Frota de ônibus com zero emissão caiu 8% em 2024 no Canadá | Mobilidade Estadão |

Buscando sugestões para:


Publicidade

Frota de ônibus com zero emissão caiu 8% em 2024 no Canadá

Por: Erick Souza . Há 8 dias
Planeta Elétrico

Frota de ônibus com zero emissão caiu 8% em 2024 no Canadá

De acordo com relatório, País perdeu 481 ônibus elétricos da frota total em um ano

2 minutos, 36 segundos de leitura

11/06/2024

Por: Erick Souza

ônibus com zero emissão do Canadá
Apesar da queda em etapas iniciais da implementação dos veículos no sistema de transporte, o número de ônibus elétricos em operação cresceu. Foto: Divulgação/Cutric

A frota de ônibus com zero emissão de gases poluentes perdeu 481 veículos no Canadá, de acordo com a última edição do relatório ZEB (sigla para ônibus com zero emissão, em inglês). Elaborado pelo Consórcio Canadense de Inovação e Pesquisa em Trânsito Urbano (Cutric), o quarto volume do levantamento utilizou dados de ônibus elétricos entre outubro de 2023 e janeiro de 2024.

De acordo com o levantamento, a frota de ônibus com zero emissão no Canadá era de 4.945 ao final da coleta de dados. Esse número representa veículos em diferentes estágios de implementação no sistema de transporte público, desde o pronunciamento da compra, até o início da operação. Isso inclui, por exemplo, ônibus em financiamento, em processo de aquisição e outras etapas.

Apesar da queda, o relatório mostra que, atualmente, existem 1.889 ônibus com emissão zero nas fases de financiamento e já em operação. “Esse número é, provavelmente, um indicador muito melhor de ônibus com emissão zero nas ruas nos próximos dois anos do que os 4.945 [indicados anterioremente]”, explicam no material.

Atualmente, a maior parte da frota é composta por ônibus movidos à bateria; representando 98% de toda a frota nacional. Os outros 2% dizem respeito aos ônibus movido por célula de hidrogênio.

Dados sobre ônibus com zero emissão no Canadá

Os dados indicam que as principais quedas ocorreram nas fases iniciais de implementação de um ônibus elétrico no País. Na etapa de financiamento, a queda foi de 29%. Isso significa que, no último ano, menos empresas e entidades estiveram interessadas a financiar o uso de veículos deste tipo. “Esta mudança pode resultar do financiamento do governo local, do apoio político, ressurgimento econômico e a disponibilidade de recursos, que estimularam a adopção de ZEBs em agências de trânsito no ano passado”, explicam no texto da pesquisa.

Ao mesmo tempo, os dados também mostram um crescimento nas últimas fases, como o crescimento de 17% na aquisição dos ônibus e 8% no início do serviço. De acordo com o texto, apesar da queda nas fases iniciais, o crescimento do número de ônibus zero emissão em operação, acompanha os objetivos do governo Canadense.

De acordo com o Cutric, a pesquisa também identificou que muitas agências de transporte ainda estão em estágio inicial de implementação da tecnologia, o que pode justificar os resultados. O relatório também reconhece alguns pontos de fragilidade no sistema público de transporte do Canadá, como empresas estagnadas nos mesmos resultados obtidos na edição anterior do levantamento. Ao todo, 140 agências contribuíram com a pesquisa, além de dados coletados por fontes variadas. como agências de transporte público e materiais da mídia.

Os ônibus zero emissão analisados pela pesquisa dizem respeito a veículos movidos à bateria e, outros, movidos à hidrogênio. No caso dos ônibus movidos à bateria, o levantamento também analisou os tipos, a quantidade e a localização das estações de carregamento.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?

Quer uma navegação personalizada?

Cadastre-se aqui

0 Comentários


Faça o login