Buscando sugestões para:


Logo
Patrocínio
Resolver

Como identificar uma boa oficina de pintura?

Não existe um selo ou entidade que ateste a qualidade dos serviços prestados. Por isso, siga nossas dicas!

2 minutos, 30 segundos de leitura

06/06/2022

pintura de carro usado
Foto: Getty Images

Você precisa recorrer aos serviços de uma oficina de pintura, mas não sabe se o estabelecimento é confiável? Infelizmente, não existe um selo ou entidade que ateste a qualidade dos serviços prestados nesses locais. Por isso, Ricardo Vettorazzi, técnico do laboratório de repintura automotiva da fabricante de tintas PPG, dá algumas dicas.

A melhor maneira de escolher uma oficina de pintura é a indicação de algum amigo ou pessoa de confiança. “Mas, caso não conheça ninguém que possa fazer isso, é recomendável visitar a oficina antes e conferir as condições do local”, afirma Vettorazzi. “Não é preciso ser especialista para perceber se o lugar é organizado, limpo e possui material adequado.”

O técnico da PPG afirma que existem muitos tipos de oficina no País atualmente, desde as mais sofisticadas – “que não estão, necessariamente, nas concessionárias”, frisa – até as mais modestas, onde o profissional, devido às limitações financeiras, acaba trabalhando na garagem da própria casa ou em um local inapropriado.

Dependendo do serviço, a perícia e a experiência do pintor podem até compensar. Mas em trabalhos mais complexos, que requerem materiais e ferramentas mais sofisticadas, a tarefa deverá ser passada para centros de reparo mais elaborados. 

“A pessoa pode até conseguir aplicar o produto, por exemplo, mas não vai conseguir extrair tudo o que ele tem a oferecer”, diz Vettorazzi. “Na melhor das hipóteses, o resultado vai deixar a desejar, mas o custo será maior por causa do produto; então, não valerá a pena”, completa.

De olho nos produtos e na organização

O técnico alerta, porém, para o fato de que a estrutura não é tudo: “Já soube de oficinas de concessionárias, com equipamentos modernos e ótimas instalações, que utilizam tintas e outros produtos de qualidade inferior, a fim de aumentar o lucro.” 

Para evitar problemas, é fundamental conferir a descrição do material utilizado na nota fiscal para ter certeza de que os produtos utilizados no serviço foram os mesmos apresentados no orçamento.

Uma boa oficina de pintura deve ser limpa, organizada e ter áreas definidas – e de preferência separadas – para a realização dos diferentes serviços, como montagem dos veículos, lixamento, preparação e pintura, entre outros. 

A cabine de pintura é um equipamento importante, pois ajuda a evitar que poeira e outras partículas se depositem na carroceria durante o processo, embora não seja imprescindível por conta do seu custo muito elevado.

Também é recomendável conferir se o material utilizado pela oficina é de qualidade, se os equipamentos estão em bom estado e se os funcionários estão uniformizados e utilizam equipamento de proteção (quando necessário). Por fim, é fundamental verificar a garantia do serviço oferecida pela empresa. Se o prazo for maior do que o previsto em lei (90 dias), é sinal de que a oficina confia no seu trabalho.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login

Espaço do patrocinador

Com Você. Sempre.

Conheça mais de nossos produtos.

VER AGORA