Voltar

Especial Delivery

Mobilidade para quê?

Concessionárias Honda “conectadas” com você

Motociclista pode pesquisar motos, tirar dúvidas, comprar peças, agendar serviços e até marcar test-ride pela internet, tudo online

Honda Motos, Media Lab Estadão

21/09/2020 - 3 minutos, 28 segundos


homem procura motos internet
No Brasil, toda a rede de concessionárias Honda é 100% conectada com a fábrica. Foto: Getty Images

Leia mais:
Haojue venderá duas novas motos de 150 cc no Brasil
Nova Honda Forza 350 chega à Europa; scooter também deve vir ao Brasil
Ducati Panigale V4 S 2020 chega ao Brasil por quase R$ 130 mil

Mesmo nos períodos mais restritivos da quarentena decretada em função do novo coronavírus, a Honda manteve o atendimento aos motociclistas de forma digital. “No Brasil, toda a rede de concessionárias é 100% conectada com a fábrica. Essa integração foi fundamental para que o consumidor não tivesse a necessidade de ir até a loja física nesse período”, comenta o gerente-geral de Vendas da Honda Motos, Marcos Paulo Monteiro.

Embora as oficinas estivessem funcionando em um esquema especial com agendamento de serviços, o showroom não estava autorizado a funcionar, seguindo os decretos de governadores e prefeitos e também a recomendação das autoridades de saúde. Mesmo assim, a Honda continuou atendendo seus clientes online.

Segundo o executivo, a plataforma “myHonda”, que vem sendo desenvolvida pela empresa há cerca de cinco anos, permitiu integrar os mais de 1.100 pontos de venda de motocicletas da marca em todo o Brasil. “Já vínhamos trabalhando para reproduzir online a mesma experiência que o cliente tem no offline, ou seja, na loja física”, explica Marcos Monteiro.

Embora estivesse preparada para atender de forma não presencial os clientes, o período de isolamento social foi uma prova de que o investimento que a Honda fez no atendimento digital, nos últimos anos, funcionou.

Por meio da plataforma “myHonda”, foi possível manter o contato e o suporte aos clientes em suas mais diversas demandas, desde uma simples dúvida ou consulta e até mesmo a negociação e venda de uma motocicleta zero quilômetro, tudo a distância.

Peças, serviços e até test-ride

Atualmente, no site da marca, além de conhecer toda a linha de motocicletas Honda à venda no Brasil, é possível escolher sua moto preferida e simular uma compra. “Pela localização, o sistema indica as concessionárias mais próximas, e o consumidor escolhe a sua preferida para concluir a compra e retirar sua moto”, conta o executivo.

OFERTAS 0KM
mecanico faz manutenção em moto honda
Revisões e serviços nas motos Honda podem ser agendados pela internet. Foto: Divulgação

O site ainda oferece a opção de comprar peças via rede de concessionárias, agendar serviços e revisões, e “o cliente consegue até marcar o horário para fazer um test-ride na moto desejada”, explica. Monteiro acrescenta que a Honda definiu mais de 70 protocolos para que suas concessionárias reabrissem respeitando as orientações das autoridades locais e com toda a segurança para receber os clientes.

As motocicletas são higienizadas antes do contato do cliente, e depois é feito o test-ride. “Também recomendamos que o consumidor utilize seu próprio equipamento de segurança, como capacete, jaqueta e luvas”, observa o gerente-geral de Vendas da Honda Motos.

showroom_concessionária_honda
Protocolos de saúde e higienização de motos nas concessionárias Honda. Foto: Divulgação

Digital só deve crescer

Embora a Honda já estivesse preparada para atender online o consumidor durante a pandemia, Monteiro acredita que a crise do coronavírus apenas acelerou a tendência de compra de motos pela internet. “O streaming já vinha mudando a forma como consumimos filmes e séries; durante o isolamento, as pessoas se acostumaram a pedir comida em casa… Esses comportamentos de consumo devem continuar”, analisa o executivo.

Dados revelam que em março, primeiro mês de pandemia, os downloads de aplicativos de entrega cresceram 54%. Uma pesquisa feita pela Verizon Media revelou que 42% dos consumidores devem passar a comprar mais online, não apenas refeições ou alimentos, mas também outros produtos, mesmo após o fim da quarentena. No setor de duas rodas, sites e plataforma de buscas na internet registraram aumento da procura por motos e equipamentos para motociclistas no período.

Por isso, a Honda continua investindo para aprimorar sua presença digital. “Hoje, o consumidor espera que um site carregue todas as informações em menos de três segundos. Para isso, é preciso investir em infraestrutura. O digital deve crescer ainda mais”, prevê Monteiro. Para ele, a presença online da fabricante é um showroom aberto 24 horas por dia, sete dias por semana. Aproveite e conheça: https://www.honda.com.br/motos/

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login