Buscando sugestões para:


Meios de transporte

Vai comprar uma bike nova? Confira como saber o tamanho correto do aro da sua bicicleta

A função que a bicicleta terá para você deve ser considerada para encontrar o tamanho perfeito do aro

2 minutos, 55 segundos de leitura

18/05/2022

Atividades como passeio, esporte, transporte e viagem requerem materiais, larguras e diâmetros. Foto: Getty Images

O aro da bicicleta é a circunferência interna da roda e tem como principal função sustentar e garantir o correto posicionamento dos pneus. A partir dos raios, a estrutura circular conecta o cubo, que abriga o eixo central da roda, com a base da cobertura pneumática. O aro afeta diretamente o desempenho da bike, garantindo o controle e segurança para o ciclista.

Como escolher o aro adequado?

A escolha do aro adequado deve considerar, principalmente, qual é o uso da bicicleta. Atividades como passeio, esporte, transporte e viagem requerem materiais, larguras e diâmetros diferentes para uma melhor pedalada.

Tamanho

O número do aro é referente ao tamanho de seu diâmetro em polegadas. As estruturas com 20 e 24 polegadas são utilizadas em bicicletas dobráveis, BMX e trial, sendo presente também em “magrelas” para crianças.

O aro 26 é o mais comum, pois oferece estabilidade e eficiência em diferentes terrenos, em bikes urbanas e de trilhas. O tamanho de 27,5 polegadas oferece melhor tração nas curvas e garante uma maior velocidade em estradas de terra. Com aceleração mais lenta, mas maior sustentação de velocidade, o aro 29 é ideal para trilhas abertas, cicloturismo e estrada.

Largura

A largura externa do aro é um item que passa desapercebido, porém tem grande importância para o desempenho da bicicleta. Quanto maior, melhor a capacidade de suportar pressões mais baixas dos pneus e menor a velocidade. As versões mais finas, com 17 mm, são indicadas para velocistas, enquanto as mais grossas, com 29 mm, rendem melhor em mountain bikes.

Profundidade

Outra característica que costuma ser ignorada, mas afeta a aerodinâmica da roda e a performance da bike, é a profundidade do aro. A medida mais comum é 40 mm. Aros profundos, de até 80 mm, garantem mais aerodinâmica, sendo ideal para corridas, e os menos profundos, com 25 mm, dão maior controle para pistas off road.

Tipo

Existem três tipos principais de aro: standard, tubular e tubeless. A escolha entre os três depende da característica do pneu a ser utilizado e as condições de pedalada.

O aro standard é indicado para os pneus clincher, isto é, equipados com câmara de ar, utilizados em bicicletas de estrada. Em sua estrutura, existem orifícios para acomodar os nipples, uma espécie de parafuso para encaixe do raio. Antes colocar o pneu, é importante passar uma fita protetora para evitar que a câmara de ar seja perfurada.

A estrutura tubular não é muito diferente. Entretanto, os pneus são colados diretamente no aro e não tem orifícios para os nipples. O modelo geralmente é fabricado com a roda pronta (com cubo e raios) e voltado para provas de velocidade. 

Já a versão tubeless, ideal para mountain bikes, não tem câmera e, por isso, é menos suscetível a furos.

Material

O material do aro influenciará na velocidade e na estabilidade da bicicleta como também no tipo de freio que será utilizado. Os aros de alumínios são os mais utilizados por sua resistência à corrosão e baixo custo. Entretanto, materiais como aço conferem maior durabilidade e são mais usados em bikes infantis.

Entre os tipos especiais, estão as estruturas de liga leve e de fibra de carbono, indicadas para ciclismo de alta velocidade em estrada, enquanto os aros de raios são desenvolvidos especialmente para resistir melhor em terrenos irregulares.

Fontes: Mtb Brasília, Pedal, Cyclia Bike, Atletis.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login