Buscando sugestões para:


Patrocinio Dunlop Patrocinio Dunlop
Mobilidade para quê?

Estação Vila Sônia começa a operar neste sábado, dia 18

No mês de dezembro, os trens funcionarão somente fora do horário de pico, entre 10h e 13h. O horário integral começa a valer a partir de maio de 2022

2 minutos, 28 segundos de leitura

17/12/2021

Por: Marina Oliveira

Estação Vila Sônia
A nova estação é composta por uma estação de metrô subterrânea e um terminal de ônibus urbanos intermunicipais e municipais. Foto: Governo do Estado

Foi inaugurada na manhã desta sexta-feira (17) a estação Vila Sônia, da Linha 4- Amarela do Metrô. A obra foi entregue com 7 anos de atraso e 17 anos após o início. A nova estação é composta por uma estação de metrô subterrânea e um terminal de ônibus urbanos intermunicipais e municipais.

A partir deste sábado (18), a nova estação começa a funcionar em esquema de operação assistida, com horário reduzido. A circulação dos trens será entre 10h e 13h, sem cobrança de tarifa. Em janeiro, o horário será estendido para das 10h às 15h. O horário integral, das 4h40 às 0h, começa a valer a partir de maio de 2022. 

A Vila Sônia foi a última estação a ficar pronta na Linha 4-Amarela e será operada pelo consórcio ViaQuatro. Com o novo trecho de 1,5 km, a estação vai ligar a Vila Sônia, na Zona Sul, com a Luz, na região central. E a linha 4- Amarela passa a ter 11 estações. De acordo com o governo do estado, existe um projeto para estender a linha até Taboão da Serra, na Grande São Paulo.

Com esta entrega, a malha metroviária do Governo de SP passa a ter um total de 102,6 km de extensão em seis diferentes linhas. Somente na Linha 4-Amarela são 12,8 km de extensão operacional, com 11 estações entre Luz e Vila Sônia.

Sobre a estação Vila Sônia

A 29 metros abaixo da terra, a quarta mais profunda da Linha 4 — perde para as estações Paulista (55 metros), Butantã (51 metros) e Pinheiros (31 metros) —, a Vila Sônia terá 20 escadas rolantes, 12 fixas, quatro elevadores e uma plataforma elevatória.

A estação Vila Sônia tem entrada principal na Avenida Professor Francisco Morato, 3.990, enquanto o acesso secundário fica no lado oposto da via (nº 4.001). Ela também poderá ser acessada pelo terminal de ônibus, que tem entrada pela Rua Heitor dos Prazeres, e por uma passarela sobre a Avenida Eliseu de Almeida, cuja entrada está nesta mesma avenida, esquina com a Rua Doutor Ulpiano da Costa Manso.

Já o terminal de ônibus foi construído com um acesso subterrâneo exclusivo para que os ônibus que vêm pela Avenida Francisco Morato (sentido Taboão-Centro), não precisem parar em semáforos para cruzar a via. O terminal está no nível da rua, sobre a estação e o estacionamento de trens do Pátio de Manutenção Vila Sônia, com ligação direta para a estação. 

Raio X

Número de estações na linha
Com a inauguração da Vila Sônia, a linha 4- Amarela passa a ter 11 estações. 

Conexões com outras linhas
A linha Amarela permite a conexão com seis linhas do Metrô em quatro estações.

Movimento de passageiros
Por dia, cerca de 90 mil passageiros deverão circular pelo complexo Vila Sônia. 

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login