Voltar
Inovação

Empresas de mobilidade estimulam a inovação

Ranking 100 Open Startups, principal levantamento de startups do País, revela as dez empresas premiadas na categoria

Daniela Saragiotto

10/11/2020 - 6 minutos, 17 segundos


empresas de mobilidade ganham prêmio

O Ranking 100 Open Startups 2020 liderado pelo movimento global 100 Open Startup, uma plataforma de open innovation para grandes empresas e investidores cocriarem novos negócios, é uma espécie de termômetro da inovação em diversos segmentos da sociedade. Mobilidade é um deles: o número de inscritos na categoria Mobility & LogTechs, que foi criada em 2017, cresce a cada ano. Se, em 2017, foram 153 empresas inscritas, neste ano, elas totalizaram 1.622. O dado reflete uma realidade que já nos acostumamos a ver em nosso dia a dia, com o surgimento de novas soluções, modais e serviços das empresas de mobilidade que prometem facilitar os deslocamentos, sobretudo nos grandes centros urbanos.

Leia mais:
Hoje tem live do Momento Mobilidade, às 11h
Los Angeles estuda adotar tarifa zero no transporte coletivo
Medo faz parte da rotina feminina nas cidades

A categoria representa 8,5% das startups inscritas nesta edição do prêmio. “Percebemos um amadurecimento desse segmento e crescente preocupação com mobilidade urbana e temas relacionados. Registramos, também, um aumento de 239% na quantidade de empresas dessa categoria inscritas, na comparação com o ano passado, além de quadruplicar as interações pela plataforma”, diz Bruno Rondani, CEO do 100 Open Startups.

Premiação virtual

Por causa da pandemia, neste ano, a divulgação do ranking acontece virtualmente durante o Whow! Festival de Inovação, com a premiação dos vencedores, a partir das 18 horas, desta quarta-feira, 11 de novembro. “Observamos nesta edição que as soluções com maior demanda estão relacionadas à mobilidade urbana em geral, inclusive de pedestres, além de transporte corporativo e caronas”, diz Rondani.

O Mobilidade Estadão teve acesso, com exclusividade, à lista das dez startups vencedoras na categoria Mobility & LogTechs, selecionadas de acordo com a pontuação de cada uma delas e suas relações de negócios com grandes empresas no período de 12 meses. “O critério do ranking é totalmente objetivo. As startups pontuam conforme as relações de open innovation estabelecidas com o mercado corporativo”, explica o executivo. Segundo Rondani, fazem parte do Movimento 100 Open Startups 13.177 companhias, no total. “Dessas, 1.310 estabeleceram relacionamentos de open innovation com 1.968 companhias, nos últimos 12 meses, e foram aprovadas como candidatas ao Ranking 100 Open Startups 2020”, completa.

Conheça as dez empresas de mobilidade vencedoras do principal ranking de startups do Brasil

Compartilhamento de guarda-chuvas, caronas corporativas, roteirização de entregas, coworking por sistema de assinatura, entre outros cases. O ecossistema da inovação em mobilidade é amplo, e as vencedoras na categoria Mobility & LogTechs, do Ranking 100 Open Startups 2020, são exemplos disso. Conheça um pouco mais sobre as vencedoras deste ano. 

Praticidade nos dias chuvosos

Nathan Janovich, um dos fundadores da Rentbrella

A primeira posição ficou com a Rentbrella, empresa que começou a operar em 2018 e oferece um sistema de compartilhamento de guarda-chuvas inédito, disponível em alguns pontos da cidade de São Paulo. Localizadas em edifícios corporativos, shoppings e em algumas saídas do metrô, as estações com os produtos podem ser acessadas pelos usuários após um rápido cadastro. “Se devolverem em 24 horas, não há cobrança. No segundo dia sem a devolução, a taxa é de R$ 2 e, só no terceiro, cobramos R$ 34, mas o usuário pode ficar com o guarda-chuva”, diz Nathan Janovich, um dos fundadores da empresa. O modelo de negócios foi amadurecendo até inaugurarem uma fábrica para produção das estações, localizada em São Carlos (SP). “Em um ano, passamos de 50 estações para 400 e temos, atualmente, 35 mil guarda-chuvas para compartilhamento. No primeiro trimestre de 2021, lançaremos o serviço em Nova Iorque (EUA)”, afirma.

