Buscando sugestões para:


Patrocinio Dunlop Patrocinio Dunlop
Meios de transporte

Conheça 6 tipos de bicicletário e confira as vantagens de cada um

É importante procurar um local seguro e prático para estacionar a bike no dia a dia

2 minutos, 43 segundos de leitura

18/06/2022

Por: Redação Mobilidade

Ao conhecer melhor a diferença entre eles, é possível estacionar com segurança. Foto: Getty Images.

Nem sempre é fácil achar um lugar para estacionar a bike. Por isso, separamos seis tipos de bicicletário para você.

Assim, ao conhecer melhor a diferença entre eles, você consegue estacionar em um local seguro e prático. Dessa forma, evita problemas, como ter a bike furtada ou atrapalhar o caminho de alguém.

Confira as vantagens de todos os tipos de bicicletário:

U Invertido

O primeiro tipo de bicicletário mais comum é o “U Invertido”. Em geral, o formato é um semicírculo. Por isso o nome, pela semelhança com a letra.

Segundo os ciclistas, este é o melhor tipo de bicicletário. Isso porque oferece maior segurança e permite usar a famosa trava U-lock.

Trave

Apesar do nome diferente, este é um tipo de bicicletário bem comum. Na verdade, não é somente esta a função da “trave”.

Pode ser usado como bicicletário de “trave” um poste de luz ou uma placa de trânsito. Entretanto, é preciso observar bem se a bike não vai ficar atrapalhando a passagem.

Outro cuidado que todo ciclista deve tomar ao usar esse tipo de local como bicicletário é a segurança. Afinal, se o poste for baixo, alguém pode passar a bicicleta por cima e furtá-la.

Bicicletário de roda

Neste caso, esse tipo de bicicletário pode ter vários formatos. Entre eles estão triângulos e semicírculos.

O objetivo é que o ciclista prenda a bike pela roda. Afinal, a estrutura é baixa e presa ao chão.

Este tipo de bicicletário é mais comum em mercados, por exemplo. Contudo, alguns cuidados também devem ser tomados.

Antes de prender a bike, veja se a estrutura não é frágil ou está solta. Além disso, observe se a trava não vai danificar a roda na hora de prender sua bicicleta.

Bicicletário suspenso

Os bicicletários suspensos são um tipo comum em condomínios, por exemplo. Às vezes, são apenas ganchos, mas podem ser estruturas mais firmes também.

Uma opção é prender a bike pela roda. Em outros casos, é possível fixá-la pelo quadro.

Contudo, neste caso não é possível trancar a bicicleta. Ou seja, qualquer pessoa pode retirá-la facilmente.

Além disso, uma pessoa idosa ou com baixa estatura pode ter dificuldades. Afinal, o bicicletário suspenso é sempre alto, para que a bicicleta fique na posição vertical.

Grade

Este tipo de bicicletário também não é próprio somente para prender bikes. Embora existam grades feitas para isso, algumas são apenas objetos na rua.

Para prender a bicicleta em grades, é preciso verificar se ela está bem fixa. Outro detalhe importante: nunca prenda sua bike em portões ou grades de locais privados sem autorização, como casas, por exemplo.

Bicicletários públicos

Por fim, existem os bicicletários públicos. São locais em que você faz um cadastro e deixa sua bicicleta dentro.

É possível que estes lugares sejam abertos ou fechados. Em ambos os casos, é sempre importante colocar uma trava.

Mesmo que o local tenha algum tipo de segurança, ninguém consegue garantir que outra pessoa não vai levar sua bike por engano. Portanto, leve sempre uma trava com você!

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login