Voltar

Trek X-Caliber 9

Indicado para:
Competição
Lazer
Mais Detalhes
Preço R$ 12.399
Quadro Alumínio Alpha Gold
Tamanho PP, P, M, MG, G, GG e GGG
Garfo RockShox Judy Silver; curso de 100 mm
Aros Bontrager Kovee; parede dupla; 28 ou 32 furos
Movimento central Shimano SM-BB52; 73mm; rolamento externo roscado
Câmbio Shimano XT M8100; Cassete Shimano SLX M7100;12 velocidades
Cubos Bontrager; rolamento selado; 6 parafusos
Freios Shimano hidráulico a disco; rotor de 160 mm ou 180 mm

O modelo é um cross country topo de linha da família X-Caliber, da Trek. A bicicleta é focada no ciclista que já está com um pé nas competições e deseja aumentar o repertório nas trilhas estreitas. Para isso, a Trek X-Caliber 9 chega nas lojas pronta para as corridas.

O modelo é uma das mountain bikes com ótimo custo-benefício na hora de escolher uma magrela comprometida com o desempenho. Os componentes de competição reunidos no conjunto de entrada representam um dos seus maiores trunfos.

A Trek X-Caliber 9 é construída ao redor do quadro de alumínio com a tecnologia Alpha Gold, técnica capaz de desenvolver peças tão leves e resistentes quanto a fibra de carbono. Ela traz um tubo dianteiro cônico para mais precisão na dirigibilidade e triângulo traseiro mais curto que responde por agilidade e rapidez nas trilhas. Também vem com cubos traseiros mais largos para dar mais resistência às rodas e maior espaço livre aos pneus.

Sistema de transmissão 1×12 da Trek X-Caliber 9

O garfo tem suspensão pneumática com curso de 100 milímetros da RockShox e botão de bloqueio no guidão para melhorar o desempenho em aclives ou render mais velocidade, sem desperdício de energia nos pisos planos. As rodas, com aros de parede dupla, já estão prontas para pneus sem câmeras e, a depender das dimensões do quadro – oferecido em sete tamanhos –, aceita também medida de até 29 x 2,40 polegadas.

O sistema de transmissão 1×12 da Trek X-Caliber 9 tem cassete Shimano SLX com 10-51 dentes de 12 velocidades. A pedivela traz coroa de 30 dentes. O conjunto responde por leveza no pedal para enfrentar aclives agressivos e força nas descidas.

Para frenagens seguras, precisas e rápidas, o sistema de freio é hidráulico a disco fornecido pela Shimano. O tamanho do rotor vai ao encontro do desejo do cliente, de 160 mm ou 180 mm.

Mais Detalhes
Preço R$ 12.399
Quadro Alumínio Alpha Gold
Tamanho PP, P, M, MG, G, GG e GGG
Garfo RockShox Judy Silver; curso de 100 mm
Aros Bontrager Kovee; parede dupla; 28 ou 32 furos
Movimento central Shimano SM-BB52; 73mm; rolamento externo roscado
Câmbio Shimano XT M8100; Cassete Shimano SLX M7100;12 velocidades
Cubos Bontrager; rolamento selado; 6 parafusos
Freios Shimano hidráulico a disco; rotor de 160 mm ou 180 mm
arrow-right Desempenho
arrow-right Custo-Benefício
arrow-right Qualidade dos materiais
arrow-right Configuração de componentes
arrow-right Peso
arrow-right Pouco versátil para uso urbano
Notí­cias Relacionadas
10 dicas para quem anda de bike em Sampa

Aprenda a usar a bicicleta como meio de transporte em São Paulo com as recomendações de Nestor Freire, cicloempresário e criador do Projeto Giraventura

4 caminhos para ruas mais seguras aos ciclistas

Como fomentar a ciclomobilidade segura em um período em que a adesão à bike cresce em todo o mundo

4 modelos de bicicleta multifuncional

Com a ampliação de seu uso na mobilidade urbana, a bicicleta ganha novos modelos e funções

40 km de bike e banho improvisado: é possível viver sem carro

Vanessa Bressane pedala todos os dias do Tatuapé ao Brooklin e se vira para não enfrentar o incômodo em chegar suada ao trabalho

82% dos paulistanos querem mais ciclovias

Pesquisa feita pelo Ibope em parceria com a Rede Nossa São Paulo aponta aumento do apoio aos espaços de bicicletas nos últimos anos

A construção do novo normal na mobilidade das cidades

É tempo de mudar. Por meio de uma política simples, é possível causar impactos diretos e imediatos na vida das pessoas, na produtividade das empresas e na dinâmica das cidades

A Fantic, tradicional marca italiana de motos, agora aposta em bikes elétricas

Focada no mercado premium, a linha tem cinco modelos com preços a partir de R$ 26.900

A morte nada sustentável das bicicletas amarelas

Uma análise sobre o fim da Grow: como conciliar a ânsia de escalar uma startup de alto investimento com as possibilidades reais do mercado local e, mais que isso, como preparar um fim sustentável para seu negócio

Adesão à bike cresce na periferia da Grande São Paulo

Segundo entidades ligadas ao setor, houve um crescimento de 54% no número de ciclistas em relação a 2016

As trilhas durante e após a pandemia

A crise pode ser uma grande oportunidade de aprimorar os sistemas alternativos e sustentáveis de mobilidade para o futuro pós-covid-19

Bike elétrica: conforto e rapidez

Brasileira apresenta Paris com sua bicicleta

Fernanda Hinke comanda o projeto 'Meia noite em Paris by bike'?, que levou milhares de brasileiros a pedalarem pela capital francesa

Bikes se fortalecem como alternativa de transporte

Elas ganharam o status de modal mais seguro contra as aglomerações. Com isso, pode ter chegado o momento de iniciar uma transformação urbana completa

Você também pode gostar de: