Voltar

Especial Delivery

Inovação

Como entregadores podem se proteger

Médicos e especialistas em saúde dão dicas de conduta para preservar sua saúde, a da sua família e dos clientes, enquanto faz entregas sobre duas rodas

29/06/2020 - 2 minutos, 13 segundos


Entregador de moto retira pedido em restaurante

Leia mais:
Motos e scooters, mobilidade para milhões de brasileiros
O Brasil não parou. Está andando sobre duas rodas
Motos se consolidam como veículo de trabalho

Entregadores e motoboys são fundamentais para o isolamento social. Rodando por aí sobre duas rodas, o trabalho desses profissionais permite que as pessoas cumpram as orientações das autoridades sanitárias de ficar em casa, para conter a propagação do novo coronavírus.

“Se eles não estiverem protegidos com os equipamentos adequados e adotando práticas de higienização, têm grande chance de se contaminar, já que lidam diariamente com muitas pessoas”, alerta José Montal, diretor da Associação Brasileira de Medicina do Tráfego (Abramet).

“Muitos infectados são assintomáticos, ou seja, não apresentam sintomas da doença. É importante que todos estejam conscientes de que podem transmitir o vírus”, alerta Maria Maeno, doutora em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo, médica e pesquisadora da Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro).

Na moto

Motoboys e entregadores têm que usar máscaras de proteção, sempre que possível, e até debaixo do capacete. Máscaras faciais descartáveis ou laváveis são indicadas e devem ser trocadas a cada duas horas, ou quando ficarem úmidas. Limpe guidão, manetes, partes da moto e outras superfícies que tenham contato com as mãos com álcool 70% ou uma solução de água sanitária diluída.

OFERTAS 0KM

Nos intervalos

Não faça aglomerações nos locais de grande demanda, onde entregadores e motoboys ficam reunidos aguardando pedidos. Mantenha distância mínima de 1,5 metro dos colegas. Não fale alto, porque as pessoas soltam mais gotículas de saliva quando gritam.

Entregas

Evite transações em dinheiro, pois as notas circulam e podem estar contaminadas. As empresas estão incentivando o pagamento no próprio aplicativo, evitando o uso da maquininha e do cartão. Mas, se usar a maquininha, não se esqueça de limpá-la após cada entrega.

Equipamentos

O capacete, obrigatório, deve estar sempre higienizado e nunca deve ser emprestado a outra pessoa – ainda mais durante a pandemia de covid-19. Pano com álcool pode ser usado para limpar o casco e as cintas de fixação, mas o ideal é lavar o forro interno com água e sabão. Da mesma forma que você não toca seu rosto, não coloque a mão na parte interna do capacete.

Em casa

Tire sapatos e roupas antes de entrar e deixe-os em uma área reservada ou traga-os para dentro em um saco plástico. Depois, vá direto ao banho. Roupas devem ser lavadas separadamente, e a mochila deve ser higienizada com água e sabão, água sanitária ou álcool.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login