Voltar

Conteúdo original Estradão Estadão

Inovação

Atenta ao ‘novo normal’, Marcopolo cria o Biosafe

A iniciativa une infectologistas, laboratórios e engenheiros da empresa

Andrea Ramos

19/06/2020 - 2 minutos, 29 segundos


Marcopolo-interior
Interior de um ônibus Marcopolo desinfectado com o sistema Biosafe. Foto: Gelson Mello da Costa/Divulgação

A Marcopolo, vendo a operação de transporte de passageiros de seus clientes reduzir a quase 80% devido à pandemia provocada pelo novo coronavírus resolveu criar um grupo de biosegurança para desenvolver soluções e mitigar o risco de contaminação quando o setor retomar para o chamado “novo normal”.

Leia mais:
Ônibus para o futuro
São Paulo ganha a maior frota de ônibus elétricos do País
Bogotá usa ônibus elétricos para reduzir custos e poluição

“Percebemos que enquanto essa situação pandêmica continuar sendo realidade, nossos clientes não terão a menor possibilidade de comprar ônibus novos. Por isso, agora, a preocupação é como recolocar essa frota na operação novamente. Assim, achamos que era necessário ajudar os clientes a devolver a confiança dos passageiros com relação ao uso do transporte coletivo”, explica o presidente da Marcopolo, James Bellini.

Foi a partir daí que a fabricante de carrocerias criou a divisão de biosegurança, unindo forças entre laboratórios, infectologistas e engenheiros da marca. Dessa união saiu o chamado Biosafe. Trata-se de várias soluções que podem reduzir o risco de contágio do novo coronavírus e outras doenças dentro dos ônibus.

Dois corredores

Uma delas é uma nova configuração das poltronas, com dois corredores (foto), cortinas com proteção antimicrobianas, desinfecção dos veículos por névoa e o ar-condicionado com sistema de filtro UVC que elimina organismos presentes no ar.

Para não colocar a saúde dos passageiros em risco, as lâmpadas com raios UVC ficam dentro do sistema do ar-condicionado e a desinfeção dos microorganismos é feita pelo ar que é liberado.

O kit pode ser vendido separadamente e implantado em veículos novos ou usados. Para ônibus 0 km o valor do kit completo chega a ser 18% maior. No entanto a Marcolopo oferece planos de aquisição com prazos de financiamentos de até 72 meses, e um ano de carência, válidos para veículos 0-km. Para quem quiser comprar só o kit, a Marcopolo dispõe de planos de 3 a 9 meses de carência, com parcelas de financiamento de 24 meses.

Desinfecção de banheiros

Outra medida foi a criação de um sistema de desinfecção de sanitários de ônibus com o uso de luz ultravioleta, que, segundo a encarroçadora, é inédita no setor.

Diretor do negócio ônibus da Marcopolo no Brasil, Rodrigo Pikussa diz que a medida visa contribuir para a segurança na retomada da mobilidade. “Com as iniciativas de biossegurança a bordo, damos um passo adicional para proteger os usuários de nossos produtos.”

O executivo afirma que o sistema garante que os sanitários dos ônibus fiquem sempre 100% limpos. O sistema foi aprovado pelo Laboratório de Microbiologia Clínica da Universidade de Caxias do Sul.

Os testes feitos na universidade gaúcha mostraram que a eficiência supera 99,99%. Isso demonstra que o uso da luz ultravioleta UVC, além de simples, contribuiu para a saúde dos usuários do transporte coletivo.

Desinfecção de banheiros com raios ultravioleta. Foto: Gelson Mello da Costa/Divulgação

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login