Voltar
Inovação

Locação de elétricos já é realidade no Brasil

Locadoras investem em frotas de modelos totalmente elétricos ou híbridos para quem quer experimentar uma mobilidade mais limpa

Arthur Caldeira

26/03/2021 - 3 minutos, 28 segundos


locação carro elétrico
Maior corredor com postos de carregamento para carros elétricos da América Latina passou a operar na última segunda-feira (22), na Rodovia Presidente Dutra. Iniciativa do BMW Group Brasil e da EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico, com apoio da Ipiranga. Foto: Divulgação BMW

Embora a eletrificação pareça ser um caminho inevitável da mobilidade urbana, ainda existem muitos mitos sobre os carros elétricos e híbridos. Sem falar no alto preço dos poucos modelos disponíveis no Brasil, atualmente. 

Leia mais:
Diferenças entre os motores eletrificados
Caminhos da eletromobilidade no Brasil
Fórmula E serve de laboratório para veículos elétricos

Mas quem procura uma maneira mais “limpa” de se locomover e ainda tem receio quanto ao desempenho e à autonomia desse tipo de veículo, agora, pode contar com a locação de elétricos para experimentar. De olho nesse nicho, as locadoras de veículos estão investindo em frotas de modelos híbridos e elétricos também para o consumidor final.

Desde novembro, a Movida possui uma frota de 70 unidades do Nissan Leaf para locação de curto prazo. “Já contávamos com uma grande frota de híbridos e elétricos para o segmento de B2B. Escolhemos o Leaf por ser um veículo premiado pela sua tecnologia e com perfil urbano. Ele tem 240 quilômetros de autonomia e pode ser utilizado nas cidades onde já há mais postos de eletrificação”, explica Jamyl Jarrus, diretor executivo comercial e de marketing da Movida.

O hatch totalmente elétrico tem 111 kW (149 cv) de potência e está disponível em lojas do Rio de Janeiro (RJ) e da capital paulista, além de Guarulhos, São Caetano e Campinas, no Estado de São Paulo. Segundo Jarrus, a procura pelo Leaf tem sido alta, assim como a demanda por informação sobre os elétricos. 

Para isso, a equipe da Movida recebeu treinamento especial para trabalhar com a frota eletrificada. “Também há um QR Code no carro, que leva a uma seção de perguntas e respostas para tirar as dúvidas dos clientes”, comenta o executivo. 

A tarifa de locação do hatch elétrico é equivalente a um modelo a combustão do mesmo porte e segmento. A vantagem é que não há gasto com combustível e não é preciso encher o tanque antes da devolução. “Solicitamos que o cliente devolva o Leaf com, pelo menos, 60% de carga para facilitar a operação. Mas, caso não seja possível, não existe cobrança adicional”, explica Jarrus.

A empresa tem planos de ampliar a oferta de veículos elétricos a outras localidades. “Nosso objetivo é acabar com o medo do novo e desmistificar o uso do carro elétrico”, conclui.

Boa aceitação

A Unidas, segunda maior locadora de automóveis do Brasil, também ampliou seus investimentos em mobilidade sustentável no País com a aquisição de 20 unidades do hatch elétrico BMW i3 BEV Full. Disponível para locação desde janeiro, inicialmente na cidade de São Paulo, em sete lojas na capital, e no aeroporto de Guarulhos. 

Com autonomia de 350 quilômetros e motor com 125 kW (170 cv) de potência, o BMW i3 vem se juntar ao Volkswagen Golf GTE (híbrido) e ao Renault Kangoo Z.E. MAXI, este disponível apenas para frotas corporativas desde o início de 2020. Modelos mais luxuosos e potentes, como o Audi e-tron e o Jaguar iPace, também são oferecidos a empresas ou nos planos de assinatura.

 “Nossa iniciativa vai ao encontro da filosofia de muitas empresas de migrar para uma frota eletrificada”, declarou Breno Davis Campolina, head de frotas e projetos da Unidas. De acordo com o executivo, a aposta está dando certo e a aceitação tem sido surpreendentemente grande. 

O sucesso motivou a empresa a investir no segmento de Rent a Car (pessoa física) com a aquisição do BMW i3. “Nosso objetivo é ampliar a frota e os locais, mas o catálogo de modelos disponíveis no Brasil ainda é restrito”, diz ele.

A Unidas também firmou uma parceria com a EDP, empresa do setor elétrico, para oferecer soluções aos segmentos corporativo e de pessoa física. Além de preparar as lojas da Unidas com pontos de recarga, a EDP fornece um cartão para que o cliente possa recarregar o BMW i3 em pontos públicos, caso não tenha uma tomada de 220 V disponível. 

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login