Voltar
Meios de transporte

Concessionárias apoiam caminhoneiros com diversas ações

Objetivo é minimizar o risco desses profissionais, que garantem o abastecimento de todo o Brasil, durante a pandemia

Daniela Saragiotto

11/05/2020 - 3 minutos, 48 segundos


transporte-de-cargas
Foto: Getty Images.

Concessionárias de rodovias estão implementando, desde o início da pandemia, diversas ações para apoiar os caminhoneiros, reduzindo o risco de contaminação desses profissionais pela covid-19 e garantindo o abastecimento em todo o Brasil.

Em São Paulo, o governo do Estado criou um grupo de trabalho para atuar nas áreas de logística e transportes. Uma das medidas é a criação de um canal de denúncias, via telefone (0800-055-5510) para relatos pelos caminhoneiros de ocorrências nas rodovias, bloqueios ou postos de serviços essenciais que estejam fechados. Mais de 400 painéis eletrônicos estão espalhados pelas rodovias paulistas, divulgando mensagens aos profissionais e orientações para evitar a covid-19.

Outra ação é a criação de um site com dados, em tempo real, dos locais de restrição de circulação ou mesmo das diversas ações que as concessionárias têm feito como distribuição de kits, tags de pedágio, itens de higiene, entre outras. O site pode ser acessado aqui.

Arteris

A concessionária Arteris, que administra Régis Bittencourt, Fernão Dias e o trecho da BR-101 RJ/Norte entre Niterói e Campos dos Goytacazes, na divisa com o Espírito Santo, fez, logo no início da pandemia, distribuição gratuita de tags de pedágios aos caminhoneiros, de álcool em gel 70%, máscaras, luvas, kits de higiene, entre outros itens. A ação mais recente começou em 7 de maio, quando a concessionária começou a vacinar os caminhoneiros contra H1N1, começando por Franca (SP).

A ação, viabilizada por meio de parceria entre a Arteris ViaPaulista e o Governo do Estado de São Paulo, acontece na Rodovia Cândido Portinari (SP-334) e tem como objetivo reforçar as iniciativas de suporte aos trabalhadores de serviços essenciais.

Em Franca (SP), a vacinação acontecerá a partir das 9h na base Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), instalada no quilômetro 395 (Sul) da rodovia. A mesma campanha também acontece até 14 de maio em Cordeirópolis (SP), Posto Graal Turmalina, na rodovia SP-330 – Via Anhanguera, no km 158+500m da pista sentido Araras.

Ecovias

A Ecovias, que administra as rodovias Anchieta e Imigrantes, em São Paulo, também distribuiu no início da pandemia tags gratuitas aos caminhoneiros para facilitar a passagem pelos pedágios. A concessionária distribuiu álcool em gel aos motoristas nos pedágios e ofereceu serviço de medição de temperatura dos profissionais no quilômetro 40 da Via Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP).

Grupo CCR

O Grupo CCR vem, desde o início da pandemia, realizando várias ações voltadas às comunidades próximas aos seus 3,8 mil quilômetros de rodovias administradas. De acordo com a empresa, já foram investidos R$ 5,7 milhões para amenizar os impactos da covid-19.

Nas estradas, a concessionária elaborou um conjunto de ações batizadas de Plano de Apoio ao Caminhoneiro, com distribuição de kits de alimentação, levando em conta que boa parte dos estabelecimentos à beira da estrada está fechada, de higiene pessoal, serviços de desinfecção das cabines dos caminhões, inspeção de equipamentos, eventual troca de lâmpadas, oferta de vouchers para banhos e pernoites, reforço nos atendimentos médicos em estações ao longo das rodovias e entrega de dispositivos de pagamento automático de pedágio. Essas ações, de acordo com o Grupo CCR, já somam mais de 120 mil atendimentos.

Para contribuir com o sistema de saúde, o grupo destinou R$ 100 mil ao Hospital Mater Dei, de Belo Horizonte (MG), e investiu, também, na preparação de um local específico para doação de sangue no estabelecimento, de maneira a garantir todos os procedimentos adequados para evitar o contágio da covid-19 entre os doadores.

Em São Paulo, o programa Parceiros da Educação recebeu outros R$ 100 mil da empresa para apoiar adequações realizadas em escolas próximas a Paraisópolis para receber pessoas que precisam se manter em quarentena. O Grupo CCR assegurou também a compra de 200 mil máscaras de tecidos confeccionadas por projetos sociais.

Além de gerar renda, os acessórios seguirão para comunidades e hospitais próximos às áreas de atuação das empresas do grupo. Os funcionários do grupo também têm recebido atenção especial da concessionária: até o momento, mais de 6 mil colaboradores receberam treinamento específico para atuar nesses atendimentos aos caminhoneiros.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login