Mobilidade para quê?

Melhores aplicativos para saber a localização do ônibus

Tecnologia mostra onde os veículos estão, em tempo real, e ajuda a população no planejamento de seus deslocamentos diários

4 minutos, 2 segundos de leitura

03/09/2021

Por: Daniela Saragiotto

Foto: Getty Images

Quem usa transporte público sabe o quanto é ruim não ter ideia do tempo em que o ônibus vai levar para chegar. Se o usuário estiver indo a um compromisso com hora marcada, então, a espera pode ser ainda mais aflitiva.

Uma pesquisa da Rede Nossa São Paulo, realizada em outubro do ano passado, revelou que a falta de frequência dos ônibus é o terceiro problema apontado pelos usuários da capital paulista (11% do total), precedida por lotação do veículo, em primeiro no ranking das queixas (25%), e preço da tarifa (13%). A falta de pontualidade também está na lista, reclamação feita por 7% do total de respondentes do estudo.

A tecnologia tem ajudado os usuários a se programarem para seus compromissos diários. Hoje, estão disponíveis diversos aplicativos, que utilizam dados das empresas de transporte, além de reportes dos próprios usuários para compartilharem informações sobre o sistema de transporte público, em tempo real. Confira os principais deles. 

Moovit

É uma empresa Intel e um dos aplicativos para saber o horário de chegada do ônibus – e outros modais – mais utilizados no mundo. No Brasil, ele está presente em todas as capitais e em 400 cidades, incluindo o Distrito Federal. Globalmente, pode ser acessado em 112 países e tem mais de 950 milhões de usuários. Em junho deste ano, a plataforma passou por uma atualização que tem possibilitado que as pessoas recebam informação, em tempo real, também sobre a lotação de ônibus, metrôs e trens, além dos pontos, terminais e estações.

As informações são fornecidas pelos próprios usuários, e estão disponíveis para os seguintes modais: ônibus, trens, metrôs, VLTs e barcas. A previsão de chegada, em tempo real – tanto dos ônibus como dos demais modais –, é um dos serviços mais usados. Com ele, o usuário consegue acompanhar o horário em que os veículos estarão nos pontos. “A missão do Moovit é simplificar a mobilidade urbana em todo o mundo, tornando-a mais acessível, segura e confiável”, diz Nir Erez, CEO e um dos fundadores da empresa.

Disponível em Android e iOS.

CittaMobi

Desenvolvido em 2014, ele reúne informações dos ônibus nas cidades em que atua, por meio do seu aplicativo gratuito para usuários de Android e iOS. Hoje, o app opera em mais de 300 cidades brasileiras, de 14 Estados, monitorando os ônibus das frotas. “O CittaMobi é a plataforma que oferece soluções que melhoram, em diversos aspectos, a vida dos usuários de transporte coletivo, seja por promover economia de tempo, seja dando a possibilidade de milhares de brasileiros organizarem sua rotina.”, diz Paulo Fraga, CEO do CittaMobi.

Um diferencial da empresa é que o aplicativo possui uma versão adaptada para deficientes visuais, o CittaMobi Acessibilidade. Criado por Luiz Eduardo Porto, em parceria com a equipe da empresa, o app foi feito com base na necessidade do seu desenvolvedor, que é deficiente visual: utilizar o transporte público de maneira mais eficiente. Dessa forma, a plataforma oferece a previsão dos horários de ônibus, em tempo real, com informações transmitidas por áudio.

Quicko

Trata-se de um app de integração entre os diversos modais que monitora o horário de chegada dos ônibus e de outros tipos de transporte, permitindo o acompanhamento do trajeto. Gratuito e disponível tanto para o sistema operacional Android como para o iOS, ele mostra a localização dos pontos de ônibus, a que linhas atendem, a posição aproximada em um mapa e os horários de chegada de cada um, em tempo real.

Em julho deste ano, o aplicativo lançou, em parceria com a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, a funcionalidade Aviso de Assédio. Com a ferramenta, usuários do Quicko App – vítimas ou testemunhas – podem reportar casos do tipo no transporte, na rua, nas estações ou mesmo nos pontos de ônibus. “Trazemos mais uma ferramenta importante à cidade. A Quicko quer criar uma mobilidade para pessoas, independentemente do transporte. E não há mobilidade sem liberdade de locomoção. As mulheres sentem medo na rua e são maioria no transporte. O Aviso de Assédio é mais uma forma de apoiarmos as mulheres”, diz Carolina Badaró, COO da Quicko.

Disponível, por enquanto, apenas para Android, a funcionalidade mostra o passo a passo para fazer a denúncia ou contatar as autoridades, oferecendo opções como localizar pontos de apoio nas estações de trem e metrô ou ligar diretamente para o número 156, da Prefeitura de São Paulo. Além dessas denúncias, os usuários podem reportar descontentamento com o transporte, como lotação, atrasos, má conservação de veículos, entre outros.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login