Voltar

Conteúdo original Jornal do Carro

Mobilidade para quê?

Kawasaki desenvolve primeira moto híbrida do mundo

Fábrica japonesa revelou que está testando moto capaz de alternar entre gasolina e eletricidade; modelo da Kawasaki também terá modo 100% elétrico

2 minutos, 24 segundos de leitura

08/12/2020

Por: Diogo Oliveira

Kawasaki já desenvolveu supercharger para moto, como a Ninja H2 (acima), e trabalha em novos sistemas de propulsão. Foto: Kawasaki/Divulgação

A Kawasaki divulgou um vídeo do que parece ser o projeto da primeira moto híbrida do mundo. O filme mostra um modelo de duas rodas que aparentemente combina motores a gasolina e elétrico. O roteiro é didático e tenta mostrar um pouco como a tecnologia vai funcionar.

O sistema é similar ao que temos atualmente nos automóveis híbridos. A moto da marca japonesa seria capaz de identificar as condições de uso.

Em outras palavras, poderia alternar o funcionamento entre os dois motores. Dessa forma, seria capaz de entregar uma autonomia combinada maior — com maior eficiência energética também.

O motor a gasolina é usado como gerador para carregar a bateria durante a viagem na estrada em um dos modos. E ao chegar na cidade, a moto passa a usar a eletricidade para mover as rodas. Já em rodovias mais sinuosas, o sistema pode combinar os dois combustíveis.

Um dos desafios do sistema híbrido para motos é o espaço para acomodar os componentes como motores, câmbio e baterias de íon de lítio. Não é como em carros, em que há muito mais possibilidades para instalar os componentes e distribuí-los pelo chassi.

Câmbio manual de seis marchas

Uma reportagem publicada em outubro pelo site Visor Down revelou detalhes das patentes do inovador sistema híbrido da Kawasaki. A tecnologia promete combinar a esportividade do motor a combustão com o torque imediato (e o apelo ecológico) do motor elétrico.

Tudo isso com um ganho de autonomia em modo elétrico. Ao passo que há o ganho garantido pela emissão zero de poluentes.

OFERTAS 0KM

As imagens mostram o que parece ser uma moto turismo comum. Um joystick é combinado ao acelerador. Isso permite configurar o sistema híbrido em quatro modos.

O primeiro aciona os dois motores para entregar o máximo de desempenho. Além disso, o segundo transforma o motor a gasolina em um gerador para abastecer as baterias.

O terceiro ajuste é um modo de ampliação da autonomia. Ao passo que o quarto modo é o puramente elétrico.

Kawasaki/Reprodução

Uma curiosidade é que o sistema híbrido da marca japonesa utiliza a transmissão manual de seis marchas para os motores a gasolina e elétrico. Isso é algo realmente novo. Frequentemente, carros elétrico, por exemplo, têm transmissão automática.

Pelo que dá para se ver no vídeo, o sistema híbrido da Kawasaki está em fase bastante avançada de desenvolvimento. Dessa forma, deve garantir para a marca japonesa o pioneirismo no lançamento de uma moto que combina motores a combustão e elétrico.

Diferentemente dos carros, na indústria de motos ainda não há um modelo que mescle dois tipos de motor.

O post Kawasaki desenvolve primeira moto híbrida do mundo apareceu primeiro em Jornal do Carro – Estadão.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login