Buscando sugestões para:


Logo
Patrocínio

Dirigir com a roda avariada é perigoso; entenda

Por: . 16/03/2023

Publicidade

Resolver

Dirigir com a roda avariada é perigoso; entenda

Amassados e trincas no componente podem causar desequilíbrio no automóvel

1 minuto, 59 segundos de leitura

16/03/2023

Rodas danificadas, com partes amassadas ou trincas, podem interferir diretamente na segurança do motorista. A avaria, dependendo da gravidade, compromete o sistema de suspensão e provoca o desequilíbrio do automóvel.

Em algumas circunstâncias, a roda sofre um impacto sem comprometer sua estrutura. “Mas, em casos mais extremos de esforço, ela fica deformada e, quando isso acontece, pode romper e colocar o motorista em risco”, explica Cléber Willian Gomes, professor de Engenharia Automotiva da FEI.

Ele afirma que uma análise de engenharia – chamada teste de tração – dá o diagnóstico sobre o risco de deformação dos componentes. Se alterados, podem levar à ruptura da roda e, com o automóvel em movimento, ocasionar um acidente.

“Em muitas situações, as avarias da roda nem são percebidas visualmente. Por isso, quando ela sofre um impacto, o uso de ultrassom ajuda a avaliar trincas externas e porosidades. Além disso, um ensaio feito com líquido penetrante ressalta essas rachaduras”, diz o professor.

Segundo Gomes, a produção das rodas exige um cuidadoso processo de desenvolvimento para garantir a estabilidade e o correto balanceamento do veículo.

De olho nas trepidações

Quando um dos componentes está em desacordo com o projeto inicial, o conjunto pode não funcionar adequadamente. “Os materiais, em especial as ligas metálicas, sofrem alterações na sua resistência mecânica, dependendo do tipo de deformação”, afirma Gomes.

O importante é que o motorista dê a devida atenção às condições da roda, porque é um item que sempre necessita de cuidados. Ao pegar um buraco que provoque um impacto maior no carro, ele deve verificar se houve desgaste excessivo nas rodas.

O carro pendendo para um dos lados e trepidação durante a aceleração são sinais de que o impacto refletiu diretamente no balanceamento do conjunto roda-pneu, causando até mesmo certo desconforto ao motorista.

A verificação mais minuciosa deve ser feita por um profissional, que tem mais condições de analisar se há ou não a necessidade de troca. Às vezes, o simples reparo na peça já resolve.

Outro indicativo de que a roda está avariada é quando a calota se desprende. “O dano causa a falta de pressão e a devida fixação do item à roda”, explica Gomes.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?

Quer uma navegação personalizada?

Cadastre-se aqui

0 Comentários


Faça o login

Espaço do patrocinador

Com Você. Sempre.

Conheça mais de nossos produtos.

VER AGORA