, sete vezes campeão do Sertões.

Hoje, os pilotos enfrentam a primeira etapa nessas condições, batizada René Melo em homenagem a um piloto de carro que competiu várias vezes no Sertões e faleceu no mês de maio. A disputa será intensa e sem tréguas no trecho especial cronometrado de 353 quilômetros rumo noroeste, na direção do Estado do Tocantins.

Com 512 quilômetros de percurso pela frente, o desafio aumenta a cada momento…

Braaaaaaap!

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login