Buscando sugestões para:


Patrocinio Dunlop Patrocinio Dunlop
Mobilidade para quê?

A pé ou em bikes somos mais eficientes, sabe por quê?

Eficiência das pessoas é 30 vezes maior do que a dos carros movidos a gasolina

2 minutos, 28 segundos de leitura

27/06/2022

Por: Redação Mobilidade

Caminhar é mais saudável e sustentável. Foto: Getty Images.

Ao considerar todos os tipos de transporte, você sabe qual é o mais eficiente? O carro? A bicicleta? Ou andar a pé?

Apesar de parecer estranho, a resposta surpreende: a pé ou em bikes somos mais eficientes. Mas o que motiva este fato?

Segundo uma pesquisa publicada pelo Mobilize Brasil, pessoas a pé ou em bicicletas são 30 vezes mais eficientes. A comparação é feita com carros movidos a gasolina.

De acordo com o estudo, com a energia de 1 kWh, uma pessoa consegue percorrer 29 km a pé. Já em uma bike, é possível chegar a 32 km.

Para entender melhor, a pesquisa traz uma comparação. Basta imaginar que 1 kWh é o mesmo que a energia de 836 calorias. Ou seja, um almoço com arroz, feijão, carne e sobremesa.

Assim, uma pessoa pode ter uma “potência” de cerca de 1,35 cv por hora. Se você está comparando com a potência de outros tipos de transporte, é preciso considerar também o peso.

Afinal, um carro pode passar de 100 cv de potência, mas o peso de um veículo é muito maior do que o de uma pessoa. Assim, os automóveis são menos eficientes.

De acordo com o estudo, um carro possui sempre mais do que 900 kg, por exemplo. Assim, uma chamada “massa morta” consome a energia do combustível.

Por exemplo, com um litro de gasolina, a energia é de 8,89 kWh. Contudo, apenas 20% dessa energia vai até as rodas do carro.

Apesar de um carro elétrico ter uma eficiência acima de 90%, também há o fator do peso. Afinal, veículos elétricos também têm que transportar a tal “massa morta”, pois são pesados.

Portanto, ao considerar o peso, a eficiência é maior a pé ou em uma bike. Afinal, as bicicletas mais leves podem pesar apenas 5 kg.

Muitos vão a pé

Para distâncias curtas, de menos de 2 km, a maioria das pessoas no Brasil prefere ir a pé. De acordo com a pesquisa “Ciclismo ao Redor do Mundo”, realizada pela Ipsos, 29% preferem caminhar.

Em seguida, estão as pessoas que preferem usar o carro, com 20%. Já 14% preferem o transporte público. Apenas 10% vão de bike.

Para o estudo, foram entrevistadas 20.057 pessoas on-line, sendo cerca de 1.000 no Brasil, com idades entre 16 e 74 anos. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais.

Além disso, 28% dos brasileiros andam de bike pelo menos uma vez por semana. Entretanto, 45% ainda não sabe andar de bicicleta.

Apesar de haver um grupo que prefere andar ou pedalar, a frota de veículos do Brasil é de 112,4 milhões. Os dados são da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran).

Os automóveis ainda estão entre as principais fontes de poluição. Segundo o Inventário de Emissões Atmosféricas do Transporte Rodoviário de Passageiros no Município de São Paulo, os carros respondem por 72,6% da emissão de gases do efeito estufa. Contudo, realizam o transporte de apenas 30% da população.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login