Voltar
Meios de transporte

5 acessórios para proteger a sua moto

Conheça os principais equipamentos criados para a proteção da sua motocicleta; seja no simples manuseio ou em quedas mais leves

Guilherme Silveira

24/11/2019 - 3 minutos, 42 segundos


Um roda de moto em close. Ao fundo se vê o pôr do sol
O mercado dos acessórios de proteção para motos cresceu muito em diversidade e tecnologia. Foto: iStock

Leia mais:
Agilidade e baixo custo popularizam a moto como meio de transporte para o dia a dia
Cinco modelos para evoluir no mundo das motos
Podcast Delivery #6: Segurança no dia a dia sobre duas rodas

Na última década, o mercado dos acessórios de proteção para motocicletas cresceu muito, tanto em diversidade como em tecnologia. Boa parte deles foi pensada para proteger a moto no uso cotidiano – vai desde simples adesivos que protegem o tanque de riscos, a acessórios de proteção para tanque e carenagens. 

Separamos os principais itens que ajudam a manter a integridade de sua moto:

1 – Protetor de carenagem

Também conhecido como “mata-cachorro”, é das proteções para motos mais antigas. Porém, atualmente aparece um pouco diferente em formato e função. 

Além da tradicional proteção para as laterais do motor em caso de queda, a estrutura é encontrada em modelos com tubos que ajudam a preservar carenagens e tanque, peças caras e importantes para a moto. Ele atua tanto em quedas, como em tombos “bobos”, com a moto parada. Sua fixação é feita por parafusos, junto da furação original do chassi da moto.

2 – Protetor traseiro

Basicamente pensado da mesma maneira que o protetor dianteiro, o protetor traseiro traz salvaguarda para o escapamento e as pedaleiras da garupa. A novidade é comercializada para os mais diversos modelos de moto – pequenas como CG 160, por exemplo – e pode inclusive receber malas laterais para viagens. 

Segundo Fernando Del Franco, da Boi Motos de São Paulo, “em caso de quedas ou impactos leves ou medianos, por ter os tubos metálicos fixados entre as pedaleiras traseiras e o chassi da moto, a estrutura cria uma amarração que protege o escape e a parte traseira do chassi da moto, além das carenagens e laterais traseiras. Seu uso acaba sendo melhor que o esperado para quem usa bastante a moto”, completa o expert.

3- Sliders e tampas de motor

Nascidos nas pistas de competições, os sliders (ou “escorregadores”), servem para o que o nome sugere: permitem que a moto escorregue pelo solo até que pare, sem maiores danos causados pelo atrito com o asfalto. 

OFERTAS 0KM

São vendidos para instalação nos dois eixos da motocicleta, para as laterais (de maneira a preservar as carenagens e o motor) e, no caso de modelos esportivos, podem ser usados até mesmo na balança traseira. Segundo o mecânico Del Franco, “os sliders funcionam muito bem, mas se houver uma imperfeição no solo, como um buraco, podem catapultar a moto e jogá-la longe, podendo às vezes até aumentar o prejuízo da queda”, explica.

As tampas especiais para o motor são muito populares em motos grandes atualmente. Estas usam o mesmo fundamento dos sliders: são feitos em materiais como poliuretano e até Kevlar, e permitem que as laterais do motor escorreguem pelo asfalto sem maiores danos. Algumas acabam protegendo até mesmo o radiador e chassi da moto, a exemplo do modelo montado na naked Yamaha MT-03. 

Normalmente, existem tampas especiais para a embreagem, bomba de água, magneto e da corrente de comando, sempre afixados acima das tampas originais. Preços e qualidade das tampas e sliders caminham juntos e variam bastante, podendo beirar a casa de R$ 5.000 no caso de motos grandes e esportivas.

4 – Protetores de mãos

Normalmente encontrados para motos de uso misto, os protetores de mãos modernos costumam trazer uma “alma” metálica na qual é feita a fixação com o guidão da moto, junto de uma capa plástica arredondada. 

Além de proteger as mãos e pulsos em choques contra espelhos de outros veículos – no caso de motos trail, contra galhos e objetos no fora-de-estrada – tal estrutura ainda preserva os manetes de freio e embreagem, quando ocorre algum choque ou pequenas quedas. Os protetores também ajudam a desviar o vento das mãos, deixando-as mais “quentinhas” nos dias frios.

5 – Protetores de tanque

Simples de instalar e muitas vezes com design atraente, os protetores de tanque são acessíveis e versáteis. São basicamente adesivos especiais, que podem ser encontrados para a fixação nas laterais do tanque, ou na base dele, em local próximo do assento. 

Sua função normalmente é a de proteger contra riscos causados pela jaqueta ou “macacão”. Porém, atualmente já existem modelos diferenciados, criados para motos mais esportivas. Feitos com material de superfície bastante porosa, tal protetor também impede que o motociclista escorregue sobre o tanque em frenagens e ao realizar pêndulos em curvas.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login