Buscando sugestões para:


Mobilidade para quê?

“Invasão rosa” celebra avanço da Buser

Transportando mais passageiros a cada mês, a empresa começou o ano com 6 milhões de clientes cadastrados

4 minutos, 17 segundos de leitura

25/01/2022

ônibus da buser no rj
Foto: Divulgação Buser

Para celebrar os sucessivos recordes de passageiros transportados, a Buser está provocando uma verdadeira “invasão rosa” – a cor da startup – em várias cidades do País, especialmente São Paulo e Rio de Janeiro. São campanhas de marketing e ações de rua que usam a criatividade e o clima mais descontraído do verão para divulgar a oportunidade de pagar bem menos por viagens rodoviárias.

Uma dessas ações é o envelopamento da estação Tietê da linha 1 -Azul do metrô de São Paulo, que permanecerá ativo até março. Mais de 150 m2 foram cobertos de rosa – incluindo catracas, muretas e painéis digitais –, até chegar ao portão do Terminal Rodoviário do Tietê. 

A ideia é lembrar aos passageiros a caminho dos ônibus convencionais de viagem que há uma possibilidade com preços bem mais atraentes e um jeito diferente de viajar pelo Brasil. Como incentivo, um QR code gigante leva diretamente ao download do aplicativo, além de oferecer um cupom para que a primeira viagem seja grátis.

No Rio, as ações incluíram o envelopamento do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e o “Momento Buser”, ação em que um avião cruza os céus da orla, quatro vezes ao dia, exibindo o cupom de viagem grátis para a primeira compra pelo aplicativo.

Já no “Experiência Buser”, realizado inicialmente na praia de Copacabana, uma bike com a identidade visual da marca circula pela orla, convidando as pessoas a registrar o momento. Além da foto impressa, os participantes podem ganhar outros brindes. Essa mesma ação foi levada às praias paulistas – Guarujá, Santos e outras cidades do Litoral Norte – e até à Avenida Paulista, para comemorar os 468 anos da cidade de São Paulo, celebrado em 25 de janeiro.

No final de dezembro, a Buser estreou um filme publicitário, veiculado em canais abertos e na TV paga, comparando a experiência de viajar pela plataforma com os serviços prestados pelas empresas tradicionais de ônibus. Com a assinatura “E aí, vai de ônibus ou vai de Buser?”, a campanha descreve a combinação de vantagens que os passageiros têm ao optar pela startup – mais praticidade e segurança, por um preço menor. Não deixa de ser uma provocação às grandes empresas do setor.

Evolução permanente

Foto: Divulgação Buser

Nos primeiros dias de janeiro, após a alta demanda registrada na virada do ano, a Buser chegou à marca de 6 milhões de clientes cadastrados. “Para continuar conquistando cada vez mais gente, é fundamental mostrar as vantagens dos nossos serviços. Por isso temos marcado presença em locais de grande circulação”, diz Flavia Oliveira, head de Marketing da Buser.

Em ritmo acelerado de crescimento, a empresa tem alcançado, desde agosto, sucessivos recordes no volume mensal de viajantes. Em dezembro, foram 870 mil pessoas embarcadas, aumento de 25% sobre o mês anterior. Já são mais de 700 cidades, em todo o País, conectadas ao serviço, executado por 1.200 ônibus de 400 parceiros de fretamento. “Estamos democratizando o transporte de passageiros no Brasil, pois nosso modelo permite reduzir até pela metade os preços praticados na rodoviária”, descreve Marcelo Vasconcellos, cofundador da Buser.

Além das ações de marketing, a Buser tem investido no aprimoramento permanente de seus processos e em toda a infraestrutura envolvida, a exemplo dos projetos de melhoria nos pontos de embarque e desembarque.

Criada com a missão de promover serviços de transporte melhores e com preços mais acessíveis, a Buser focou suas atividades, nos três primeiros anos, em promover o fretamento colaborativo, por meio de uma plataforma para conectar viajantes a empresas de ônibus. 

Desde 2021, em decorrência do amadurecimento da startup, que contou com novos aportes financeiros e profissionalizou o seu time, a Buser evoluiu para uma verdadeira plataforma multisserviços de mobilidade coletiva. Passou a atuar também como marketplace de passagens, em parceria com grandes companhias, e também com o transporte de cargas, por meio do Buser Encomendas. Isso sem falar dos outros negócios em que a empresa vem apostando, como financiamento de veículos junto às empresas de ônibus. 

Para 2022 a empresa pretende continuar nesse caminho de diversificação, de olho em novos negócios. Mas o foco passa a ser a consolidação e a padronização de alguns serviços que estão mais avançados, como o fretamento colaborativo, hoje seu principal negócio.

Virada de ano com a Buser

Conheça os dez trechos mais reservados nos feriados de Natal e Ano Novo:

  1. São Paulo (SP) – Rio de Janeiro (RJ)
  2. Belo Horizonte (MG) – Rio de Janeiro (RJ)
  3. São Paulo (SP) – São José do Rio Preto (SP)
  4. Belo Horizonte (MG) – Cabo Frio (RJ)
  5. Belo Horizonte (MG) – São Paulo (SP)
  6. Ribeirão Preto (SP) – São Paulo (SP)
  7. Rio de Janeiro (RJ) – Vitória (ES)
  8. Araçatuba (SP) – São Paulo (SP)
  9. Belo Horizonte (MG) – Governador Valadares (MG)
  10. Belo Horizonte (MG) – Vitória (ES)

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login