Buscando sugestões para:


Meios de transporte

Bike fit: conheça a técnica que deixa a bicicleta sob medida para você

O serviço é indicado para qualquer ciclista que quer evitar dores e lesões e melhorar o desempenho ao pedalar

3 minutos, 33 segundos de leitura

22/04/2022

Por: Marina Oliveira

bike fit
A recomendação é realizar o bike fit antes da compra da bicicleta. Foto: Getty Images

Descobrir qual bike é ideal para o seu tamanho, capacidades e demandas pode ser uma tarefa trabalhosa para ciclistas iniciantes ou profissionais. E comprar uma bicicleta que não seja adequada a você e ao seu corpo pode causar dores e desconforto ao pedalar. Para evitar essas situações, existe a técnica bike fit, que consiste em encontrar e ajustar o modelo ideal de bicicleta para o ciclista

Fazer bike fit é válido para quem pedala qualquer tipo de bicicleta, de mountain bike à urbana. Quer dizer, não é um serviço indicado apenas para atletas profissionais ou amadores. Há benefícios também para quem usa a bike para lazer ou como meio de locomoção no dia a dia. A ideia é ajudar quem pedala a utilizar o máximo do equipamento e do seu corpo, sem sofrer com lesões e dores, sintomas comuns a uma pedalada incorreta.

A recomendação é realizar o bike fit antes da compra da bicicleta. Assim, você terá as medidas certas do modelo, como o tamanho do quadro e do selim. A técnica, inclusive, foi desenvolvida para orientar a compra. Mas isso não significa que quem já tem uma bike não pode se beneficiar do serviço. Dá para ajustar modelos já usados. 

Veja os componentes que podem ser ajustados: 

  • Taco. O ajuste é feito para melhorar o encaixe da sapatilha, já que o pedal tem que ficar entre o metatarso do dedão e o dedinho do pé para o ciclista não perder o giro, sentir dormência na ponta dos dedos ou lesionar a sola do pé. 
  • Selim. Além de avaliar se o tamanho é adequado para o ciclista, podem ser ajustados altura, recuo e nivelamento. O ísquio, osso da parte inferior da região pélvica, deve ficar bem encaixado em cima desse assento. A altura também é um ponto importante. O banco muito alto pode comprometer a lombar. Se muito baixo, a coxa trabalha demais e a panturrilha de menos. 
  • Guidão. Deve ter um tamanho ideal para a largura do ombro do ciclista. Se for muito maior, pode causar dormência nas mãos. O mais estreito prejudica a condução da bike.
  • Manetes de freio e trocador de marcha. Também podem ser ajustados para um uso mais eficiente e adequado ao ciclista. 

Como é feito o bike fit?

Etapa 1: avaliação física

Neste momento, o ciclista responde a uma série de perguntas do profissional de Educação Física – responsável por fazer o bike fit. São feitas questões sobre histórico de lesões, dores e objetivos. O profissional também pode realizar medições do ciclista. 

Etapa 2: ajuste entre pés, sapatilhas, tacos e pedal

Em uma palmilha posicionada rente ao chão, o profissional vai ajudar você a encontrar o primeiro o ponto de pisada. Depois, com os tacos posicionados, é o momento de colocar a sapatilha em uma ferramenta de alinhamento, para que as duas fiquem iguais. 

Etapa 3: análise da pedalada

Você subirá em uma bicicleta e simulará uma pedalada. O bike fitter pode analisar o seu pedal de duas formas, 2D (câmera e um software específico) ou 3D (sensores em pontos estratégicos de seu corpo).

Etapa 4: ajustes na bike

Isso no caso de você já ter uma bicicleta. Caso não tenha, os ajustes serão realizados ao retornar com a bike indicada pelo profissional. 

Etapa 5: orientações físicas

O objetivo é informar sobre como usar melhor a bicicleta e aprimorar os pontos detectados na avaliação física, como flexibilidade das pernas e força do tronco.

Onde fazer bike fit?

É comum encontrar o serviço em bike shops, estúdios especializados em bike fit e assessorias esportivas. Há também oficinas mecânicas que oferecem o serviço. Ao escolher, busque um profissional que tenha formação em Fisioterapia ou Educação Física.

Alguns profissionais recomendam fazer bike fit periodicamente, como se faz com avaliações físicas na academia. Porque com o passar do tempo, pode ser necessário adequar o ajuste da bicicleta, uma vez que o ciclista pode melhorar no pedal ou mesmo apresentar necessidades novas. 

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login