Buscando sugestões para:


Meios de transporte

Vai viajar? Entenda a importância da vistoria de segurança para seu veículo

Medida garante que o carro esteja em boas condições para pegar a estrada

2 minutos, 51 segundos de leitura

06/06/2022

Por: Redação Mobilidade

vistoria veicular
Procedimento permite saber o estado de conservação do carro. Foto: Getty Images.

Acabou de comprar um carro e já quer pegar a estrada? Então você precisa tomar alguns cuidados para garantir a segurança da sua viagem. A começar por ter certeza de que a vistoria veicular está em dia. Afinal, a medida tem como objetivo checar se está tudo bem com o seu carro.

Em uma vistoria veicular é possível saber o estado de conservação do carro. Além disso, o procedimento também ajuda a ver se as peças são originais. Desse modo, se houver algum problema com o motor, eixos ou até mesmo a numeração do chassi, você vai saber. Outra vantagem é saber se há alguma pendência no registro do carro.

Se tudo estiver em dia, você recebe um laudo. Em geral, o documento só tem valor legal quando emitido por uma Empresa Credenciada de Vistoria (ECV).

Não só a vistoria veicular é essencial para sua segurança, como é prevista em lei. Segundo o Código de Trânsito Brasileiro, o carro deve seguir regras de segurança, ruído e controle de emissão de poluentes.

Portanto, você precisa ter a certeza de que o seu carro se encaixa nestas normas de segurança e emissões. Caso contrário, além de correr o risco de levar uma multa, você ainda pode sofrer um acidente.

Vistoria veicular ou inspeção?

Embora muitos usem o termo “vistoria veicular” como sinônimo para a inspeção, são coisas distintas. Enquanto a vistoria é feita por uma ECV, quem faz a inspeção é um profissional com registro em conselho de classe, o CREA.

No caso da vistoria veicular, a avaliação considera aspectos visuais do carro. Por sua vez, a inspeção inclui testes para saber se o veículo está em condições de circular.

Quando fazer uma vistoria veicular

A vistoria veicular é obrigatória para transferir ou regularizar o veículo. Além disso, você também deve fazer o procedimento para licenciar o carro com mais de cinco anos de fabricação.

Da mesma forma, você deve fazer quando houver alguma mudança no carro. Seja de categoria ou de alguma peça original que foi alterada.

Tipos de vistoria veicular

Em suma, os tipos de vistoria veicular existentes são a prévia, cautelar, em trânsito e para transferência. Todas têm o mesmo objetivo: garantir a segurança ao trafegar com o carro.

A vistoria prévia é para quando você vai contratar o seguro do carro. Por sua vez, a cautelar ou de procedência é para o momento da venda do veículo.

Por fim, a vistoria em trânsito é feita quando o veículo está fora da área de jurisdição e mesmo assim precisa do procedimento. Já a vistoria para transferência, como o próprio nome diz, é para transferir a propriedade de um carro.

Revisão

Além da vistoria veicular, que é obrigatória, você deve fazer uma revisão antes de viajar. A medida garante a segurança de todos no trânsito e você vai ter certeza de que não terá imprevistos.

Em geral, uma revisão contempla itens como pneus, rodas, freios, sistema elétrico, para-brisa e fluídos. O kit de segurança também deve ser verificado, como triângulo, macaco e ferramentas.

Assim, você terá uma viagem segura e sem preocupações no meio do caminho!

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login