Buscando sugestões para:


Patrocinio Dunlop Patrocinio Dunlop
Mobilidade para quê?

Como fazer CNH especial para pessoas com deficiência?

O passo a passo inicial é igual ao pedido de uma CNH comum. Depois, inclui um exame médico com um profissional especializado

2 minutos, 48 segundos de leitura

13/06/2022

Por: Redação Mobilidade

cnh especial
Médico determina as condições para dirigir. Foto: Getty Images.

Você sabe como fazer CNH especial para pessoas com deficiência? Apesar de parecer difícil, o processo é simples.

Na prática, a pessoa com deficiência tem que seguir todos os passos para tirar uma CNH convencional. Ao final, deve apenas solicitar um exame com um médico. O profissional deve ser credenciado ao Departamento de Trânsito (Detran).

Durante o exame, o médico avalia se o tipo de deficiência permite ou não que a pessoa conduza um veículo. Quando é o caso, ele determina as condições para dirigir.

Assim, o médico pode impor algum tipo de restrição. Por exemplo, a pessoa pode ter que usar um carro com câmbio automático.

Isso significa que o condutor pode ser multado se for pego dirigindo fora das condições que o médico definiu. Entretanto, as normas são definidas de pessoa para pessoa, de acordo com a deficiência.

Passos após a aprovação no exame médico

Após ser aprovada no exame médico, a pessoa deve buscar uma autoescola. Mas há uma regra: o local deve ter um veículo que atenda às restrições que o médico impôs.

Apesar da regra, a lei federal não obriga que os Centros de Formação de Condutores (CFCs) tenham veículos adaptados. Por isso, é possível que seja difícil achar um local que ofereça esse tipo de carro ou moto.

Nestes casos, o Detran autoriza que o candidato faça aulas fora da cidade onde reside. Afinal, a pessoa terá que buscar um local que ofereça um carro ou moto adaptados.

Por fim, o exame prático é o mesmo que as pessoas sem deficiência fazem. Assim, o percurso é igual e os critérios também seguem a legislação atual.

Contudo, há uma diferença na hora de avaliar. No caso da CNH especial, um médico acompanha a prova. Dessa forma, o profissional checa se o veículo do exame atende às necessidades do condutor.

No caso dos surdos, o veículo não precisa de adaptação. Porém, o médico pode exigir o uso de um aparelho auditivo.

Além disso, para a prova teórica no Estado de São Paulo, há o auxílio de intérpretes da Língua Brasileira de Sinais (Libras). O objetivo é ajudar o candidato a entender as perguntas.

Como mudar para CNH especial?

Agora você já sabe como fazer CNH especial. Mas também é possível mudar para a CNH especial, no caso de quem já possui habilitação? Sim!

Se a pessoa passar por alguma situação que altere a capacidade de conduzir veículos, deve mudar para a CNH especial. Assim, é preciso fazer novo exame médico para avaliar se a pessoa pode continuar a dirigir e como.

Entretanto, o passo a passo é diferente. O condutor deve buscar a opção “Renovação da CNH – pessoa com deficiência” no Detran.

Além disso, o pedido deve ser feito mesmo se a CNH ainda não estiver vencida. Afinal, é preciso fazer um novo teste prático.

Este teste pode ser feito com veículo próprio ou emprestado, desde que atenda às restrições médicas impostas. Outra opção é contratar os serviços de uma autoescola para a prova.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login