Meios de transporte

Motociclista: veja cinco dicas para pilotar de forma responsável

Semana Nacional do Trânsito 2021 tem como tema “No trânsito, sua responsabilidade é salvar vidas”. Confira dicas de segurança para salvar a sua vida e a dos outros

3 minutos, 27 segundos de leitura

19/09/2021

Motociclistas, infelizmente são as maiores vítimas do trânsito nos últimos anos. Fotos: Infomoto

O tema da Semana Nacional do Trânsito deste ano é “No trânsito, sua responsabilidade salva vidas”. A campanha acontece anualmente, entre 18 e 25 de setembro, com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de um trânsito mais seguro.

Infelizmente, os motociclistas são as maiores vítimas do trânsito no Brasil. Por isso, elaboramos cinco dicas para os motociclistas pilotarem de forma mais responsável. Afinal, fazer um trânsito mais seguro é responsabilidade de todos. Confira.

Reduza a velocidade

É uma questão de física, quanto mais rápido estiver o carro ou a moto, menos tempo o condutor terá para reagir em caso de emergência. Maneirar na aceleração e rodar na mesma velocidade que os outros veículos, além de diminuir os riscos de acidentes, aumenta a fluidez do trânsito.

Diminua ainda mais a velocidade na chuva. Foto: Divulgação/Phillips

Para o motociclista pilotar em uma velocidade menor permite enxergar melhor, a tempo de desviar de buracos, machas de óleo ou sujeira na pista. Outro fator que diminui o risco de acidente de moto é estar atento às condições da pista, como no caso de chuva, e manter uma velocidade compatível com tais condições.

Gentileza gera gentileza

Dar passagem é uma atitude inteligente e ajuda a todos, pois permite um maior fluxo dos veículos. Se você estiver no corredor e um carro acionar a seta indicando que mudará de direção, é melhor dar passagem e esperar que o motorista faça a manobra. Essa atitude evita que o carro desacelere e aumente ainda mais o congestionamento – sem dizer que, dessa forma, você acaba evitando que o carro feche outra moto que venha atrás no corredor.

Seja gentil no corredor e dê passagem para os carros

A mesma gentileza vale para cruzamentos e congestionamentos que podem ser diminuídos (e menos estressantes) se os motoristas e motociclistas permitirem a passagem, ao invés de brigarem para entrar na frente do outro.

OFERTAS 0KM

Cuide dos pedestres

Os pedestres são o elo mais fraco entre os usuários das vias e os atropelamentos são uma das principais causas de morte no trânsito brasileiro. Ter uma pilotagem defensiva, contando com o surgimento de um pedestre entre os carros no congestionamento, pode evitar esse tipo de acidente.

Fique atento aos pedestres perto de escolas e locais com grande fluxo de pessoas

A atenção deve ser ainda maior quando passar por lugares com grande fluxo de pessoas (estações de trem, rodoviárias, Metrô, igrejas e hospitais escola, por exemplo). Dar a prioridade aos pedestres nas faixas e não ficar acelerando a moto no momento da travessia também são atitudes responsáveis no trânsito.

Cuidado com os grandalhões

Ônibus e caminhões não combinam com motos. A diferença de tamanho e velocidade associados à falta de visibilidade do motorista eleva o risco de acidente.

Não circule no corredor entre ônibus e caminhões

Outro fator que precisa ser levado em conta pelo motociclista é que, muitas vezes, o motorista de caminhão não conhece a região onde está fazendo uma entrega e pode fazer uma manobra brusca para entrar numa rua, por exemplo, e não ver a moto. A atitude mais responsável é se manter afastado desses veículos e ter uma pilotagem defensiva.

Respeite os sinais

Graças às placas de sinalização é possível antecipar os perigos e as condições das ruas e estradas. Muitas vezes, podemos achar que o limite de 40 km/h numa rua é muito baixo, porém no local pode haver fluxo de pedestres ou mesmo de veículos mais lentos, por isso a velocidade deve ser baixa. Respeitar a sinalização também é sua responsabilidade.

Respeitar os sinais de trânsito é sua responsabilidade

Placas também informam sobre as condições do piso (escorregadio) e até sobre vento lateral. Nas estradas, por exemplo, as faixas contínuas – que proíbem a ultrapassagem – indicam que não há espaço para a manobra ou mesmo o risco de outros veículos cruzarem a pista.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login