32 anos da CPTM: Estação Luz recebe exposição artística | Mobilidade Estadão |

Buscando sugestões para:


Publicidade

32 anos da CPTM: Estação Luz recebe exposição artística

Por: Fellipe Gualberto, especial para o Mobilidade . Há 13 dias
Mobilidade para quê?

32 anos da CPTM: Estação Luz recebe exposição artística

Estudantes do curso de Tecnólogo em Fotografia do Senac são os autores dos cliques

1 minuto, 45 segundos de leitura

07/06/2024

Por: Fellipe Gualberto, especial para o Mobilidade

Exposição vai continuar na Estação Luz até 7 de julho. Foto: Divulgação/Dmitri Nyelschi

Hoje (07 de junho) a Estação Luz recebe uma mostra de fotografias que celebra os 32 anos da CPTM. As imagens estão expostas no salão principal da localidade e focam em temas como a arquitetura das estações, o dia a dia dos passageiros e a atuação dos funcionários do transporte ferroviário de São Paulo.

Leia também: Estação Júlio Prestes: ponto turístico e histórico terá restauração

A abertura da exposição contou com um show da DJ Brazook. A artista de Capão Redondo cria suas músicas tendo os ritmos brasileiros como inspiração e se apresentou a partir das 10h no Saguão Principal.

A mostra artística “CPTM 32 Anos: 1992-2024” vai ficar em exposição na Estação Luz até o dia 7 de julho. Por fim, as fotografias estarão disponíveis nos monitores dos trens das cinco linhas da CPTM a partir julho.

Fotos expostas incluem imagens dos funcionários que trabalham nas estações. Foto: Divulgação/Dmitri Nyelschi

Exposição CPTM 32 Anos: 1992-2024

As fotos que celebram os 32 anos da CPTM foram feitas por alunos do curso Tecnólogo em Fotografia do Senac Lapa Scipião.

Dmitri Nyelschi foi um dos selecionados, ele conta que “a minha inspiração foi, principalmente, tentar mostrar para a beleza das estações que às vezes passa perdida no cotidiano”. Ao mesmo tempo, o estudante disse usar os trens diariamente.

A seleção das fotos da exposição é da coordenadoria do curso tecnólogo em Fotografia do Senac. Foto: Divulgação/Dmitri Nyelschi

Em seu trajeto pelas linhas da CPTM, Nyelschi diz que “já tinha prestado atenção em algumas cenas, mas com certeza o projeto abriu meus olhos para imagens não vemos quando passamos sempre com tanta pressa”.

Além Nyelschi, os alunos Giorgia Tambelli, Heloisa Sant’ana Rodrigues, Lua Londine, Luciana Faustine e Vitória Santana também participam da exposição. A professora Ana Laura Gamboggi Taddei foi a responsável pela curadoria.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?

Quer uma navegação personalizada?

Cadastre-se aqui

0 Comentários


Faça o login