Voltar

Embaixadores

Paulo Miguel Junior

Presidente do Conselho Nacional da ABLA (Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis).

Meios de transporte

Carros não podem ter “endereço fixo”

As tarifas de locação estão ainda mais atrativas, em função da saudável competição entre as empresas do setor

04/10/2020 - 2 minutos, 24 segundos


Foto: Getty Images

No Brasil, cada vez mais temos visto pessoas experimentando a sensação de liberdade que um veículo alugado pode proporcionar, a partir da primeira vez que incluem a locação em suas opções de mobilidade. Trata-se de dirigir conforme seus próprios horários e necessidades, sem depender de terceiros. 

Leia mais:
Escolha pelo aluguel pode ser excelente negócio
Startups de mobilidade viabilizam doações na pandemia
Live desta quarta-feira discute as opções para quem quer dirigir um carro, sem precisar comprar

Tal flexibilidade também implica em constatar que, na maior parte das vezes, as locadoras não conseguem antever onde seus veículos serão utilizados. Na medida em que boa parte das locações permite que as pessoas retirem o carro alugado em um Estado e o entreguem em outro, também é comum as locadoras remanejarem parte de sua frota quando surgem demandas sazonais nas diferentes regiões do Brasil. 

Pois bem, inclusive no nicho de aluguel de frotas para empresas, a flexibilidade está presente. Os clientes corporativos também definem onde os carros que alugam serão utilizados. Porém, por mais óbvio que seja, há quem diga que os carros de locadoras têm “endereço fixo”. 

Tal discussão gera, mais uma vez, insegurança jurídica nas locadoras, pois na legislação o licenciamento do veículo deve ocorrer no domicílio do proprietário. Ora, no caso de pessoa jurídica, entende-se que o domicílio é o Estado em que fica sua sede.  

Tarifas atrativas

Mesmo assim, as tarifas de locação estão ainda mais atrativas, em função da saudável competição entre as empresas do setor. A possibilidade de se contratar o aluguel de longa duração é outra novidade que tem impulsionado a demanda por uma frota que não se resume aos automóveis, mas que conta também com utilitários, motocicletas, caminhões e até ônibus e micro-ônibus.  

Diante do chamado “novo normal”, a flexibilidade do aluguel de veículos se torna mais atrativa, à medida que teremos um aguardado período de retomada pela frente. Isso inclui a expectativa de inibição de viagens ao exterior, face às dúvidas sobre o processo de reabertura de fronteiras, medidas sanitárias, alta do dólar e principalmente sobre a insegurança das viagens muito longas. 

Viagens com a família

Uma vez que o temor do contágio da covid-19 permanecerá no curto prazo, cremos que será natural que parte das pessoas deixe de optar por aviões e ônibus, recorrendo ao carro para se deslocar junto à família e assim buscando isolamento durante seus percursos.  

Daqui para frente, roteiros internos, mais baratos e distâncias mais curtas vão se tornar atrativos para a locação de carros. Juntas, as empresas de aluguel de carros já têm a maior frota do País e por isso são o principal player de mobilidade em circulação por todas as regiões do Brasil.

Esse texto não reflete, necessariamente, a opinião do Estadão

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login