Meios de transporte

Yamaha reduz produção de motos em Manaus (AM) por três meses

Fabricante japonesa alega necessidade de ajuste da produção ao fluxo de recebimento de insumos; volume produzido será menor até 31 de maio

57 segundos de leitura

25/02/2022

Por: Arthur Caldeira

fabrica-yamaha-em-manaus
Fábrica da Yamaha produziu 219.936 unidades em 2021; marca é a segunda maior do Brasil com 18,4% do volume produzido no ano passado. Foto: Divulgação/Yamaha

A Yamaha vai reduzir parcialmente a produção de motos em sua fábrica, localizada em Manaus (AM). A redução no volume de motos começa no próximo dia 3 de março e vai até 31 de maio, ou seja, praticamente três meses. Segundo nota enviada à imprensa hoje (25/2), a redução acontece por necessidade de ajustar a produção ao fluxo de recebimentos de insumos.

Embora vago, o comunicado dá a entender que faltam insumos para o ritmo de produção atual na fábrica da Yamaha. Não é segredo que a pandemia de Covid-19 desorganizou a cadeia logística mundial e causou falta de diversos componentes para a indústria automotiva.

OFERTAS 0KM

A Yamaha, entretanto, não especificou quais motos ou scooters terão seu volume reduzido. Vale lembrar que há fila de até 90 dias para compra de alguns modelos.

A marca japonesa também não deu detalhes de quais insumos estão em falta, mas garantiu que pretende retomar o ritmo a partir de junho. Questionada sobre quais modelos seriam atingidos e poderiam faltar nas lojas, a marca não respondeu até a conclusão desse texto.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login