Voltar
Connected Smart Cities

Especial cidades: Brasília

Brasília está entre as dez cidades mais inteligentes do país, com destaque nos eixos de  mobilidade e tecnologia e inovação

Beatriz Faria

23/02/2021 - 1 minuto, 39 segundos


Brasília conquistou a oitava colocação no Ranking Connected Smart Cities 2020. A cidade investiu muito em tecnologia nos últimos anos, com objetivo de aumentar a eficiência de serviços em um cenário que era cada vez mais imprescindível a migração para o ‘online’: Brasília conta com 72 pontos de acesso a internet por 100 habitantes (um crescimento de 34% com relação a última pesquisa) e 44,8% das conexões de banda larga possuem velocidade superior a 34MB. 

Leia mais:
Especial Covid-19: cidades resilientes
Balneário Camboriú é destaque em governança e segurança no Ranking Connected Smart Cities
Vantagens da integração de sistemas nas cidades

Além disso, Brasília é destaque no eixo de Mobilidade e Acessibilidade obtendo a segunda posição graças à vasta quilometragem de ciclovia por habitante. As cidades  melhores posicionadas em cada uma das cinco regiões geográficas brasileiras estão entre as 10 melhores posicionadas no recorte do Ranking Geral de Mobilidade e Acessibilidade, sendo todas capitais estaduais.

Brasília (DF), anteriormente na primeira colocação Governança, perdeu posições devido principalmente a redução nas despesas per capita em Urbanismo e Saúde. Como resultado disso, Brasília também caiu da 10º posição em Saúde para a 19º posição, devido ao avanço superior das cidades que se posicionavam próximas (que apresentaram melhor desempenho).

Apesar desses fatores, Brasília está se preparando para se tornar o Vale do Silício brasiliero: o empreendimento, que está sendo elaborado há quase uma década, tem como objetivo criar um parque tecnológico que pretende ser o polo da tecnologia brasileira, unindo diferentes iniciativas que promovam a inovação. O Banco de Brasília (BRB) é o administrador do fundo responsável pela captação de recursos, além de construir um centro de inovação e uma aceleradora de start-ups para estimular a migração de empresas. 

O projeto, que leva o nome de Biotic, é um fundo verde, ou seja, possui enfoque nas questões ambientais e sustentáveis. A ideia é que a cidade consiga se tornar uma cidade inteligente com enfoque ambiental, social e de governança.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login