Voltar
Mobilidade para quê?

Relatório da Moovit mostra: Rio de Janeiro tem o maior tempo médio de viagem no País, 67 min

Por quanto tempo as pessoas se deslocam em uma direção única é um dos dados do relatório feito pela Moovit, que traz um panorama sobre transporte público em dez cidades brasileiras

26/01/2021 - 3 minutos, 50 segundos


Foto: Getty Images

Durante o ano de 2020, a Moovit, empresa que desenvolve soluções de Mobilidade como um Serviço (MaaS), analisou movimentações do transporte público e seus usuários pelo mundo. Essa análise está no Relatório Global sobre Transporte Público, que mostra como é a circulação de pessoas em mais de cem cidades em 28 países. O Brasil é um deles. 

Leia mais:
Honda SH 150i faz 40 km/litro e tem freios ABS nas duas rodas; conheça
Saiba o que fazer para deixar sua bike em ordem
Priorizar as pessoas é o desafio para a mobilidade urbana

Entender como é a relação dos usuários com esse tipo de transporte ajuda a criar estratégias mais inteligentes de mobilidade, a partir do momento em que se entende os principais impedimentos. Além de descobrir tendências e como aplicá-las.

A seguir, o Mobilidade Estadão traz alguns destaques do relatório da Moovit, tendo como recorte as principais capitais brasileiras. São elas: São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Fortaleza, Brasília, Porto Alegre e Campinas.

Rio de Janeiro e Recife têm viagens mais longas e com maior tempo de deslocamento

De acordo com os dados, Rio de Janeiro e Recife são as cidades onde há maior tempo médio (em minutos) nas viagens únicas e também onde a população realiza trajetos mais longos.

No Rio de Janeiro, 10,83% das pessoas realizam viagens de trajeto único com 2 horas ou mais de duração, levando em consideração todo o deslocamento. Já em Recife essa porcentagem é de 9,12%. 

Porcentagem em viagens longas

Já quando falamos de tempo médio de viagens, no Rio de Janeiro a média é de 67 minutos em uma viagem única, enquanto em Recife o tempo médio é de 64 minutos. São Paulo, Belo Horizonte e Curitiba aparecem em seguida, respectivamente.

Tempo médio de viagem

Porto Alegre e Campinas têm viagens mais curtas e Curitiba menos espera

Dentro das cidades analisadas, Porto Alegre e Campinas são as que possuem viagens mais curtas. Em Porto Alegre, 31,56% dos usuários levam até 30 minutos em uma viagem, enquanto a porcentagem de Campinas é de 30,39%. Salvador e Curitiba aparecem em seguida com 23,87% e 22,9%, respectivamente.

Já a cidade com tempo de espera mais curto é Curitiba. De acordo com a pesquisa, 17,45% das pessoas esperam menos de 5% por uma viagem.

Porcentagem de viagens curtas

Em Curitiba e Brasília as pessoas caminham distâncias maiores entre as viagens

Ao coletar dados do quanto as pessoas caminham durante suas viagens, Curitiba aparece em primeiro lugar com uma média de 1.364 metros por viagem, o que é quase o dobro de 2019 (723 metros). Em segundo lugar aparece Brasília 1.140 metros. São Paulo está em terceiro, com 1.034 metros, menos do que em 2019 (1.061).

Distância média caminhada em metros

Apesar de números que denotam boa experiência em espera de viagem, Curitiba também é a cidade onde as pessoas caminham mais em uma viagem. Cerca de 49,22% das pessoas andam mais de 1 km entre baldeações e trajetos.

Caminhada longa

Brasília tem altos níveis em distância média de viagens e viagens longas

Outro dado importante que o relatório traz é a distância média das viagens, tanto em quilometragem quanto milhas. Apesar de Rio de Janeiro apresentar maiores índices em distâncias médias (12,41 km e 7,71 milhas), Brasília aparece com números próximos em segundo lugar (12,02 km e 7,47 milhas) e também lidera o ranking de viagens longas, apresentando uma percentagem de 39,31% de pessoas que percorrem mais de 12 km em um trajeto.

Distância média em Km
Distância média em milhas
Viagens longas

Mais de 50% das pessoas em Porto Alegre faz viagens sem baldeações

Baldeações costumam ser comuns em cidades que têm grande fluxo de pessoas. No relatório da Moovit podemos ver a média de pessoas que fazem duas ou mais baldeações e as que não fazem.

Quando falamos em duas baldeações, Fortaleza, Rio de Janeiro e Campinas lideram o ranking na porcentagem de pessoas que fazem duas baldeações, sendo 48,62%, 48,21% e 46,7% respectivamente.

Viagens com duas baldeações

Já as cidades que mostram maior porcentagem de pessoas que fazem três baldeações ou mais são Curitiba, Salvador e São Paulo com 34,42%, 21,09% e 20,81, respectivamente.

Viagens com três baldeações ou mais

Do outro lado, Porto Alegre e Brasília possuem maiores porcentagens de pessoas que não precisam trocar de transporte durante uma viagem, sendo que em Porto Alegre esse número ultrapassa 50%.

Viagens diretas

Para ter acesso a todos os dados da pesquisa, basta acessar o relatório da Moovit nesse link, que ainda traz informações sobre o comportamento do público durante as viagens.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login