Buscando sugestões para:


Inovação

“Estamos na vanguarda dos carros elétricos”

Diretor da Volvo do Brasil afirma que marca prepara lançamentos e novas tecnologias para a eletromobilidade no País

5 minutos, 30 segundos de leitura

05/01/2022

Por: Mário Sérgio Venditti

volvo xc40
Utilitário esportivo XC40 Recharge é o primeiro automóvel 100% elétrico da Volvo à venda no Brasil. Mas a marca promete outras novidades, como o C40 Recharge. Foto: Divulgação Volvo

No passado, a Volvo construiu sua fama, principalmente, sobre o alicerce da segurança de seus automóveis. Nos últimos anos, porém, a marca está virando sinônimo de tecnologia e de vanguarda em alguns temas, como o desenvolvimento de veículos eletrificados.

No Brasil, a Volvo já não oferece mais modelos com motor a combustão. No seu portfólio, figuram apenas veículos híbridos, como o Volvo XC90, e elétricos, como o XC40 Recharge. 

“Quem migra para o carro elétrico não quer mais saber de dirigir o de motor a combustão”, revela André Bassetto, diretor de produto e pós-venda da Volvo Car Brasil. Por isso, a Volvo prepara mais lançamentos para o País, como o C40 Recharge, e pretende que, até 2025, 50% de seus carros comercializados sejam puramente elétricos.

Bassetto concedeu a seguinte entrevista para o Mobilidade:

Como a Volvo está se preparando para a eletromobilidade no Brasil?

andre bassetto
André Bassetto: “A América Latina é um mercado muito importante para os planos da Volvo no desenvolvimento de veículos elétricos”. Foto: Divulgação Volvo

André Bassetto: Desde que começamos a importar o SUV XC90 híbrido, no fim de 2017, nossa preparação tem sido muito séria. Atualmente, o portfólio de produtos oferecidos pela Volvo no Brasil já consiste em veículos 100% eletrificados. Ou seja, todos os modelos são híbridos plug-in ou totalmente elétricos. Durante os últimos anos, estamos investindo bastante na instalação de eletropostos nas principais cidades do País, em locais estratégicos para nosso consumidor. Nossa ambição é ter, até o fim do ano, mil eletropostos funcionando. A transição inclui, também, preparar a rede de concessionários para a venda dos eletrificados, suprindo todas as dúvidas dos clientes.

Os eletropostos serão exclusivos aos donos de carros da Volvo?

Bassetto: Não. A Volvo tem tradição de dividir suas inovações com clientes de outras montadoras. Todos os carros com carregador tipo 2 poderão se beneficiar com os eletropostos instalados em locais públicos. 

A Volvo acredita na convivência de veículos híbridos e elétricos ou o híbrido é só um degrau para quem quer comprar um elétrico?

Bassetto: A curto e médio prazos, será importante a convivência entre híbridos e elétricos para que sejam mais fáceis a adaptação dos clientes e o desenvolvimento da infraestrutura. Em um futuro próximo, a transição para veículos 100% elétricos será o movimento natural do mercado e estaremos bem consolidados nesse sentido.

Quais as dificuldades para disseminar o carro elétrico, hoje, no Brasil, e como tem sido a experiência da Volvo lá fora?

Bassetto: Falando do mercado geral, ainda é necessário contar com mais opções de veículos elétricos em diferentes faixas de preço, pois isso ajudaria a alavancar o comércio. Assim como toda nova tecnologia, é fundamental disseminar conhecimento sobre o carro elétrico e suas vantagens, como desempenho, prazer ao dirigir, isenção de IPVA, intervalo menor de revisões, manutenção mais barata e impactos positivos no meio ambiente. Os envolvidos também precisam investir na infraestrutura de carregamento, principalmente a iniciativa privada. Vivemos em um estágio mais avançado no exterior, comprovando que estamos na direção correta. O carro elétrico já é uma realidade, e não somente uma opção, porque essa revolução acontece de forma muito rápida. Nossas pesquisas mostram que, ao entrar no universo dos carros eletrificados, os consumidores não dão um passo atrás. Não querem mais um veículo com motorização convencional. 

A Volvo tem uma trajetória de inovações. Ela está preparando alguma novidade no segmento de carros eletrificados?

Bassetto: Sem dúvida. Até 2025, queremos que metade das nossas vendas globais seja de veículos totalmente elétricos. Para tanto, apresentaremos uma série de novidades em termos de produtos e tecnologias diferenciadas. Em 2022, por exemplo, lançaremos o crossover C40 Recharge, primeiro automóvel da Volvo concebido para ser 100% elétrico. 

Quais são os investimentos globais da Volvo com vistas à eletrificação, como lançamentos de automóveis, fábrica de baterias etc.?

Bassetto: Estamos na vanguarda quando o assunto é carro elétrico. A Volvo Car anunciou uma joint venture com a Northvolt, empresa sueca líder de baterias, a fim de desenvolver e produzir unidades mais sustentáveis, feitas sob medida para alimentar a próxima geração de carros totalmente elétricos da Volvo. O primeiro passo é criar um centro de pesquisa na Suécia, que começará a operar em 2022. O objetivo do centro é aproveitar a experiência em baterias das duas empresas e produzir células de última geração, além de tecnologias de integração de veículos. A Volvo fará motores elétricos em sua fábrica em Skövde, também na Suécia, e planeja estabelecer a produção interna de motores elétricos até meados da década. Será um investimento de SEK 700 milhões (coroas suecas) – cerca de R$ 423 milhões.

O Brasil está atrasado na corrida da eletromobilidade?

Bassetto: Temos ainda um longo caminho a percorrer, mas existem muitas iniciativas interessantes, do governo e de empresas privadas. Dessa forma, o País vem evoluindo bastante e ocupa posição de destaque quando comparado a outras nações da América Latina. Trata-se de um mercado importante para a Volvo.

Mas muito se fala sobre a falta de políticas públicas do governo a respeito da eletromobilidade. Há morosidade das autoridades nesse sentido?

Bassetto: Existem algumas iniciativas de governos estaduais, como o não pagamento de IPVA, que contribuem para a expansão do veículo elétrico. Não temos a intenção de questionar o governo federal porque entendemos que ele tem outras prioridades de investimento. 

O que podemos esperar de novidades dos veículos elétricos?

Bassetto: Acredito que haverá cada vez mais desenvolvimento das baterias, que ganharão capacidade energética e aumento de autonomia. Também acho que o portfólio de automóveis elétricos crescerá, abrindo a possibilidade de oferecer modelos por valores mais acessíveis aos cobrados hoje.

Até 2025, metade das vendas globais da marca sueca deve ser 100% elétrica

A Volvo no Brasil

Volvo Car Brasil

Início das atividades: 1991

Portfólio de veículos: S60, S90, XC40, XC60 e XC90 (híbridos), XC40 Recharge Pure Electric (100% elétrico)

Número de concessionárias: 42

Número de colaboradores: 60

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login