Voltar
Meios de transporte

Ranking: veja as dez motos mais vendidas em 2020

As vendas de motos tiveram retração de 15% no ano passado, mas a queda foi menor do que a esperada; confira a lista dos modelos campeões de venda em 2020

Arthur Caldeira

11/01/2021 - 4 minutos, 42 segundos


Motociclista-pilota-moto-honda
Com 269.226 unidades emplacadas em 2020, a Honda CG 160 é a moto - e o veículo - mais vendido do Brasil. Foto: Divulgação/Honda

Leia mais:
As quatro grandes marcas japonesas definem padrão para baterias de motos elétricas
Yamaha apresenta edição limitada Star Wars da scooter NMax 160; conheça
Yamaha MT-03 2021 evolui e já está no Brasil

As vendas de motocicletas fecharam o ano de 2020 com retração de 15,04%, totalizando 915.502 motocicletas emplacadas, contra as 1.077.537 unidades, vendidas no mesmo período de 2019. Apesar do resultado negativo, a queda foi menor do que o esperado, segundo a Fenabrave, federação que reúne os distribuidores de veículos no Brasil.

Honda e Yamaha mantiveram a liderança do ranking das dez motos mais vendidas em 2020, com poucas surpresas. A Honda CG 160 continua sendo a moto – e também o veículo – mais vendido do Brasil, com 269.226 unidades emplacadas no ano passado.

A marca da asa ainda ocupa as seis primeiras posições. Em sétimo, aparece a primeira Yamaha, a Fazer 250 ABS com 23.655 unidades vendidas – superando até mesmo modelos mais baratos e populares da marca do diapasão. Confira o ranking das 10 motos mais vendidas em 2020.

1º Honda CG 160 – 269.226

Honda CG 160 Fan 2020. Foto: Divulgação/Honda

Sinônimo de robustez e economia, a Honda CG 160 manteve o posto de campeã de vendas. Vendida em cinco versões, da mais básica Start a mais esportiva, Titan S, a CG 160 é a primeira escolha para quem procura uma moto econômica para rodar diariamente ou para trabalhar. A lista da Fenabrave não faz distinção da versão, mas a Fan 160 (foto acima) é uma das mais vendidas e tem preço sugerido de R$ 11.030.

2º Honda Biz – 139.485

mulher-pilota-honda-biz-110-em-são-paulo
Honda Biz 110i foto: Divulgação / Honda

Apesar da popularização das scooters, a CUB da Honda ainda é um sucesso de vendas. Equipada com câmbio rotativo e embreagem semiautomática, a Biz é fácil de pilotar, econômica e robusta. Vale destacar que a Biz é queridinha entre as mulheres: em alguns locais 80% dos consumidores do modelo são do sexo feminino. Vendida em duas versões, uma de 110 cc e outras de 125 cc, a Biz custa a partir de R$ 8.560.

3º Honda NXR 160 Bros – 101.177

séries especiais de motos : moto honda na estrada
Honda NXR Bros 160 SE. Foto: Divulgação/Honda

Equipada com o mesmo motor da CG 160, a Honda NXR 160 Bros tem ciclística robusta, com suspensões de curso mais longo e roda aro 19, na dianteira, para enfrentar até estradas de terra. Seu assento largo e a posição de pilotagem confortável também são argumentos a favor dessa trail urbana, vendida a partir de R$ 13.640.

4º Honda Pop 110i – 82.877

Honda Pop 110i. Foto: Divulgação/Honda

Modelo mais barato da Honda, a motoneta Pop 110i usa o mesmo motor da Biz, mas tem embreagem manual e não traz espaço sob o assento. Bastante simples, porém robusta, a Pop 110i tem freio a tambor com sistema combinado em ambas as rodas e faz mais de 40 km/litro. O preço é convidativo – R$ 6.980 – e um dos principais motivos do sucesso do modelo.

OFERTAS 0KM

5º Honda CB 250F Twister – 28.629

motociclista- caminha em direcao a moto
Honda CB 250F Twister SE 2020. Foto: Divulgação

Equipada com um motor mais potente, de 250cc, e com um acabamento mais sofisticado, a CB 250F Twister é a evolução natural de quem sai das motos de entrada. Além de painel totalmente digital, a Twister tem rodas de liga-leve e freio a disco em ambas – além de oferecer uma versão com sistema ABS, vendida por R$ 16.990. Há também uma opção com freios combinados (CBS), por R$ 15.790.

6º Honda PCX 150 – 26.659

mulher pilota scooter em avenida arborizada
Scooter Honda PCX 150 ABS 2020 – Foto: Divulgação

Única scooter entre as dez motos mais vendidas em 2020, a Honda PCX 150 é também a campeã de vendas no segmento. Equipada com motor de 150cc e câmbio CVT, a PCX 150 é comercializada em quatro versões, com preço inicial de R$ 12.710, para o modelo com freios CBS. Iluminação full-led, painel digital e o sistema “Idling Stop”, que desliga o motor em parada e ajuda a economizar combustível, são as principais características que contribuem para o sucesso dessa scooter.

7º Yamaha Fazer 250 ABS – 23.655

Yamaha Fazer 250 ABS Pantera Negra. Foto: Divulgação/Yamaha

Principal rival da Honda CB Twister, a Yamaha Fazer 250 ABS tem motor de 250cc bicombustível e freio ABS de série. Com um visual moderno e esportivo, o modelo também faz sucesso entre os motociclistas que procuram uma moto ágil para rodar na cidade, mas que tenha desempenho para pegar a estrada. Vendida a partir de R$ 17.690, a Fazer 250 também ganhou versões dos heróis Marvel em 2020.

8º Yamaha Factor 150 – 22.609

Yamaha Factor 150 UBS. Foto Mario Villaescusa/Infomoto

Versão de entrada dos modelos street da Yamaha, a Factor 150 UBS tem acabamento espartano, porém é uma das mais completas entre as motos de entrada. Tem rodas de liga-leve, freio a disco na dianteira e painel digital. O preço parte de R$ 11.390.

9º Yamaha XTZ 150 Crosser – 21.652

Yamaha XTZ 150 Crosser S. Foto: Divulgação/Yamaha

A Yamaha XTZ 150 Crosser é uma trail urbana, equipada com suspensões de longo curso e rodas raiadas (aro 19, na dianteira). Feita para quem roda na terra, ou por vias esburacadas, a Crosser é vendida em duas versões: S, mais urbana, como na foto acima; e Z, com sanfonas nas bengalas e paralama prolongado. O preço parte de R$ 14.290 para a Crosser S.

10º Honda XRE 300 – 16.976

honda-xre-300-adventure
Honda XRE 300 Adventure. Foto: Divulgação/Honda

A veterana trail da Honda ainda se mantém como uma boa opção para quem procura uma moto versátil e com bom desempenho para viajar. Equipada com um motor de 300 cc, a XRE 300 tem roda aro 21, na dianteira, freio a disco, na frente e atrás, com sistema ABS de série. Ne mesmo o preço salgado, de R$ 19.340, tira esse longevo modelo da lista das dez motos mais vendidas no Brasil.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login