Voltar

Conteúdo original Estradão Estadão

Meios de transporte

Fábricas de DAF e Volvo retomam as atividades

Fábricas da DAF e da Volvo retomaram as atividades e adotaram novos protocolos de segurança e higiene. A Mercedes-Benz voltará a operar no dia 11 e construiu um ambulatório para atender funcionários com sintomas do novo coronavírus

Tião Oliveira

09/05/2020 - 3 minutos, 34 segundos


fabricas-voltam-a-operar

As fábricas da DAF Caminhões e da Volvo do Brasil retomaram às atividades da produção de forma gradativa na segunda-feira, 4. Também na DAF, o pessoal da área administrativa está alternando home office e atividades no prédio da empresa.

Para possibilitar a retomada da produção, a DAF intensificou iniciativas voltadas à higiene. Foram instalados pontos com  álcool gel 70% em diversos locais da fábrica. Além disso, a desinfecção de áreas comuns passou a ser feita de maneira mais intensa.

VP da Volkswagen Caminhões e Ônibus diz que prioridades são o cliente e a rede

A empresa também distribuiu máscaras reutilizáveis de tecido aos funcionários. E entregou kits de higiene pessoal. Na chegada à fábrica, todos são submetidos a aferição de temperatura corporal. Em caso de febre ou suspeita, o colaborador é encaminhado à área médica.

Diretor comercial da DAF, Luis Gambim diz que nenhum funcionário foi desligado. A empresa também não implementou redução nos salários. “Como a estrutura é pequena, isso não foi necessário”, afirma.

Vale lembrar que o Grupo Paccar, dono da DAF, registrou faturamento de US$ 4,3 bilhões em 2019. Esse valor equivale a mais de R$ 25 bilhões na conversão direta.

O bom resultado permitirá que a companhia apoie suas várias operações no mundo todo. Sobretudo durante o período de crisa causado pelo avanço do novo coronavírus. Entre as marcas do grupo estão a Peterbilt e Kenworth, ambas com fábrica nos Estados Unidos.

Nas fábricas, jornada está reduzida

A Volvo também retomou suas atividades na segunda-feira, dia 4. Conforme aprovado em assembleia online mediada pelo sindicato dos trabalhadores, parte dos funcionários teve o contrato suspenso. Os colaboradores que permanecem à disposição da empresa tiveram a jornada de trabalho e os salários reduzidos em 25%, nos termos da MP 936.

Por causa da redução de pessoas foi possível fazer a divisão dos funcionários entre os turnos. Isso permite respeitar a recomendação de distanciamento feita pelos órgãos de saúde.

A fábrica da Volvo está operando em dois turnos. Além disso a companhia tornou obrigatório o uso de máscaras. E adotou distanciamento mínimo de 1,5 metro entre seus colaboradores. Os funcionários das áreas administrativas estão trabalhando em sistema de home office.

Mercedes-Benz tem ambulatório de campanha

A Mercedes-Benz voltará a produção de caminhão e ônibus na próxima segunda-feira, 11. E, para ajudar a garantir a proteção dos colaboradores, a empresa construiu um ambulatório de campanha. A estrutura será focada no atendimento de funcionários com suspeita de contaminação pelo novo coronavírus.

O ambulatório foi erguido dentro das dependências da fábrica de São Bernardo do Campo (SP). A unidade conta com leitos e respiradores mecânicos, entre outros equipamentos. A equipe de atendimento é formada por cerca de 30 profissionais da área médica.

“Essa iniciativa faz parte de uma série de medidas preventivas para voltarmos a produzir com segurança, garantindo a saúde de todos”, diz o presidente da Mercedes-Benz do Brasil & CEO América Latina, Philipp Schiemer.

Com base nas recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), a Mercedes-Benz preparou uma cartilha para ser distribuída aos colaboradores. Há uma série de informações, orientações e dicas para auxiliar os funcionários que estão regressando à fábrica.

Há dicas sobre os cuidados que devem ser tomados no transporte. E recomendações em relação ao distanciamento entre os colaboradores, que de ser de, no mínimo, 1,5 metro. A empresa também determinou o uso de máscaras.

Para as concessionários

Os funcionários da rede de todas as marcas foram orientados a evitar a circulação. A recomendação é priorizar a comunicação remota, seja por meio de telefone, WhatsApp ou Skype.

Nas oficinas, as equipes estão redobrando a higienização de algumas partes do veículo. É o caso de maçanetas das portas, volante, alavanca de câmbio e assentos, entre outras.

O agendamento de serviços também está sendo feito de forma mais criteriosa. O objetivo e evitar aglomeração nas oficinas.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login