Bajaj lança primeira moto a gás do mundo; conheça | Mobilidade Estadão | Mercado, MotoMotor

Buscando sugestões para:


Publicidade

Bajaj Freedom 125: conheça a primeira moto a gás do mundo

Por: . Há 8 dias
Inovação

Bajaj Freedom 125: conheça a primeira moto a gás do mundo

Modelo, lançado na Índia, pode rodar com Gás Natural Comprimido ou gasolina; autonomia pode chegar a 330 km

3 minutos, 22 segundos de leitura

06/07/2024

Freedom 125: Bajaj lança primeira moto a gás do mundo
Batizada de Freedom 125, moto a gás promete economia de até 50% em comparação à gasolina. Fotos: Divulgação/Bajaj

A Bajaj apresentou, ontem 5/7, a primeira moto a gás do mundo, na Índia. Batizada de Freedom 125, o modelo tem motor bicombustível, ou seja, funciona com Gás Natural Comprimido ou gasolina. De acordo com a gigante indiana, tal volume de gás garante autonomia para rodar 200 quilômetros. A Bajaj Freedom 125 está à venda apenas no mercado indiano, com preços a partir de 95 mil rúpias, o equivalente a R$ 6,9 mil.

Segundo a Bajaj, a moto movida a Gás Natural Comprimido será um divisor de águas no mercado de motocicletas da Índia, atualmente o maior do mundo. O país também tem buscado alternativas para reduzir a emissão de carbono e os gases do efeito estufa. Afinal, das 30 cidades mais poluídas do mundo em 2019, 21 delas ficavam na Índia.

Além de poluir menos, a moto a GNC da Bajaj proporciona 50% de economia aos motociclistas em comparação à gasolina, segundo a marca. Contudo, a Freedom 125 ainda tem um tanque com capacidade para 2 litros de combustível, para oferecer conveniência aos proprietários.

Leia também: Bajaj inaugura fábrica no Brasil e confirma lançamento de 3 novas motos

Caso o GNC acabe, o motociclista pode alternar para o tanque de gasolina, como fazem os motoristas de carros que usam GNV, no Brasil. Por ser bastante econômica, a Freedom 125 consegue rodar mais 130 km na gasolina, de acordo com a empresa. Dessa forma, a autonomia combinada (gasolina + GNC) da Freedom 125 chega a 320 km – o equivalente a modelos movidos apenas pelo combustível derivado do petróleo.

Como é a moto Bajaj movida a gás?

Com a proposta de ser uma moto acessível e econômica, a Bajaj Freedom usa um motor de 125 cc, quatro tempos e arrefecido a ar. O monocilíndrico produz 9,5 cv de potência a 8.000 rpm e 0,98 m.kgf de torque a 5.000 rpm. Números suficientes para levar a moto a gás a cerca de 90 km/h.

Apesar da sua proposta utilitária, a moto a gás da Bajaj tem farol de LED, painel digital e até conectividade para smartphones. Seu design é simples, com um assento longo, e visual de moto urbana.

Na parte ciclística, usa rodas aro 17, com freio a disco, na dianteira, e roda aro 16, com freio a tambor, na traseira. A grande novidade fica por conta do quadro em treliça, que abriga e protege o cilindro de gás em seu interior. O cilindro, com capacidade para 2 kg de gás e 12,5 litros de volume, fica localizado sob o assento.

Um dos grandes desafios para se desenvolver a moto a gás é a segurança. Já existiram protótipos e outras tentativas de se usar GNV em motos, porém a Bajaj é a primeira grande fabricante a produzir uma moto movida a esse tipo de combustível em larga escala.

De acordo com a empresa, o quadro em treliça protege o cilindro até mesmo em colisões e acidentes. Antes de ser lançada, a moto a gás passou por diversos testes de impacto para garantir que o cilindro não explodiria.

Bajaj vai trazer moto a gás para o Brasil?

A Bajaj Freedom 125 já pode ser encomendada na Índia. O modelo terá três versões, que se diferenciam pelos freios e suspensões. Os preços variam de 95 mil rúpias (R$ 6,9 mil) a 110 mil rúpias indianas (R$ 7,3 mil).

Destinada, ao mercado indiano, a Freedom 125 não deverá vir ao Brasil, pelo menos, por enquanto. A informação foi confirmada pelo diretor geral da marca no País em recente entrevista ao MotoMotor. Segundo Waldyr Ferreira, a moto a gás não é prioridade da Bajaj Brasil nesse momento. A gigante indiana acabou de inaugurar uma fábrica em Manaus (AM), onde irá produzir apenas modelos a gasolina.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?

Quer uma navegação personalizada?

Cadastre-se aqui

0 Comentários


Faça o login