Buscando sugestões para:


Mobilidade para quê?

LED em motos garante melhor iluminação e mais durabilidade

Linha de LED para motos Philips pode substituir as lâmpadas halógenas em diversos modelos, sem a necessidade de adaptação elétrica e com benefícios

4 minutos, 36 segundos de leitura

13/01/2022

Por: Philips, Estadão Blue Studio

moto na estrada

Mais eficientes e duráveis do que as lâmpadas comuns, os diodos emissores de luz, mais conhecidos pela sigla em inglês “LED”, são uma alternativa simples e moderna para aprimorar a iluminação da sua moto e, ainda, conferir um visual mais atual.

As primeiras motocicletas utilizavam carburetos que, por meio de uma reação química, forneciam luz para iluminar o caminho dos motociclistas. Depois vieram as lâmpadas halógenas, dotadas de filamentos internos que se aquecem e produzem luz, e ainda são utilizadas em muitos modelos de motos. 

Mais recentemente, surgiram os LEDs, formados por pastilhas com germânio ou silício que vão instaladas em uma placa de circuito impresso, em vez dos filamentos das halógenas. Ao gerar determinada tensão sobre eles, os LEDs emitem luz.

O que são LEDs?

Grosso modo, os LEDs são fáceis de reconhecer: emitem um facho de luz potente, e uma iluminação mais ampla do que uma lâmpada comum. Por utilizarem chips de material semicondutor sólido de alta tecnologia, os LEDs são mais resistentes às trepidações e duram mais.

Na última década, os LEDs passaram a ser usados na iluminação dos carros e, mais recentemente, em novas motos, justamente por iluminar melhor e durar mais do que as halógenas.

Mas o que pouca gente sabe é que, mesmo que sua moto seja mais antiga, é possível “atualizar” o farol instalando uma lâmpada de LED. A Phillips, uma das maiores fabricantes de lâmpadas do mundo, oferece uma completa linha de LEDs para motos no mercado de reposição. Os LEDs para motos Phillips estão disponíveis para farol alto, farol baixo e sinalização, como setas, lanternas, luz de freio e até a para a iluminação da placa.

As lâmpadas de LED para motos da Philips foram projetadas para os faróis compactos das motos e trazem diversas vantagens. A começar por visibilidade e segurança. “Em alguns casos, o LED oferece até 130% mais luz”, revela Juliana Grubel, gerente de Marketing da Philips para a América Latina.

Esse tipo de “lâmpada” também confere mais estilo à moto, afinal, sua temperatura de luz pode chegar a 6.500 K. “Outro pilar importante é que os LEDs para motos Philips, por serem mais resistentes, garantem máxima durabilidade, de até cinco anos”, completa a executiva da empresa.

Como escolher o LED para sua moto

Muita gente não sabe que é possível trocar a lâmpada original por um LED, garante Grubel, gerente de Marketing da Philips. Segundo ela, “é muito fácil e benéfico instalar esse tipo de lâmpada”.

OFERTAS 0KM

A troca da halógena original de fábrica pela tecnologia LED da Philips não requer adaptações elétricas, mas é preciso prestar atenção a alguns detalhes antes de escolher uma lâmpada em LED para sua motocicleta.

Primeiramente, verifique qual o tipo de encaixe da lâmpada da sua moto. No farol, por exemplo, há diversos tipos, como HS1, H4, H7, M5. Antes de escolher o LED, recorra ao manual do proprietário para saber qual o encaixe no farol da sua moto.

Também é importante saber qual o tipo da corrente elétrica: alternada, quando acionada pela energia do alternador, ou contínua, quando é alimentada pela bateria. Também escolha um LED que tenha a mesma voltagem do farol da sua moto, que geralmente é de 12 V.

A Philips oferece duas linhas de LED para motos. A Ultinon Essential Moto, por exemplo, está disponível nos formatos M5 e H4 60/55W, para motos com corrente contínua. Já a linha Ultinon Moto LED pode substituir lâmpadas halógenas HS1 e H4 35W/35W e pode ser usada tanto em motos com corrente alternada como em modelos com corrente contínua.

As lâmpadas de LED Philips para motos ainda contam com tecnologia que evita o superaquecimento do componente, que causa perda do poder de iluminação e reduz a durabilidade. Fique atento também se o item oferece resistência à água e à poeira (certificação IP65) e à vibração.

As duas linhas da Philips, Ultinon Essential Moto e Ultinon Moto LED, já têm a certificação IP65 e sistemas que garantem o adequado controle térmico. “Além disso, também oferecem resistência a altas vibrações”, completa a executiva da Philips.

Outro fator importante é a linha de corte para não ofuscar a visão de quem trafega no sentido contrário. A linha de corte da projeção de luz é determinada por normas internacionais e por resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), e, claro, as lâmpadas Philips Moto LED atendem a essas especificações.

Como regularizar o LED na moto

Ao contrário de outras tecnologias – como o xênon, por exemplo –, o uso LED está previsto em resolução do Contran e, por isso, é permitido em substituição às halógenas convencionais. Mas é preciso que o motociclista faça a adequação no documento do veículo, no Ciretran ou Detran da sua cidade.

Embora nem todos os motociclistas façam o processo, a adequação no documento verifica justamente a projeção de luz dos faróis nos pontos estratégicos e a linha de corte. Vale ressaltar que as lâmpadas de LED para motos Philips já atendem aos requisitos técnicos, respeitando a linha de corte em harmonia com o conjunto ótico da moto.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login