Solução de transporte corporativo em um único app

Jordana Souza, CRO e uma das fundadoras da VOLL

O segundo lugar ficou com a VOLL, que criou uma solução para a gestão de transporte corporativo. “Tecnicamente, unificamos os principais players de mobilidade urbanos em uma única interface, o que permite ao funcionário das empresas comparar, em uma única tela, todas as alternativas de transporte para sua necessidade, seja por preço, seja por tempo de espera, seja por categoria de serviço ou preferência”, explica Jordana Souza, CRO e uma das fundadoras. Dessa forma, em vez de gerir e administrar contratos individuais com Uber, 99, Cabify, Wappa, entre outros parceiros, a gestão é consolidada em uma única aplicação, o que resulta em ganho de eficiência. A VOLL nasceu em Minas Gerais, mas opera em todo o Brasil, e possui, entre seus principais clientes, companhias como Itaú Unibanco, Vivo/Telefônica, TIM, Claro, Sodexo, Pepsico, McDonald’s, Heineken, Cargill, Klabin, IBM, Cielo, Souza Cruz.

Integração entre modais

Marcio Henrique Nigro, CEO e fundador da Wiimove

A terceira posição ficou com a Wiimove Mobilidade Inteligente, empresa do fundador do site Caronetas, foi lançada em 2019 por Marcio Henrique Nigro, CEO. Atualmente, o app reúne todas as alternativas de transporte, públicas ou corporativas, facilitando a vida do usuário, reduzindo custos e emissões para a empresa contratante. “Integramos fretados, táxi, carro por app, reembolso de quilometragem e caronas na mesma interface. Além disso, nosso algoritmo auxilia o gestor a identificar oportunidades de redução de custos, seja com a troca de modais, seja com o compartilhamento ou troca de equipamentos”, explica Nigro.

A empresa, que passou a receber aceleração da SAP em 2019, comemora suas conquistas neste ano tão difícil. “Em 2020, obtivemos resultados de nossa maior operação de fretados, com a Raízen, com mais de 10 mil pessoas, em 100 cidades, 24 usinas, algumas funcionando em seis turnos. Nessa operação, promovemos uma redução de custo média de 20%”, explica o fundador.

Para resolver problemas de empresas

Gustavo Gracitelli, CEO e cofundador da Bynd

O Bynd, startup que reúne diversas soluções de mobilidade corporativa – como app de caronas entre colegas de trabalho, app que integra soluções de transporte sob demanda e substituição de fretados ou transporte coletivo por aplicativos de compartilhamento –, ocupa a quarta posição no ranking. De acordo com Gustavo Gracitelli, CEO e cofundador, as conquistas desse ano são motivo de muito orgulho para toda a equipe. “Tínhamos tudo para ter resultados extremamente negativos por causa da pandemia. Somos uma solução de mobilidade corporativa, e as empresas e pessoas passaram a trabalhar em home office pelo risco da covid-19”, diz ele. Mas não foi o que aconteceu: a Bynd aumentou em 12% seu faturamento, contratou oito pessoas no último ano e está buscando mais três funcionários. “Isso é motivo de muito orgulho, pois só um time apaixonado, engajado e que acredita verdadeiramente no que está construindo consegue entregar esse tipo de resultado”, diz

Rotas mais inteligentes 

Mazine Zaninetti, CEO da Vuupt

“Nós fornecemos a tecnologia necessária para as empresas que, de forma geral, precisam organizar e gerenciar seus deslocamentos”, conta Mazine Zaninetti, CEO da Vuupt, uma plataforma de roteirização e gestão de entregas no modelo B2B, criada em 2016. Entre seus cases está o fornecimento de tecnologia para a Ontime, uma operação de logística reversa que organiza e acompanha as rotas de todos os veículos da empresa, diariamente. “Com nosso roteirizador, foi possível criar rotas inteligentes que permitem aos motoristas começar sua jornada de trabalho a partir de suas casas e fazer as coletas ao longo do caminho, em direção ao hub, que é o final da jornada”, diz Zaninetti. Ele explica que, com o recurso, os usuários também recebem notificações quando o entregador está a caminho, o que leva mais transparência e confiabilidade ao processo, além de evitar desencontros.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login