Voltar

Embaixadores

Paulo Miguel Junior

Presidente do Conselho Nacional da ABLA (Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis).

Mobilidade para quê?

Carro alugado, alternativa cada vez mais presente para garantir mobilidade

Setor de locação de veículos está em alta, acompanhando uma visível mudança de comportamento em relação à cultura de posse do automóvel

17/03/2020 - 2 minutos, 58 segundos


Homem-alugando-um-carro

Na terça-feira, dia 17 de março, por meio do Anuário Brasileiro do Setor de Locação de Veículos 2020, foram divulgadas as estatísticas das locadoras no País no canal no YouTube.

Leia mais:
Motorista de aplicativo, essa conversa é com você
Mobilidade urbana em meio ao novo vírus

Segundo a publicação, realizada a partir de informações fornecidas pelo Serpro e com a chancela da Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis, a frota das empresas que oferecem o serviço de locação atingiu 997 mil veículos, quase um milhão de unidades, entre automóveis e comerciais leves. Desse total, aproximadamente a metade é dedicada ao que o mercado chama de “locação diária”.

Locação e a mobilidade

Portanto, há quase 500 mil veículos em todo o país à disposição dos usuários interessados em alugar um carro, o que faz da locação o maior player entre as alternativas que podem ser usadas para compor o mix de mobilidade nos centros urbanos.

Além disso, o setor é hoje o principal fornecedor de carros àqueles que dirigem para aplicativos de transporte. Calcula-se que ao menos um a cada quatro motoristas que dependem dessa ocupação optam por o veículo de trabalho das locadoras – pelo menos 150 mil a 200 mil pessoas que encontraram um meio de subsistência contanto com o suporte de um carro alugado.

Indicadores em crescimento

O Anuário também confirmou o aumento no número de diárias, que progrediu de 43 milhões para 49,6 milhões, um crescimento de 15,3%. Incluem-se nesse montante todas as modalidades de locação, inclusive turismo de lazer, turismo de negócios e terceirização de frotas.

Vale a pena conhecer outros números desse setor que passa a ser cada vez mais demandado por usuários de diversos perfis. Em 2019, as locadoras emplacaram 22,8% dos veículos comercializados no país, o que as consolidou como as principais clientes da indústria automotiva.

O faturamento do setor atingiu R$ 21,8 bilhões, ante R$ 15,3 bilhões em 2018. A contribuição com o pagamento de impostos no período praticamente dobrou: passou de R$ 1,4 bilhão para R$ 2,7 bilhões.

Foram criadas quatro mil vagas de emprego pelo setor em 2019 e o número de empregos diretos chegou a 75 mil. Em virtude da grande competitividade, o número de locadoras subiu de 8.033 em 2018 para as atuais 10.812.

Marcas mais desejadas

Na hora de escolher o carro a ser alugado, há opções de todos os modelos e marcas. De acordo com o Anuário da ABLA, a General Motors ocupa a liderança do ranking dos automóveis e comerciais leves mais emplacados pelas locadoras. Em 2019, sua participação no mercado de locação foi de 24%, o que equivale a 130.424 unidades. A relação das maiores montadoras por vendas ao setor de locação tem ainda, na sequência, FCA (19,86%), Volkswagen (19,47%), Renault (13,9%) e Ford (12,74%), entre outras.

Em resumo, o Anuário Brasileiro do Setor de Locação de Veículos confirma que o serviço está em alta, acompanhando uma visível mudança de comportamento no que se refere a deixar de lado a cultura de posse do automóvel. Cada vez mais pessoas passam a alugar veículos para longos períodos, em vez de comprá-los. Essa tendência, aliada à expansão do nicho de aluguel para motoristas de aplicativos, favoreceu o desempenho das locadoras de veículos.

A expectativa é que mais pessoas possam usar, compartilhar e até mesmo combinar esse serviço com outros meios de transporte, o que permitirá a expansão das alternativas de mobilidade em todo o País.

Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião do Estadão

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login