Voltar

Embaixadores

Guilherme Cavalcante

CEO e fundador da Ucorp.App, primeira startup de tecnologia e soluções de mobilidade corporativa focada em veículos elétricos do Brasil.

Meios de transporte

Híbridos plugin dão a largada para a eletrificação das frotas

A nova era da mobilidade brasileira começa com a chegada de mais de 30 modelos de veículos elétricos e híbridos

23/06/2020 - 3 minutos, 56 segundos


estacionamento-para-carro-eletrico

Sem dúvida alguma, este ano vai entrar para a história da humanidade. Vou dizer, saudosista, lá em 2050: ‘Eu vivi em 2020’. E, de quebra, presenciei a maior revolução na indústria automotiva de todos os tempos.

Leia mais:
Da mobilidade urbana à mobilidade humana
Como a pandemia afeta o desenvolvimento de carros elétricos?
BMW lança rede inteligente para recarga de carros elétricos e híbridos

Em meio a uma pandemia, um cara chamado Elon Musk eternizou seu nome em todos os livros de história, ciência, física, marketing e economia. Seus feitos pela mobilidade humana bateram recordes de audiência em uma transmissão online quando enviou, com sucesso, dois homens ao espaço, em uma nave construída pela sua empresa, SpaceX, a primeira vez em que uma aeronave de uma empresa privada chega ao espaço.

E duas semanas depois, em meio a protestos de combate ao racismo que paralisaram a maior potência econômica do planeta, Musk viu outra de suas empresas, a americana Tesla, alcançar o topo do ranking mundial das montadoras em valor de mercado.

Ver a Tesla, uma heresia para muitos, vendendo mais veículos elétricos que todas as montadoras juntas nos Estados Unidos e Europa nos dá um recado: a revolução elétrica começou.

Fase 1 da virada de chave

Os brasileiros poderão descobrir, na prática, com a chegada de uma série de veículos híbridos plugin, que conta com os dois motores, um elétrico, com boa autonomia, e um a combustão, com autonomia reduzida, mas com uma grande diferença dos antigos veículos híbridos: o motor elétrico não se alimenta de energia interna ou do motor a combustão.

Para carregar, as pessoas vão precisar de tomadas em suas residências ou carregadores em prédios comerciais e públicos. É mais um aprendizado da quarentena, além do retorno gradual das atividades, as pessoas em breve serão educadas a se eletrificar gradualmente. Viva o novo normal, em que os híbridos plugin são a primeira etapa.

Não tem tempo ruim, se a bateria do motor elétrico acabar, tem a opção de usar o motor a combustão até conseguir carregar novamente. Está garantida a experiência de ter um elétrico cheio de tecnologia, dados e ainda se educar a carregar o carro regularmente.

Continua depois da publicidade

O recado de hoje é esse: preparem os bolsos, pois, sem sair de casa, os consumidores podem escolher um modelo nos showrooms digitais da sua montadora de preferência, pois os carros serão lançados e vendidos online, em eventos 100% digitais. E o modelo mais barato custa cerca de R$ 150 mil.

Lideranças 5.0 são eletrificadas

Este ano marca também o fim dos ‘chefes’, e a ascensão dos líderes 5.0. Jovens, despojados, conectados, bem-sucedidos e sem regalias ou salas separadas. A responsabilidade e o payback social são características dessa nova liderança do ‘novo normal’: eles inspiram as pessoas, motivam a produtividade, servem de exemplo dentro e fora do ambiente corporativo, para famílias, grupos de amigos e pequenas startups.

Em um papo recente com Tiago Alves, CEO da Spaces, um executivo totalmente eletrificado, ele reforçou que não é de hoje que os CEOs 5.0 preferem a mobilidade elétrica e sustentável.

Esses líderes exibem carros elétricos e micromodais como sua primeira opção de mobilidade e priorizam investimentos em infraestrutura de carregamento e tecnologia nas empresas que lideram.

Fomentando a experiência

A BMW Brasil, referência entre as montadoras em um segmento ainda jurássico, vai disponibilizar uma plataforma para que seus funcionários utilizem os carros elétricos da marca no dia a dia, e nos finais de semana levem os veículos para casa, visitem seus familiares e amigos para ter a primeira experiência elétrica.

A iniciativa vai impactar milhares de pessoas, derrubando barreiras e mitos, para que tenham um veículo do tipo como opção de compra em breve.

Esse privilégio de ter o prazer de dirigir um BMW elétrico é o posicionamento global da marca, experiência antes restrita a uma bolha da liderança. Agora, será democratizado a todos os colaboradores. Realmente inspirador e impactante.

Parabéns, Henrique Miranda, head de Future Mobility, e o CEO Aksel Krieger pelo exemplo de liderança 5.0 e empatia!Aproveito para convidar todos os leitores a assistir ao Manifesto pela Eletrificação da Frotas Corporativas, lançado pela Ucorp Mobilidade Corporativa no YouTube da empresa ou no site.

Essa é a nova era da mobilidade brasileira, que começa com a chegada de mais de 30 modelos de veículo elétrico e híbrido no mercado, e que, agora, milhões de pessoas poderão experimentar a mobilidade elétrica nas frotas das empresas. Viva o novo normal!

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login