Voltar
Inovação

Aplicativos estão mudando a maneira de se locomover nos grandes centros

Melhorar a mobilidade urbana é o objetivo de startups como a Quicko, que integra diferentes modais em busca do trajeto mais rápido, e a Bondi, de transporte coletivo particular

Daniela Saragiotto

16/12/2019 - 4 minutos, 59 segundos


Escritório da Quicko, empresa que lançou aplicativo de integração de modais
Escritório da Quicko, startup que lançou aplicativo que integra diferentes modais. Foto: divulgação.

Já pensou em ter ajuda para fazer o cálculo de sua rota para o trabalho combinando diferentes transportes e buscando o caminho mais rápido? Pois a população da Grande São Paulo já conta com um aplicativo para isso, lançado pela Quicko, startup de inteligência em Big Data para mobilidade urbana.

Leia mais:
BYD lança o primeiro ônibus elétrico rodoviário do Brasil

O aplicativo, assim como uma série de outros já disponíveis e gratuitos no mercado, tem mudado os hábitos das pessoas ao proporcionar novas formas de ir de um ponto a outro, principalmente nos grandes centros, tendo a tecnologia como aliada.

De acordo com a Quicko, a cidade de São Paulo registra em torno de 42 milhões de viagens todos os dias e, mesmo com esse cenário, 62% da população ainda não tem o hábito de integrar diferentes tipos de transportes em sua jornada. 

O aplicativo da startup explora justamente a intermodalidade, combinando viagens de ônibus, metrô, trem, automóveis por aplicativo, bicicletas, entre outros, para criar rotas mais rápidas e econômicas. 

“Nós acreditamos que mais alternativas para se locomover, com base em informações em tempo real, ajudam o usuário a decidir o melhor caminho de forma inteligente, conveniente e, claro, econômica. Isso melhora diretamente a qualidade de vida das pessoas. Em outras cidades do mundo, onde a mobilidade está mais madura, percebemos que a intermodalidade é benéfica para a população e queremos ser o agente dessa mudança aqui”, explica Pedro Somma, diretor da Quicko.

Como funciona

Disponível para Android e iOS, o aplicativo da Quicko permite que os usuários insiram o seu destino para que, por meio dos seus smartphones, encontrem a melhor alternativa para seus deslocamentos, considerando principalmente dois critérios: preço e rapidez.

Para poder traçar a melhor rota, são fornecidos, também, a localização exata das estações de bikes compartilhadas e a quantidade disponível em cada uma delas, quais são os pontos de ônibus, que linhas param em determinado local, a posição aproximada dos veículos no mapa e os horários de chegada de cada um em tempo real, além de enviar alertas sobre os acontecimentos – como acidentes e outros  no trajeto.

Atualizações diárias por conta do covid-19

Desde o início do isolamento social, a empresa trabalha para que os profissionais que não têm a opção de ficar em casa tenham a melhor informação para traçar suas jornadas. O aplicativo tem atualizações diárias de linhas de ônibus alteradas, estações do Metrô e da CPTM que estão com entradas e saídas secundárias fechadas, entre outras.

Usuário

O publicitário Gabriel Silveira Barbosa, 24 anos, conheceu o aplicativo por meio de uma amiga. “Eu uso o Quicko bastante quando já estou aguardando o ônibus, porque ele me informa os horários, ou quando vou para destinos que  não conheço o caminho”, explica.

Quando ameaça chover, diz ele, o aplicativo também avisa sobre os locais onde há guarda-chuvas para locação. “Achei superpertinente esse aviso, me aproximou do app. E acho essa ideia de combinar diferentes tipos de transportes muito boa,  porque temos a opção de escolher a rota mais rápida quando necessário”, finaliza.

Do individual para o coletivo

Fundada em 2018, a Bondi é uma empresa de tecnologia que conecta pessoas e empresas ao serviço de transporte coletivo como vans, micro-ônibus e ônibus. Ela recebeu esse nome em referência ao bonde elétrico, que chegou ao Brasil em 1892 e mudou a forma como as pessoas se locomoviam coletivamente.

O serviço funciona por meio de aplicativo no celular ou por uma plataforma online, sendo que nas duas interfaces é possível solicitar viagens com hora marcada e preço até 25% menor que o oferecido pelo mercado, de acordo com a empresa.

A Bondi atua de duas formas: via aplicativo no smartphone, para pessoas físicas, e pelo portal, exclusivamente para empresas, normalmente disponibilizando veículos para eventos, treinamentos, transfer executivo ou mesmo viagens em grupo. 

“Percebemos, desde o início, que existem diversas companhias especializadas nesse serviço, mas os clientes costumam ter dúvidas sobre a segurança do ônibus e em relação ao motorista. Criamos a empresa para democratizar o acesso ao transporte em vans, micro-ônibus e ônibus, com custo reduzido e rapidez. Além disso, priorizamos a segurança do usuário, pois os veículos cadastrados na plataforma são 100% regularizados”, diz Juliana Benedetti, CEO e uma das fundadoras da Bondi.

Lilian Silvana Silva Sousa, 37 anos, é uma das usuárias da Bondi. “Quando minha irmã se casou, em maio, ela pediu que  todos fossem e voltassem de transporte coletivo particular por segurança, pois a festa era em Cotia (SP).

Fiz várias pesquisas e encontrei a Bondi, que tinha o melhor preço”, conta. De acordo com ela, a experiência foi muito positiva. “Recebi mensagens durante todo o processo, sabia quem era o motorista e pude falar com ele para esclarecer dúvidas. Ele foi muito atencioso, como éramos no total 12 pessoas e algumas eram madrinhas, acabamos nos atrasando um pouco. Mas ele esperou, deu todo o auxílio e deu tudo certo”, conta.

No final, o motorista, que se chama Rodrigo Cesar Bossetto, foi convidado para participar da festa, jantou com os convidados e até está no álbum de casamento.

À direita, de terno, o motorista do aplicativo Bondi Rodrigo Cesar Bosseto: atendimento atencioso e participação na festa e no álbum de casamento

Hoje a empresa contabiliza mais de 3 mil veículos cadastrados na plataforma. No seu primeiro ano de funcionamento, 80 mil passageiros foram transportados e 115 empresas foram atendidas.

A Bondi já registra em torno de 400 downloads em seu aplicativo e, neste ano, e com uma versão mais robusta da plataforma, começa a estender seu atendimento para outras regiões do Brasil.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login