Buscando sugestões para:


Patrocinio Dunlop Patrocinio Dunlop
Meios de transporte

Mercado premium: as 5 motos mais caras do Brasil

Com recursos semelhantes aos encontrados em automóveis, motos de luxo custam mais de R$ 300 mil; confira nossa lista

5 minutos, 38 segundos de leitura

30/07/2022

Por: Arthur Caldeira

casal-viajando-de-moto
Vendida com preço a partir de R$ 309.500, BMW K 1600 GTL ocupa o posto de moto mais cara do Brasil em 2022. Foto: Divulgação/BMW

Recentemente, a BMW anunciou a pré-venda da K 1600 Bagger no País. O alto preço crobado pela BMW nos inspirou a fazer uma lista com as 5 motos mais caras do Brasil. Importado da Alemanha, o modelo custa a partir R$ 306.900 – valor mais alto até do que alguns carros premium vendidos no mercado nacional.

Contudo, a BMW 1600 Bagger não é a moto mais caras do Brasil. O posto cabe a sua irmã, mais luxuosa, a K 1600 GTL, que usa o mesmo motor de seis cilindros em linha, de 1.600 cc. Além das malas laterais, a versão GTL tem top case com encosto para garupa, entre outros mimos, e custa a partir de R$ 309.500.

Apesar do preço elevado, as motos entregam muito conforto, bom desempenho e tecnologia de ponta. Confira as características dos modelos de moto mais luxuosos à venda, em 2022, no Brasil.

BMW K 1600 GTL – a partir de R$ 309.500

Sem dúvida, o destaque da grã-turismo alemã é seu motor de seis cilindros em linha, com 1.649 cm³ de capacidade, capaz de entregar 160 cv de potência a 7.750 rpm, e 175 Nm de torque aos 5.250 giros. O conjunto mecânico tem ainda câmbio de seis marchas e transmissão final por eixo-cardã.

BMW K 1600 GTL é moto mais cara do Brasil. Foto: Divulgação/BMW

Com muita eletrônica embarcada, central multimídia com tela de 10”, além de malas laterais e top case para levar a bagagem, a K 1600 GTL proporciona uma viagem de primeira classe, com muito conforto e desempenho para piloto e garupa.

A nova geração da K 1600 GTL, que passou por mudanças, entre elas um novo conjunto óptico direcional, também já pode ser encomendada nas concessionárias BMW. Com preço a partir de R$ 309.500, a GTL encabeça nossa lista das motos mais caras do Brasil.

BMW K 1600 Bagger – a partir de R$ 306.500

A nova geração da K 1600 B já está à venda no Brasil. No quesito motorização, a K 1600 B é equipada com o mesmo motor de seis cilindros em linha de 1.649 cm³ da GTL, mas tem silhueta longa e baixa com malas laterais rígidas.

BMW K 1600 Bagger. Foto; Divulgação/BMW

A bagger da família K, de motos de seis cilindros em linha da BMW, teve seu design repaginado no modelo 2022. Ganhou um novo conjunto óptico, com faróis de xenon direcionais, e mais tecnologia.

Outro destaque desta bagger da família K são os recursos semelhantes aos encontrados em automóveis premium, entre eles: farol direcional, Assistente de Partida em Ladeira (HSC), Controle de Pressão dos Pneus (RDC), partida sem chave (keyless), Assistente de Trocas de Marchas Pro, luzes adicionais em LED, interface Bluetooth, sistema de alarme antifurto e marcha a ré.

Honda GL 1800 Gold Wing Tour – a partir de R$ 288.060

A mais recente geração da famosa grã-turismo da marca japonesa desembarcou por aqui em 2018. Também equipada com um motor de seis cilindros, porém opostos (boxer), a Gold Wing Tour produz 126 cv de potência máxima. Embora sua transmissão final também seja feita por eixo-cardã, a GL 1800 se diferencia pela sua transmissão DCT, de dupla embreagem, que pode ser operada automática ou manualmente.

