Buscando sugestões para:


Patrocinio Dunlop Patrocinio Dunlop
Meios de transporte

A moto como instrumento de lazer

Não faltam oportunidades para usá-la para o melhor dos propósitos: a felicidade

2 minutos, 25 segundos de leitura

27/07/2022

Nos úlitmos cinco anos, o segmento de alta cilindrada registrou crescimento de 22% nos emplacamentos totais. Foto: Divulgação Honda Motor Co.

A motocicleta existe há mais de um século, mas foi apenas nos últimos 50 anos que seu uso para lazer se consolidou, definitivamente. A atribuição de um valor complementar ao veículo foi moldada, ao longo dos anos, por meio de conteúdos de mídia, como filmes e documentários, que refletiam o comportamento das pessoas e, claro, influenciavam a construção de tendências.       

As motocicletas já eram muito utilizadas no transporte, para chegar mais rápido e economizar, mas não tinham associação direta com a diversão. Isso passou a mudar em um momento em que o mundo se transformava, na década de 1970, com a contracultura e o movimento hippie. As motos se tornaram simpáticas e passaram a fazer parte do lazer das famílias.       

A boa-nova de que a motocicleta também poderia ser usada para diversão se espalhou pelo mundo e chegou, rapidamente, ao Brasil, em que sol, calor, grandes espaços livres – e a vontade de sorrir – nunca faltaram. Diversos modelos icônicos fizeram e ainda fazem parte da vida dos brasileiros, como a CB 400, a primeira moto de alta cilindrada produzida localmente, ou ainda a lendária  CB 750 Four, considerada a mãe de todas as superbikes.

O sucesso das trail

No começo dos anos 1980, os modelos trail, que são motocicletas de baixa ou média cilindrada para uso em vias pavimentadas ou não, também viraram febre, e não foram poucos os que, depois de rodar em uma estrada de terra algumas vezes, se viram definitivamente no universo do off-road. As largadas do Enduro da Independência ou do Enduro das Praias, modalidade de motociclismo realizada em pistas com diferentes tipos de terreno e obstáculo, eram eventos com um público diverso, que tinha um único e grande objetivo: ser feliz pilotando uma moto.        

Essa maneira de interpretar a motocicleta permanece, aperfeiçoada e cada vez mais vibrante. Genuína válvula de escape para o stress e fuga da rotina. Hoje, além dos arraigados praticantes do off-road, cada vez mais pessoas exploram as oportunidades do uso da motocicleta no lazer. E essa tendência pode ser comprovada em números: nos últimos cinco anos, o segmento de alta cilindrada – modelos cuja utilização é mais voltada ao lazer – registrou um crescimento de 22% nos emplacamentos totais e, para a Honda, líder de mercado, a alta foi de 56%.       

As marcas também passaram a investir em programas de relacionamento e experiências de pilotagem com foco no lazer dos clientes. Um exemplo disso é o programa RedRider, da Honda, que promove encontros, passeios bate e volta, track days para as esportivas, cursos de pilotagem com especialistas, expedições interestaduais e até internacionais.

Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião do Estadão

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login