Buscando sugestões para:


Mobilidade para quê?

Emissão de CNH de moto cresce 65% em São Paulo; veja como fazer

Com a gasolina cara, número de pessoas que procuraram o Detran-SP para tirar carteira de habilitação na categoria A em março foi o maior dos últimos dois anos

2 minutos, 17 segundos de leitura

13/04/2022

Por: Arthur Caldeira

pista_aula_teorica_moto
Em março, foram emitidas 2.002 primeiras habilitações na categoria "A" no Estado de São Paulo; recorde desde janeiro de 2020. Foto: Infomoto

Alternativa para fugir do trânsito das grandes cidades, as motos também são uma opção para quem quer fugir dos altos preços dos combustíveis. Levantamento do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) revela que foram emitidas 2.002 primeiras habilitações para categoria A (moto) em março deste ano, um crescimento de 64,7% no Estado de São Paulo, se comparado ao mês anterior, quando 1.214 CNH de moto foram expedidas.

De acordo com o Detran-SP, esse é o maior número registrado mensalmente desde janeiro de 2020, quando 2.104 habilitações foram emitidas. O aumento na emissão de CNH de moto em março coincide com a alta no valor da gasolina. O preço do combustível aumentou 6,9% no mês passado, e atualmente está na casa dos R$ 7,32 por litro, segundo levantamento do Índice de Preços Ticket Log, que monitora os preços de 21 mil postos do país. Até agora, este é o preço mais alto pago no litro da gasolina pelos brasileiros em 2022.

Assim, os veículos de duas rodas são opções interessantes para quem precisa gastar menos com gasolina. Com apenas um litro de combustível, algumas scooters e motonetas podem rodar até 50 km. Por outro lado, um carro popular em boas condições consome em média de 14 a 19 km/litro.

“A alta reflete a busca por um combustível mais econômico. Os números mostram que a troca do carro pela moto é uma das alternativas encontradas para condutores que circulam constantemente. Mas é muito importante que todos os cidadãos façam todo o processo de habilitação de forma correta, nas autoescolas credenciadas pelo Detran.SP”, alerta Neto Mascellani, diretor-presidente do Detran-SP.

OFERTAS 0KM

Como tirar CNH de moto

Quem deseja tirar sua primeira habilitação na categoria A, pode procurar uma das 2.748 autoescolas credenciadas pelo Detran-SP no estado ou ainda iniciar o processo pela internet – desde que o seu RG tenha sido emitido no Estado de São Paulo há menos de seis anos.

Depois disso, será preciso agendar uma visita ao Poupatempo, levar os documentos solicitados e fazer a coleta das digitais, da foto e da sua assinatura. A legislação prevê que o cidadão realize também o exame médico, psicológico (psicotécnico) e 45 horas de curso teórico em um centro de formação de condutores. Ao final, o aluno terá de fazer o exame teórico.

Após ser aprovado e concluir o processo, são mais 20 horas de aulas práticas com uma motocicleta. E, por fim, o teste prático. Em caso de dúvidas, acesse o site do Detran-SP, onde há um passo a passo completo para tirar CNH para moto.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login