Estamos no dia a dia de quem consome mobilidade e sabemos como gerar negócios para a sua marca

Veja nossas soluções

+ DE 24,8 MILHÕES DE PESSOAS INTERESSADAS EM TEMAS RELACIONADOS À MOBILIDADE

AUTO
+ de 7,6 milhões
MOTO
+ de 6,9 milhões
PESADOS
+ de 6,9 milhões
Mobilidade
+ de 3,4 milhões

Principais plataformas

Projetos e conteúdos produzidos por

IMPRESSO

  • O Estado de São Paulo
  • Mobilidade edição regular
  • Mobilidade edição semanal

DIGITAL

  • Estadão
  • Agregador Mobilidade
  • Jornal do Carro
  • Motomotor
  • Estradão

EVENTOS

  • Summit Mobilidade
  • Summit Smart Cities
  • Prêmio Jornal do Carro
  • Prêmio Estradão
  • New Mobility

ÁUDIO

  • Podcast Notícia no Seu tempo
  • Rádio Eldorado FM

Serviços

Clientes e cases


Lead

A melhor ferramenta para se aproximar de potenciais compradores

Mais de 130 mil leads gerados para as principais montadoras do país
Como geramos leads para a sua marca
  • 1

    Cadastramos as ofertas na plataforma escolhida: Zerão ou hub de conteúdo exclusivo.

  • 2

    Segmentamos o público para ser impactado com a campanha.

  • 3

    Cadastramos as ofertas na plataforma escolhida: Zerão ou hub de conteúdo exclusivo.

  • 4

    Segmentamos o público para ser impactado com a campanha.

  • 5

    Cadastramos as ofertas na plataforma escolhida: Zerão ou hub de conteúdo exclusivo.

  • 6

    Segmentamos o público para ser impactado com a campanha.

  • 7

    Cadastramos as ofertas na plataforma escolhida: Zerão ou hub de conteúdo exclusivo.

Notícias

Em março, 1,4 milhão de carros foram vendidos na China, contra 310 mil em fevereiro. E os primeiros sinais de abril são muito positivos. A semana de 7 a 12 de abril mostra um aumento de 14% em um ano. A informação é do site bestsellingcarsblog.com.

Porsche cresceu 26% no primeiro trimestre de 2020A notícia saiu no francês Le Monde. Outras marcas automotivas de luxo também estão resilientes na crise: Tesla (+2%, incluindo um surpreendente -0,7% em março), Lexus, a marca premium da Toyota japonesa (+2%) e a DS, a marca premium do PSA francês, que saltou +25%.

“Pode ocorrer uma procura maior por modelos [de carro] de entrada, os mais baratos de cada marca” segundo o presidente da FCA Fiat Chrysler na América Latina, Antonio Filosa. A empresa recorreu a um grupo de antropólogos para tentar decifrar como será o consumidor brasileiro do pós-coronavírus. A matéria está no Estadão.

França incentiva a população a trocar o transporte coletivo por bicicletas após o fim da quarentena, para evitar aglomeração. O governo criou um fundo de 20 milhões de euros (cerca de R$ 116 milhões) de onde sairá uma ajuda individual de 50 euros por pessoa para quem quiser financiar reparos de freios, pneus e luzes em suas bicicletas. Via Nexo.

“As concessionárias vão se transformar em grandes hubs de mobilidade”, prevê consultor especializado em mobilidade em matéria do Estadão Mobilidade, que mostra fabricantes de carros que estão investindo em locação de veículos. A pioneira foi a Toyota. Nissan e Volkswagen estão testando o serviço.

Como vamos nos mover quando pudermos nos mover?

O distanciamento social vai afrouxar em um futuro breve e vamos nos deparar com um novo normal. Como fica a mobilidade nesse cenário? Para trazer reflexões sobre o ir e vir no pós-pandemia, convidamos os porta-vozes de algumas empresas que são referência no setor a refletir sobre o assunto.

Marco Silva, presidente da Nissan do Brasil

“Deve crescer a busca por transportes individualizados. Dependendo de cada mercado, isso pode representar o aumento da procura pelo uso de automóveis, mas não necessariamente na compra para uso pessoal, podendo se refletir também no aumento do transporte por aplicativos ou car sharing.

Tomás Martins, CEO da Tembici

“Ao parar tudo, percebemos o quanto a locomoção impacta o meio ambiente. Nós vimos na China a diminuição de dióxido de nitrogênio quando as cidades ficaram em lockdown. Vamos repensar o quanto precisamos de uma mobilidade mais sustentável.”

JP Galvão, cofundador da Vai.Car

“Todo o negócio de aluguel de carro terá que se reinventar para atender a uma população que usará carro como um serviço individual, comprado pelo celular e entregue ou retirado na porta de casa, com a menor interação humana possível.”

Pablo Di Si, presidente da Volkswagen na América Latina

“Vamos voltar um pouco para os carros de modelos mais econômicos por causa do emprego, da renda e do crédito. O que não volta mais atrás são as exigências de emissão de gás carbônico e de tecnologia embarcada nos veículos, assim como a ascendência dos elétricos e dos híbridos.”

Douglas Tokuno, head de Waze Carpool para América Latina

“Um carro comporta 4 ou 5 pessoas, mas na maioria das vezes leva somente uma. Isso precisa mudar urgentemente, para garantir que nossa infraestrutura seja suficiente por mais alguns anos. Quando voltarmos a nos movimentar, esperamos que esse aprendizado de cooperação e compartilhamento se estenda à mobilidade urbana.”

Davi Miyake, diretor de Operações da 99

“No setor do transporte por aplicativo, segurança e proteção vão ganhar ainda mais relevância, e medidas concretas que reforcem esse compromisso da plataforma, do motorista parceiro e de toda a comunidade passarão a ser um dos pilares da indústria.”

Claudia Woods, diretora-geral da Uber no Brasil

“Para algumas cidades e regiões, acredito que veremos projetos de priorização dos espaços públicos para pedestres e um incentivo ao uso de micromodais, como bicicletas e patinetes, para que as pessoas fiquem mais tempo em ambientes abertos.”

Marcelo Costa, executivo responsável pela Veloe

“Neste contexto, entendemos que o uso de tag de pagamento ganhará força, uma vez que é uma forma fluida de pagamento, sem contato pessoal, nem com equipamentos. Depois desta experiência da pandemia, não ter que manusear dinheiro virou um novo valor para as pessoas.”

Converse com um executivo de vendas

Vamos conversar sobre o seu negócio? Um dos nossos executivos entrará em contato.