Mobilidade com segurança

Pedal com mais segurança

Especialista desmistifica dúvidas e indica itens que vão garantir maior qualidade no uso da bike

4 minutos, 44 segundos de leitura

27/10/2021

Por: José Guilherme Taveira e Kaique Ferreira, da Semexe

Fotos: Divulgação Semexe

Quarto maior produtor de bicicletas no mundo e com mais de 33 milhões delas circulando diariamente, segundo o IBGE, o Brasil é uma nação que, a cada ano, amplia o acesso ao meio de transporte sustentável e o torna uma das melhores alternativas para se locomover ou praticar atividade física. Mas será que todos sabem quais são os itens de segurança obrigatórios e recomendados para evitar acidentes?

De acordo com o artigo 105 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), retrovisor do lado esquerdo, campainha e sinalização noturna dianteira, traseira, lateral e nos pedais são itens obrigatórios. Alguns especialistas, no entanto, avaliam que o ciclista pode garantir ainda mais segurança, conforto e prazer no pedal com outros acessórios (confira algumas opções ao lado) que, embora simples, são importantes. 

Willi Gouvêa, por exemplo, professor especializado em ciclismo, diz que quatro itens são essenciais para garantir a segurança antes de começar a pedalar. O primeiro é a própria bike. “Todo ciclista precisa fazer revisões periódicas para garantir que nenhum problema o coloque em risco. Deve-se checar a pressão dos pneus (conferir na lateral do pneu a pressão recomendada pela fabricante, quantos PSI), condições dos câmbios e também do quadro, por exemplo”, afirma o profissional. 

O capacete é de grande importância para proteger a região diante de impactos provocados por uma queda, diminuindo a possibilidade de traumas graves e lesões. Além disso, ele pode ajudar na sinalização e indicar a presença do ciclista no trânsito. O terceiro equipamento é a luva, de dedo aberto ou fechado, pois o instinto de defesa do nosso corpo é colocar as mãos no chão para se proteger na hora do tombo. Por fim, Gouvêa destaca a importância de pedalar utilizando óculos.

Quer saber quanto vale sua bike?

Consulte abaixo

“Nossos olhos estão expostos o tempo todo ao vento, à poeira, às folhas. Eles ajudam a proteger contra esses fatores, principalmente em dias de muito vento. Dependendo da velocidade em que estiver e da experiência, um mero cisco pode fazer com que a pessoa feche os olhos e perca a direção no guidão”, completa Gouvêa. Ele lembra que há óculos específicos para o ciclismo que são transparentes, para serem usados em momentos que não haja muita iluminação. 

Além das duas rodas

Não é somente no ato de pedalar que o ciclista precisa ficar atento. Para evitar surpresas e garantir mais segurança no momento da compra de uma bike usada, a Semexe desenvolveu um inovador programa chamado Bike Segura, que, além de certificar todos os itens comercializados, faz a intermediação financeira e promove a garantia dos produtos. Com isso, ajuda ciclistas do Brasil todo a comprar e vender sem cair em ciladas.

No marketplace da Semexe, todas as bicicletas seminovas são 100% certificadas. O processo passa por certificado de procedência, laudo técnico, verificação dos vendedores e garantia de devolução.  

Itens curinga

Pintou um perrengue? Na hora do imprevisto, como furo no pneu ou ajuste no selim ou guidão, sempre é bom ter um pequeno kit de ferramentas para pequenos reparos. É o que faz Sieliton de Hungria, atleta profissional e duas vezes Top 10 brasileiro de MTB Cross-Country Olímpico. Hungria, como prefere ser chamado, sempre leva esse equipamento consigo. Além disso, não pode faltar a caramanhola, a famosa garrafa de água para uma boa hidratação.  

Pedal seguro

Além dos acessórios de segurança, recomendamos respeitar as leis de trânsito, evitar ruas e avenidas muito movimentadas, procurar rotas para se deslocar onde passam outros ciclistas, como ciclovias e ciclofaixas. O Google Maps pode ser um importante aliado na hora de escolher o trajeto. 

Se for para pedalar, que seja com segurança! 

Ter uma bicicleta revisada e adequada a suas necessidades, capacete, kit de iluminação, luvas e óculos são acessórios básicos para o ciclista rodar com segurança e conforto dentro da cidade. 

Foto: Divulgação Semexe

Caramanhola – Garrafinha de água 

Nome: Garrafa Pullo Bike Verde Água 750 ml.

Preço: R$ 28,90, em até 12 x de R$ 2,57.
Condição: nova.
Capacidade: 750 ml.

Diferencial: BPA FREE, livre de bisfenol.
Para saber mais clique aqui.

Foto: Divulgação Semexe

Proteção para os olhos

Nome: Óculos de Sol HUPI Fuego Preto, Lente Preto.
Preço: R$ 224,90, em até 12 x de R$ 19,93.
Condição: novo.
Diferencial: oferece proteção UVA e UVB.
Para saber mais clique aqui.

Foto: Divulgação Semexe

Kit de iluminação

Nome: Kit Sinalizador Bike Sigma Micro Ii Led Branco e Vermelho.
Preço: R$ 99, em até 12 x de R$ 8,78.
Condição: novo.
Diferencial: com flexíveis tiras de velcro e cintas uni-fit, para uso universal. À prova d’água.
Composição: poliéster, náilon, algodão, lycra e spandex.
Para saber mais clique aqui.

Foto: Divulgação Semexe

Protetor craniano – o famoso capacete

Nome: Capacete Giro Trinity, Preto e Branco, Tamanho Universal.
Preço: R$ 399, em até 12 x de R$ 35,35.
Condição: novo.
Diferencial: construção In-Mold, que cria uma única peça (Casca-EPS interno) de policarbonato e elimina as rebarbas e fendas, tornando o capacete mais higiênico, seguro e duradouro.
Tamanho: único.
Para saber mais clique aqui.

Foto: Divulgação Semexe

E-bike para você driblar o trânsito da cidade 

Nome: Caloi e-vibe Urbam.
Preço: R$ 6.419,99, em até 12 x de R$ 568,56.
Condição: nova.
Modalidade: urbana elétrica.
Ano: 2021.
Tamanho do aro: 27,5.
Peso: 20 kg.
Potência: 350W.
Para saber mais clique aqui.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login