Voltar

Conteúdo original Jornal do Carro

Inovação

Byton M-Byte chega à CES 2020 em versão de produção

Elétrico chinês Byton M-Byte apareceu em versão final na feira e quer brigar com SUVs da Tesla

Hairton Ponciano

08/01/2020 - 1 minuto, 44 segundos


A empresa chinesa Byton mostrou na CES 2020 a versão final do M-Byte. O carro foi mostrado como um conceito no Salão de Pequim, há dois anos.

Leia mais:
BMW lança rede inteligente para recarga de carros elétricos e híbridos
Híbridos plugin dão a largada para a eletrificação das frotas
Como a pandemia afeta o desenvolvimento de carros elétricos?

Com o modelo, a marca pretende fazer frente aos SUVs da Tesla, tanto na China quanto nos EUA. A intenção da empresa é vender o M-Byte a partir de 2021. O preço inicial nos EUA será de US$ 45 mil (cerca de R$ 183 mil, na conversão direta).

INSCREVA-SE NO CANAL DO JORNAL DO CARRO NO YOUTUBE

 

O interior é espaçoso e futurista. O painel é formado integralmente por uma tela, que abrange o campo de visão tanto do motorista como do passageiro. Bancos, volante e comandos acompanham essa pegada futurista.

O M-Byte é um automóvel de dois volumes bem definidos, com uma grande área frontal e traseira curta. Tem 4,87 m de comprimento, e um grande distância entre eixos, de 2,95 m, que garante bom espaço interno. O modelo também é largo (1,97 m), mas não tão alto (1,67 m).

Tração do Byton M-Byte pode ser 4×2 ou 4×4

Ele será oferecido em duas opções de bateria: 72 kWh ou 95 kWh. No primeiro caso, a tração é traseira. Já no segundo ela pode ser tanto traseira como integral.

Com a bateria de menor densidade, a Byton promete que o M-Byte terá autonomia de cerca de 550 km com uma única carga.

A versão de entrada terá cerca de 270 cv de potência, segundo a empresa. Já a opção de topo, com dois motores para entregar a tração integral, terá aproximadamente 407 cv.

Jornalista viajou a convite da Mercedes-Benz



De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login