Buscando sugestões para:


Mobilidade para quê?

Cinco scooters ideais para iniciantes que custam até R$ 15 mil

Fáceis de pilotar e econômicas, as scooters são uma boa opção para quem está começando a andar de moto e também quer economizar combustível; confira nossa lista

4 minutos, 22 segundos de leitura

10/05/2022

Por: Arthur Caldeira

Com câmbio automático CVT e baixo peso, as scooters são ideias para quem está começando no mundo das duas rodas. Foto: Divulgação/Honda

O aumento constante nos preços dos combustíveis tem impulsionado a venda de motos, cujo consumo é bem menor do que os automóveis. Entre os veículos de duas rodas, destaque para as scooters, pois são fáceis de pilotar e ideias para iniciantes, além de econômicas – algumas scooters de entrada, ou seja, até 125 cc, podem rodar até 50 km/litro de gasolina. Já pensou?

Além da economia de combustível, as scooters tem atraído a atenção dos consumidores por serem automáticas e, consequentemente, fáceis de pilotar, principalmente por iniciantes. Tanto que as vendas de scooters têm crescido ano a ano. Em 2021, foram emplacadas 107.285 unidades – alta de 40%, em relação ao ano anterior. Só no primeiro trimestre deste ano, já foram vendidas 29.701 scooters, apontando para um novo recorde de vendas.

Se você pensa em comprar uma scooter, elaboramos uma lista com 5 scooters de entrada que custam até R$ 15 mil, para quem quer economizar combustível ou fugir do transporte público.

Em comum, todas têm câmbio automático CVT e, portanto, não têm embreagem e nem pedal de câmbio, basta acelerar ou frear. Confira as opções, para passar longe do posto de combustível.

Honda Elite 125 – R$ 11.180

Scooter de entrada da Honda, a Elite 125 tem rodas pequenas (aro 12, na dianteira, e 10, na traseira), farol de LED, painel digital e um motor de 125cc que produz 9,34 cv de potência máxima e, segundo a Honda, pode rodar até 50 km/litro de gasolina. O câmbio é do tipo CVT (automático) e os freios tem sistema CBS.

Scooter Honda Elite 125 . Foto: Divulgação/Honda

Leve, com apenas 104 kg, seu assento fica a apenas 77,2 cm do solo, fazendo da Elite uma scooter ideal para iniciantes. Para carregar seus objetos pessoais, a scooter de 125 cc da Honda conta com espaço sob o assento, onde cabe um capacete aberto, e ainda dois porta-luvas no escudo frontal.

Yamaha Neo 125 – R$ 11.290

Com apenas 97 kg e motor de 9,8 cv de potência, a Neo 125 também é uma boa opção para quem está começando no mundo das motos. Leve e automática, a scooter da Yamaha também tem rodas de 14 polegadas, que encaram melhor a buraqueira de nossas ruas. Os freios são a disco,na dianteira, e tambor, na traseira, com sistema combinado.

scooter-yamaha-neo-125
Scooter Yamaha Neo 125. Foto: Divulgação/Yamaha

Seu painel é analógico e bastante simples: traz velocímetro, marcador de combustível, apenas um hodômetro total e luzes de advertência. O farol é de LED. Conta com um pequeno porta-obejtos no escudo frontal e, sob o assento, cabe uma mochila ou um capacete de pequenas dimensões.

OFERTAS 0KM

Yamaha Fluo 125 ABS – R$ 13.390

Com motor de 125 cc e rodas de 12 polegadas, a nova Yamaha Fluo 125 ABS traz diversos equipamentos até então inéditos no segmento de scooters de entrada, como freio ABS na dianteira, chave de presença e sistema “Start & Stop”, que desliga o motor em paradas mais longas, para economizar (ainda mais) combustível e poluir menos. Destaque também para a tomada 12V no escudo frontal, que permite carregar o smartphone enquanto pilota.

Yamaha Fluo 125 ABS. Foto: Divulgação/Yamaha

Com painel totalmente digital, a nova Fluo oferece ainda a função “ECO” que indica quando o condutor está pilotando de forma mais econômica, gastando, assim, menos combustível. O grande diferencial da Fluo, porém, está nos freios. O modelo é a única scooter de entrada equipada com freio ABS, que atua apenas na pinça simples do disco dianteiro de 200 mm. Na traseira, o freio é a tambor, com 130 mm de diâmetro.

Haojue Lindy 125 – R$ 12.697

Equipado com motor de 125 cc, carburado, a scooter Lindy 125 da chinesa Haojue produz 8,4 cv de potência máxima e roda 35 km/litro. Equipado com câmbio CVT, a Lindy usa rodas de 10 polegadas na frente e atrás e conta com sistema de freios combinados – a disco, na dianteira, e a tambor, na traseira.

Haojue Lindy 125. Foto: Divulgação/Haojue

O painel é analógico, porém completo, e o sistema de iluminação usa lâmpadas halógenas. Embora o compartimento sob o banco tenha capacidade para apenas 11 litros, a Lindy 125 vem com baú traseiro de série, onde é possível guardar um capacete fechado.

Honda PCX 150 CBS – R$ 14.690

Equipada com um motor de 150 cc e 13,2 cv de potência máxima, a PCX é a mais potente da nossa lista. A scooter também tem sistema Start&Stop e roda mais de 40 km/litro de combustível.

Além de melhor desempenho, a vantagem em relação a outras scooters dessa lista é que a PCX tem rodas de 14 polegadas, que absorvem melhor as imperfeições de nossas ruas e avenidas.   

Honda PCX 150 CBS. Foto: Divulgação/Honda

Scooter mais vendida do Brasil, a PCX 150 da nossa lista, porém, tem freios CBS (sistema combinado). Mas esta é a única diferença para as versões mais sofisticadas, dotadas de sistema ABS.

A PCX 150 CBS também conta com chave de presença (Smart Key), painel digital, tomada 12V no porta-luvas, e iluminação full-LED. Sob o assento, há espaço suficiente para guardar um capacete fechado.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login