Buscando sugestões para:


Meios de transporte

Segurança nas viagens de ônibus

Equipamento descontaminante de ação contínua obteve eficácia de até 98% em testes e promete ser efetivo até contra o coronavírus

2 minutos, 11 segundos de leitura

16/02/2022

Por: Divulgação Halo Led

Aparelho libera peróxido de hidrogênio, que neutraliza diversas substâncias. Foto: Divulgação Halo Led

A pandemia da covid-19 trouxe a necessidade de higienizações frequentes em diversos ambientes, entre eles no transporte público. Um produto recém-chegado ao Brasil, conhecido comercialmente como Halo Led e importado pela Mercato Automação, promete cumprir esse papel de forma automática e contínua em locais fechados, como no interior dos ônibus.

Trata-se de um equipamento que libera no ambiente peróxido de hidrogênio e tem eficácia comprovada na eliminação de fungos, vírus, bactérias, entre outros. “Durante um ano e meio, fizemos diversos testes, realizados por laboratórios independentes e com a supervisão da SPTrans, responsável pela gestão do transporte público por ônibus na cidade de São Paulo. Ao final desse processo, obtivemos eficácia de até 98% na eliminação das substâncias e o produto teve aprovação do órgão normatizador”, explica Armando Scarcella Júnior, representante comercial da Mercato Automação.

Como ele age

Instalado no sistema de dutos dos ônibus, junto ao ar-condicionado, o equipamento gera uma reação química com a entrada do ar, liberando constantemente peróxido de hidrogênio no ambiente, neutralizando os contaminantes e evitando a necessidade do trabalho manual de limpeza dos veículos.

Trata-se de uma célula de peróxido de hidrogênio, composta por um sistema ultravioleta e uma célula de oxidação avançada, que produz o peróxido de hidrogênio. “Ele neutraliza vírus (entre eles o coronavírus e suas variantes, como a ômicron), bactérias, mofo, fungos, odores e compostos orgânicos voláteis. E o peróxido de hidrogênio, na concentração que o equipamento funciona, é totalmente seguro para a saúde das pessoas, inclusive aliviando quadros de rinite, por exemplo”, explica Scarcella Júnior.

Atualmente, a cidade de São Paulo conta com três ônibus rodando com o equipamento, das seguintes empresas: Ambiental Transportes Urbanos, Express Transportes Urbanos e Via Sudeste. “Estamos, neste momento, oferecendo o equipamento às demais operadoras.

Entre os benefícios, além da segurança para usuários e funcionários, as empresas economizam com mão de obra para a higienização e têm a segurança de adquirir um equipamento com eficácia comprovada”, afirma o representante comercial. A descontaminação vale para todas as superfícies dos ônibus, como bancos, catracas, barras de apoio e até para os usuários. 

Em nota, a SPTrans informa que a compra e a instalação do equipamento é responsabilidade das empresas operadoras. E não há restrição ao seu uso na frota de veículos urbanos.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login