Mobilidade para quê?

KFC lança serviço de entrega com carros autônomos na China

Minicarros autônomos andam sozinhos pelas ruas e funcionam de maneira totalmente automatizada

2 minutos, 42 segundos de leitura

08/01/2021

KFC lança delivery em carros autônomos
Foto: Getty Images

Com a pandemia de covid-19 e a necessidade de isolamento social, o mercado de restaurantes começou a se reinventar para amenizar os impactos econômicos da quarentena. Em Xangai (China), a rede de fast-food KFC iniciou a implementação de food trucks autônomos com conexão 5G.

Já conhece o Estadão Summit Mobilidade Urbana? Saiba o que rolou na última edição do evento.

Os miniveículos não tripulados permitem que o cliente compre a refeição sem a necessidade de interação humana, tornando as vendas mais seguras. A iniciativa é uma parceria entre a Neolix e a Yum Brands, dona da marca KFC. Outras empresas do ramo alimentício, como Pizza Hut, também fecharam acordo com a companhia chinesa para os serviços autônomos de entregas.

Ônibus autônomo entrega alimentos durante a pandemia

Uma curiosidade é que o mesmo design foi utilizado em outras áreas durante a pandemia, como em serviços de patrulha, entregas de alimentos, vendas, suprimentos médicos e para desinfecção de ruas no combate ao coronavírus.

Como funcionam os food trucks autônomos

No food truck autônomo da KFC, pedido e pagamento são totalmente automatizados.
No food truck autônomo da KFC, pedido e pagamento são totalmente automatizados.

O restaurante sobre rodas funciona de maneira prática e segura graças à automatização total da compra. O pedido é selecionado por meio de uma tela e o pagamento é feito via QR Code, então a porta se abre e o cliente retira a mercadoria sem a necessidade de entrar em contato com um funcionário.

Os carros da Neolix suportam direção autônoma de nível 4, podendo detectar obstáculos devido a seu conjunto de sensores. Eles oferecem autonomia de 100 quilômetros em uma única carga e velocidade máxima de 50 quilômetros por hora, com a bateria podendo ser trocada em 30 segundos sem a necessidade de ferramentas.

Como a pandemia afeta o desenvolvimento de carros elétricos?

A tecnologia é uma alternativa rentável para o mercado de restaurantes em meio à pandemia, visto que o funcionamento prático da bateria não exige que o veículo tenha de se locomover até uma estação de carga para poder rodar um dia inteiro.

Carros autônomos na superação dos impactos da pandemia

Implementação de veículos autônomos na pandemia pode aumentar a circulação dessa tecnologia nas cidades.
Implementação de veículos autônomos na pandemia pode aumentar a circulação dessa tecnologia nas cidades.

Diante do quadro nebuloso para os negócios na crise da covid-19, empresas têm implementando medidas preventivas para proteger funcionários e clientes, além de buscar soluções seguras para manter suas vendas. As perdas na receita de restaurantes foram muito expressivas em 2020; a Yum China, por exemplo, fechou 30% de suas lojas e teve queda de 40% a 50% nas vendas. McDonald’s, Dunkin’ Donuts e Starbucks já anunciaram que fecharão 1,4 mil lojas nos Estados Unidos entre 2020 e 2021.

Carros autônomos transportam testes de covid-19 nos EUA

O lançamento de serviços de entrega com carros autônomos é um passo adiante na adaptação das marcas ao cenário pandêmico. As alternativas inovadoras feitas para minimizar os impactos financeiros com a queda das vendas possibilitam oportunidades para o aprimoramento da tecnologia e o crescimento do uso desses veículos nos centros urbanos.

Fonte: SoyaCincau, Forbes

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login