Nova moto trail elétrica; veja detalhes e preço | Mobilidade Estadão | Mercado, MotoMotor

Buscando sugestões para:


Publicidade

Nova moto trail elétrica promete ir bem também na terra; veja detalhes e preço

Por: Arthur Caldeira . 16/06/2024
Meios de Transporte

Nova moto trail elétrica promete ir bem também na terra; veja detalhes e preço

Watts W-Trail tem autonomia para até 100 quilômetros e adaptador para carregadores rápidos

2 minutos, 5 segundos de leitura

16/06/2024

Por: Arthur Caldeira

Watts W-Trail, moto trail elétrica
Watts tem suspensão invertida e pneus de uso misto. Fotos: Divulgação/Watts

A Watts, empresa de mobilidade do Grupo Multi, lançou a primeira moto trail elétrica do mercado brasileiro. Batizada de W-Trail, a moto tem suspensão invertida, com 190 mm de curso, na dianteira, balança monoamortecida, na traseira. Promete versatilidade e robustez para rodar, sem poluir, também em estradas de terra.

Apresentada pela Watts, durante o Festival Interlagos Motos 2024, a W-Trail tem motor elétrico central de 12.000W de potência máxima, o equivalente a 16 cv. Com incríveis 38,7 m.kgf de torque máximo, a trail pode chegar a 100 km/h. Sua bateria de lítio de 72V e 58Ah oferece 100 quilômetros de autonomia, de acordo com a montadora.

“A W-Trail mostra que é possível ampliar a variedade de categorias de motos elétricas e que elas são capazes de atender aos mais diversos perfis de motociclistas, equilibrando potência e autonomia”, afirma Rodrigo Gomes, fundador e diretor comercial da Watts.

A W-Trail chega às concessionárias da Watts em agosto. Com duas opções de cores, azul e vermelha, a moto trail elétrica vai custar R$ 31.990.

Como é a trail elétrica da Watts

Com um design que até lembra a Honda XRE 190, em função de seu “bico”, a W-Trail tem farol de LED e painel digital. Com rodas aro 19, na dianteira, e 18, na traseira, calça pneus de uso misto que reforça seu visual de moto aventureira.

As suspensões – garfo invertido, na frente, e um amortecedor com link, atrás – reforçam sua proposta de rodar em qualquer terreno. Os freios, a disco em ambas as rodas, contam com sistema combinado (CBS).

Uma novidade da moto trail elétrica da Watts está na possibilidade de recarregá-la também estações para carros elétricos. Segundo a empresa, pode-se carregar 100% em até três horas. Por ser portátil, a bateria permite recarregar também em tomadas comuns.

Outros opcionais incluem chave de presença com alarme e a facilidade do câmbio automático, que atem até marcha a ré.

Embora seja uma moto elétrica, a W-Trail também precisa passar por revisões periódicas. De acordo com a montadora, as revisões não têm custo e acontecem aos 1 mil km e aos 5 mil km. Assim como outras motos produzidas pela Watts, a W-Trail conta garantia de 12 meses para o chassi da moto e 24 meses para motor e bateria.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?

Quer uma navegação personalizada?

Cadastre-se aqui

0 Comentários


Faça o login