Voltar
Meios de transporte

iFood Pedal chega a mil entregadores cadastrados

Lançado em outubro, projeto conta atualmente com 500 bicicletas elétricas e quatro pontos de retirada dos equipamentos na capital paulista

02/03/2021 - 2 minutos, 52 segundos


Foto: Divulgação iFood | Midori de Lucca

O iFood Pedal, projeto do iFood realizado em parceria com a Tembici, empresa líder em tecnologia para micromobilidade na América Latina, acaba de ultrapassar a marca de mil entregadores cadastrados. Lançada em outubro do ano passado, a iniciativa contou com adesão imediata dos entregadores ao disponibilizar bicicletas elétricas por meio de tarifas mais acessíveis (o plano mensal sai por R$ 39,60, e o semanal, por R$ 9,90, para dois períodos de quatro horas cada por dia). Atualmente, são 500 bikes elétricas, no total, disponibilizadas pelo projeto, que oferece estrutura de banheiros, água, café, recarga para celular e local para refeições aos cicloentregadores, além de formação online sobre condução segura.

Leia mais:
Como as parcerias podem trazer novos cenários para a micromobilidade é tema da live do Mobilidade
Peritos do pedal
"iFood Pedal" disponibiliza bikes elétricas para entregadores em São Paulo

“Levantamentos feitos com entregadores cadastrados no iFood Pedal mostram que 80% deles acreditam que o projeto tem impacto positivo no seu dia a dia. Vimos também que a utilização das bicicletas elétricas resultou em um aumento médio de 25% em eficiência de rotas, gerando mais oportunidade de entregas durante o dia a esses parceiros, exigindo menor esforço”, explica Fernando Martins, head de inovação e logística do iFood. 

As pesquisas revelaram, também, que metade dos cicloentregadores utilizam as bikes todos os dias, e que 90% deles já fizeram alguma entrega. A média diária é de duas viagens por usuário, 240 minutos com a e-bike e 140 minutos com a bike manual. Há quatro pontos para retirada das bicicletas: Rua Itupeva, próximo à Avenida Paulista; Rua Pequetita, no bairro do Itaim Bibi; na Rua Fradique Coutinho, em Pinheiros e na Alameda Nhambiquaras, em Moema.

Capacitação

Parte importante do iFood Pedal é o treinamento online de conscientização aos cicloentregadores, feito pelo Instituto Aromeiazero, organização sem fins lucrativos que utiliza a bicicleta para reduzir as desigualdades sociais. Batizado de Pedal Responsa, o curso é opcional, mas é fortemente incentivado pelo iFood. Os participantes que concluem o curso recebem um certificado nominal e um kit extra, com brindes, como jaqueta corta vento, bateria externa e squeeze. Hoje, sua taxa de conclusão é de mais de 80%.

“Ganhei tempo e qualidade de vida”

Eduardo Ribeiro da Rocha Oliveira trabalha há nove meses com entregas e é cadastrado no iFood Pedal desde o início do projeto. Ele conta que usa o ponto de apoio para carregar celular, beber água e acessar a rede wi-fi. “Antes, eu ia entregar com a minha bike normal e demorava de 15 a 20 minutos para chegar às zonas de entregas. Minha renda com certeza aumentou com o projeto; as entregas que eu conseguia fazer em 20 minutos, hoje faço em 10”, diz. Segundo Oliveira, ele faz entre cinco e seis corridas a mais com o uso da bike elétrica. “Ganhei tempo e qualidade de vida”, explica.

iFood Pedal em números

  • 4 meses de funcionamento
  • Plano mensal: R$ 39,60. Plano semanal: R$ 9,90 para 4 horas de uso por dia
  • 4 pontos de retirada
  • 500 bicicletas elétricas disponibilizadas
  • 1.000 entregadores cadastrados, sendo que, em dezembro de 2020, eram 400 usuários
  • 50% dos usuários cadastrados utilizam as bikes elétricas todos os dias
  • 240 minutos é a média diária com a e-bike 
  • 11h e 18h são os horários mais concorridos para retirada das e-bikes
  • 80% dos cicloentregadores concluíram o curso Pedal Reponsa, capacitação feita pelo Instituto Aromeiazero
  • 80% dos entregadores afirmam que o projeto teve impacto positivo em seu dia a dia
  • 25% é a média de aumento de eficiência nas rotas com o uso das bikes elétricas

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login