Buscando sugestões para:


Patrocinio Dunlop Patrocinio Dunlop
Mobilidade para quê?

MetrôRio incentiva a contratação de mulheres

Programa de aprendizes treina jovens para ocuparem a função de eletricistas industriais

3 minutos, 16 segundos de leitura

06/07/2022

Por: Daniela Saragiotto

jovens aprendizes MetroRio
A iniciativa, que começou em 2021, já permitiu a efetivação de 22 jovens aprendizes. Foto: Divulgação MetrôRio

Embora já não faça sentido falar que uma função é exclusiva para homens, alguns segmentos ainda precisam de um incentivo para atrair o público feminino. E foi isso que o MetrôRio fez ao criar, em junho de 2021, um programa de aprendizes específico para as mulheres, com foco no aumento da participação feminina nos cargos de gestão.

A iniciativa, segundo o MetrôRio, está alinhada aos objetivos do Programa de Diversidade e Inclusão da companhia e foi realizada com base em um diagnóstico da situação do público feminino na empresa, feito em parceria com a ONU Mulheres, para a implementação de melhorias no ambiente de trabalho.

Em julho do ano passado, quando foram abertas as inscrições para estudantes de 18 a 21 anos, a adesão surpreendeu: mais de 2.500 pessoas se candidataram às vagas. “A primeira turma, composta por 10 alunas, começou fazendo o curso de eletricista industrial no Senai do bairro de Benfica, em outubro de 2021. Já a segunda turma é formada por 12 alunas, que iniciaram o curso, que tem 13 meses de duração, em fevereiro de 2022”, explica Renata Franco, gerente de gente e gestão do MetrôRio.

Início da jornada

Todas as 22 participantes foram contratadas pelo MetrôRio, e já fazem parte do time da concessionária, atuando como jovens aprendizes. No futuro, elas irão desempenhar a função de eletricistas industriais. Entre os benefícios que recebem estão vale-transporte, assistência médica e odontológica, tíquete-refeição, cesta básica e seguro de vida.

Esse é apenas o início de uma trajetória que promete ser longa. A partir da conclusão do curso, elas irão exercitar o aprendizado treinando suas habilidades, por mais dez meses, nas instalações do centro de manutenção da concessionária, com a supervisão de técnicos

“Essas mulheres representam o futuro técnico do MetrôRio, garantindo a qualidade e a excelência do serviço prestado e também uma transformação cultural muito relevante. Isso é fundamental para termos um ambiente cada vez mais justo, equânime, e uma empresa diversa e que respeite e valorize todas as pessoas”, diz Renata Franco.

De olho no futuro

De acordo com Guilherme Ramalho, presidente do MetrôRio, a expectativa com o reforço do time é que as eletricistas industriais passem a desempenhar, gradativamente, funções do setor antes desempenhadas majoritariamente por homens. “A valorização da força de trabalho feminina é também uma das premissas da companhia. Pretendemos investir para que esses novos talentos se desenvolvam, cresçam e, no futuro, sejam formadas supervisoras, coordenadoras e gerentes. Para o MetrôRio, o Jovem Aprendiz é apenas a porta de entrada para grandes mulheres, que, em breve, estarão na liderança de importantes áreas da concessionária”, finaliza Ramalho.

Jovens aprendizes do MetrôRio (da esq. para a dir.): Alline Cristina dos Santos, Liandra Freire, Layna Horrany Pinheiro, Anni Napoleão Ribeiro e Milena Barbosa da Silva. Foto: Divulgação MetrôRio

Diversidade e inclusão

Nos últimos anos, o MetrôRio vem adotando medidas concretas para valorizar e promover a diversidade e a inclusão na empresa. Desde 2017, a concessionária possui um programa de diversidade baseado em quatro pilares: equidade de gênero, raça, LGBTQI+ e pessoas com deficiência.

Entre as ações desenvolvidas nesse sentido estão recrutamento às cegas, mentoria de carreira para mulheres, além de campanhas educativas para colaboradores e ações de conscientização sobre direitos LGBTQI+. Uma das iniciativas práticas foi a Escada da Diversidade, na Central do Brasil, com a pintura do local com as cores do arco-íris com o objetivo de chamar a atenção dos passageiros para o movimento e apoiar a luta pelo respeito.

As linhas 1, 2 e 4 do metrô carioca são controladas, administradas e operadas pelo MetrôRio

São 41 estações, no total

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login