Buscando sugestões para:


Logo
Patrocínio
Entender

Manutenção preventiva dos discos de freio pode evitar acidentes graves

Componente desgastado prejudica a frenagem do carro e compromete a segurança do motorista

2 minutos, 15 segundos de leitura

04/01/2022

disco de freio
Foto: Getty Images

O sistema de freios tem como principais componentes pastilhas e discos, que exigem revisões periódicas para garantir a segurança de motorista e passageiros do automóvel. Uma peça desgastada acarreta desconforto e, em casos extremos, acidentes de trânsito. 

De maneira geral, o disco de freio tem vida útil de aproximadamente 40 mil quilômetros percorridos pelo automóvel. Esse número pode aumentar ou diminuir de acordo com a forma de condução, do peso que o veículo carrega e do tipo de trajeto feito diariamente.

Segundo o coordenador de assistência técnica da TMD Friction do Brasil, Raulincom Borges da Silva, é preciso estar sempre atento às indicações de uso de cada fabricante. 

“As causas que levam ao desgaste do disco de freio são diversas e todos os fatores podem deformar a estrutura do componente ao longo do tempo, além de prejudicar a frenagem do veículo”, revela. “Por isso, é importante optar por mecânicos especializados que garantam a execução correta do serviço.” 

Verificar a espessura do disco durante as manutenções preventivas ajuda a assegurar que o tempo da vida útil estipulado seja alcançado. Mas não é só: o motorista deve estar sempre atento aos sinais que o carro dá ao longo dos meses. 

Cuidados com a retificação

“Ao entrar em contato com as pastilhas de freio, um disco de freio muito gasto e repleto de irregularidades em sua superfície, como sulcos e incrustações, provoca vibração no volante ou no pedal do freio e ruídos. Nesse caso, o melhor a fazer é recorrer à manutenção do sistema com um profissional”, afirma Borges. 

A formação de faixas rebaixadas e irregulares também impede que as pastilhas tenham contato uniforme com o disco, comprometendo a frenagem. O veículo demora mais a responder, exigindo que o motorista aplique mais força no pedal. Quando isso ocorre, é recomendável que o motorista faça uma visita à oficina o quanto antes.  

Antes de optar pela retificação do disco de freio, ou seja, desbastar uniformemente a superfície, tornando-a mais uniforme, um especialista deve avaliar a vida útil que a peça terá depois do processo. Vale ressaltar a necessidade de retificar os dois lados simultaneamente, para não prejudicar o balanceamento.

O proprietário do carro deve utilizar somente discos similares aos originais, desconsiderando peças com dimensões diferentes (tanto na espessura como no diâmetro). Outra recomendação é jamais fazer furos adicionais ou chanfrar algumas regiões, ações que fragilizam os discos, causando fissuras e até a quebra do componente.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login

Espaço do patrocinador

Com Você. Sempre.

Conheça mais de nossos produtos.

VER AGORA