Voltar
Meios de transporte

Empresa lança serviço de compartilhamento mensal de carros

O serviço, que inclui seguro, pode trazer renda extra aos proprietários de veículos que rodam pouco. Os automóveis são disponibilizados sempre limpos e com tanque cheio

Daniela Saragiotto

31/08/2020 - 2 minutos, 58 segundos


aplicativo-moobie-em-frente-a-um-carro
Foto: Divulgação

A MoObie, maior plataforma de compartilhamento de carros da América Latina, acaba de lançar um novo serviço: o aluguel mensal de automóveis. A empresa é conhecida por conectar pessoas físicas que querem compartilhar o carro com outras pessoas, tudo feito por meio do aplicativo.

Leia mais:
A carona compartilhada como protagonista das viagens no pós-pandemia
Economia circular nos transportes

De acordo com Tamy Lin, CEO e fundadora do app, a demanda por essa modalidade já existia, mas ficou maior durante a pandemia. “Recebemos o pedido de uma enfermeira, que intensificou os plantões nesse período. Da mesma forma, outras pessoas, inclusive motoristas de aplicativo, também nos pediam por esse pacote há algum tempo”, conta Lin.

Lançado no final de julho, o plano mensal possui as mesmas exigências que o avulso: quem coloca o automóvel à disposição para compartilhamento precisa entregá-lo limpo, com tanque cheio e em boas condições de manutenção. É preciso também definir entre as opções de quilometragem,
tudo feito por meio do aplicativo.

Como funciona

A partir de R$ 999 por mês, o usuário pode escolher entre diversas opções de veículo disponíveis na plataforma, como Etios, HB20, Ka, entre outros, com faixa de quilometragem entre 500 a 1.000 km no período. “Temos cadastrados desde os automóveis mais simples até os premium, há opções para diversos gostos e necessidades”, explica Lin. Todos os veículos possuem seguro com abrangência nacional e assistência 24 horas.

Opinião dos usuários

O produtor multimídia Fabio Breno, 40 anos, tem dois carros – um Renault Kwid e um Chevrolet Onix – disponíveis para compartilhamento na plataforma. Como os automóveis eram pouco usados, teve a ideia de compartilhar. “Estava também em busca de uma renda extra”, conta.

Hoje, ele possui um carro no pacote avulso, outro no mensal. “Gosto do serviço. Como sugestão de melhoria, acredito que o app poderia ter outras opções de valor, data e especificação de quilometragem excedente, por exemplo”, sugere.

A enfermeira Viviane Guimarães de Lima, 45 anos, compartilha todo mês um veículo da plataforma. Ela foi uma das responsáveis pelo lançamento do produto: iniciou no plano avulso e sempre pedia pelo mensal. Depois do lançamento, mudou de plano. “Depois que vendi meu carro, passei a usar muito a locação. Com a MoObie, encontrei a melhor opção, pois não tem cheque caução e isso ajuda bastante”, diz.

“Acho o pacote mensal fundamental, pois algumas pessoas tem a necessidade de usar um veículo durante todo o mês, e não somente um dia ou um final de semana”, explica ela.

Crescimento

De acordo com a fundadora da MoObie, o lançamento do novo pacote tem ajudado a empresa neste cenário de retomada. O aumento da procura do serviço pelos motoristas de aplicativos também colabora nesse sentido.

“Fomos impactados na pandemia, como todo o mercado, mas estamos voltando a crescer. Nossa previsão é de que, entre setembro e outubro, iremos voltar ao volume que tínhamos antes da pandemia”, diz.

De acordo com ela, a startup também estuda o lançamento de novos pacotes, como os de 10 ou 15 dias. “Acreditamos que esses períodos seriam interessantes para quem sai em férias”, explica.

Saiba mais:

  • A MoObie está presente em 191 cidades do País
  • Um carro, no plano mensal, custa a partir de R$ 999
  • No plano avulso, a faixa de preço gira em torno de R$ 130,00
  • Em alguns casos, o proprietário pode faturar até R$ 2 mil/mês com seu carro.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login