Honda GL 1800 Gold Wing Tour. Foto: Divulgação/Honda

Feita para longas viagens, a Gold Wing também oferece muito conforto. Além de central multimídia equipada com Apple CarPlay e Android Auto, tem malas laterais e top case rígido com capacidade para levar a bagagem do piloto e garupa. Para-brisa com ajuste elétrico, bancos e manoplas aquecidas, além de uma infinidade de equipamentos… até um motor elétrico com marcha a ré para ajudar a manobrar essa gigante em duas rodas.

OFERTAS 0KM

Destaque para os sistemas de segurança. Somam-se aos modos de pilotagem, controle de tração, freios ABC combinados e outros controles, o airbag frontal, uma exclusividade da moto da Honda.

Harley-Davidson CVO Road Glide Limited – R$ 246.700

Componentes exclusivos e atenção aos detalhes caracterizam as motos Harley-Davidson Custom Vehicle Operations (CVO). Para 2022, a novidade é o retorno da Road Glide Limited à linha CVO da marca norte-americana.

A nova CVO Road Glide Limited, único modelo CVO que aparece no line-up da marca no Brasil em 2022, tem carenagem fixa e o motor 117 Twin-Cooled. Com 1.923 cm³ de capacidade, o motor 117 produz 105 hp de potência máxima a 5.450 rpm, além de um torque brutal de 17,1 kgf.m a 3.500 giros.

CVO Road Glide Limited tem sistema de som projetado pela Rockford Fosgate. Foto: Divulgação/H-D

Sistemas de assistência ao condutor, como sistema ABS aprimorado para curvas, controle de tração e de derrapagem, além de assistência de subida e sistema de monitoramento da pressão dos pneus.

Além dos acessórios exclusivos e da tecnologia embarcada, vale destacar o sistema de Infotainment Boom Box GTS que tem alto-falantes desenvolvidos em parceria com a Rockford Fosgate, para melhorar a experiência do motociclista. Equipada com topcase e malas laterais rígidas, a CVO Road Glide Limited tem assentos e manoplas aquecidas, e faróis duplos de LED.

BMW R 1250 RT – R$ 203.900

A BMW Motorrad mostrou a nova geração da R 1250 RT durante o Festival Interlagos 2022. Com preço inicial de R$ 203.900, o modelo fecha nossa lista das 5 motos mais caras do Brasil.

Além de um face-lift no visual, a touring com motor boxer, de dois cilindros opostos, foi a primeira moto da BMW equipada com radares. Ela traz um completo sistema avançado de assistência ao piloto (da sigla em inglês ARAS, Advanced Rider Assistance Systems), desenvolvido em parceria com a Bosch.

Nova BMW R 1250RT tem detector de ponto cego e controle adaptativo de velocidade. Foto: Divulgação/BMW

Com auxílio dos radares frontal e traseiro, oferece controle adaptativo de velocidade (ACC) e o sistema de detecção de ponto cego (BSD). Outro item de segurança da R 1250 RT são os faróis direcionais que se acendem conforme a inclinação da moto.

Chama a atenção também a enorme central multímídia, com uma tela colorida de TFT com mais de 10 polegadas – a maior a equipar uma moto e que pede até uma película protetora, como os smartphones. Maior que alguns tablets, o painel tem, obviamente, sistema de conectividade e apresenta o navegador, quase como em um automóvel.

A R 1250 RT tem motor de dois cilindros opostos, 1.254 cm³ de capacidade, arrefecimento líquido e comando de válvulas variável, capaz de produzir 136 cv de potência máxima. O câmbio de seis velocidades conta sistema de assistência de troca de marchas, que dispensa o uso da embreagem, e transmissão final por eixo-cardã.

De 1 a 5, quanto esse artigo foi útil para você?
Quer uma navegação personalizada?
Cadastre-se aqui
0 Comentários

Você precisa estar logado para comentar.
Faça o login